Conecte-se agora

Privatização na distribuição de água gera aumento nas contas

Publicado

em

A proposta de privatização do saneamento de água e esgoto que tramita na Câmara dos deputados, foi um dos principais temas debatidos na sessão desta terça-feira, 3, na Assembleia Legislativa do Acre.

Primeiro a falar sobre o assunto, o deputado Jenilson Leite (PSB) destacou que da mesma forma como existe um debate em Brasília, a audiência pública a respeito do assunto realizada na semana passada, revelou que o Acre deve passar pelo mesmo processo de privatização. “É mais um golpe que será dado no povo brasileiro e acreano. Já estamos sofrendo com a privatização da energia. A pauta deste ano foi o alto preço. Será que não passaremos pela mesma coisa. O projeto que já está bem avançado na câmara. O povo acreano vai sentir a cobrança de mais uma dívida, que é a cobrança de água e esgoto”, destacou o parlamentar.

FOTO: SÉRGIO VALE

“Quem é a favor da privatização do saneamento, da água é contra a vida, e com a nosso povo. Se o governo se posicionar assim, será contra a vida e contra o povo. Nós precisamos deixar essa pauta de quem só sabem administrar é a iniciativa privada. O que se prometeu, estão fazendo tudo ao contrário”, frisa Jenilson.

No mesmo tom, o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) alertou sobre a manobra que começa a ser feita em parceria com algumas prefeituras. Para ele, quem é o detentor do serviço de água e esgoto não é o governo do Estado, mas sim os municípios e ressaltou que um projeto de lei de autoria do prefeito de Feijó, Kiefer Cavalcante (Progressistas), foi protocolado nesta segunda-feira, 2, na Câmara Municipal, abrindo mão para que a iniciativa privada ofereça o serviço.

FOTO: SÉRGIO VALE

“Na verdade terá que fazer uma licitação para passar os serviço para a iniciativa privada. O primeiro projeto de lei para privatização da água foi protocolado na Câmara de Feijó autorizando o município e Estado a ceder”, explicou o comunista, enfatizando que a proposta já está a frente mesmo do Marco Regulatório do Saneamento Básico, que poderá ser aprovado no Congresso Nacional ainda neste mês de dezembro. “Estão fazendo que nem a PEC da Previdência. Estão colocando a carroça na frente dos bois mais uma vez”, concluiu.

Propaganda

Acre

Caminhão que colidiu com hélice transportava resíduos hospitalares

Publicado

em

O caminhão-baú que se envolveu em um acidente com o helicóptero Harpia 1, mais conhecido como “Estrelão”, na manhã deste sábado (18) próximo ao Posto Correntão, no Segundo Distrito, carregava lixo hospitalar. Quem confirmou essa informação foi o Secretário de Estado de Saúde do Acre, Alysson Bestene, na noite deste sábado (18) por meio de Nota de Esclarecimento.

Alguns recipientes de lixo hospitalar se desprenderam da carroceria logo após o impacto. De acordo com Bestene, isso não comprometeu a segurança da população porque os recipientes estavam revertidos apropriadamente para que não ocorresse vazamentos de resíduos hospitalares.

Alysson destacou que para reforçar as medidas de segurança, uma equipe da empresa foi acionada imediatamente ao local para fazer o recolhimento e a limpeza.

“Seguindo a protocolos específicos para este tipo de situação, tão logo o trabalho de perícia da Polícia Rodoviária Federal foi concluído e antes mesmo da possibilidade de uma chuva na localidade”, afirmou.

Continuar lendo

Acre

Sejusp diz que harpia estava em operação contra criminosos

Publicado

em

O Secretário de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), em exercício, Ricardo Brandão, emitiu uma Nota de Esclarecimento, na tarde deste sábado (18), acerca do acidente envolvendo o helicóptero Harpia 01.

A Nota relata que a aeronave estava em atividade, fazendo parte de uma operação orientada pela Secretaria de Segurança Pública, aliada à Operação “Fecha Fronteira” com o foco de coibir ações criminosas na região do Segundo Distrito, em Rio Branco.

“Dois tripulantes sofreram algumas lesões, foram encaminhados ao Pronto-Socorro de Rio Branco, juntamente com o motorista do caminhão e o passageiro. Todos estão bem”, destacou.

Brandão afirmou que uma equipe da Sejusp está acompanhando todos os procedimentos a serem realizados, inclusive, a perícia que deve ocorrer no local do acidente.

Ele relatou que os órgãos competentes como o Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 7), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), bem como a seguradora da aeronave, foram acionados.

Por fim, encerrou ressaltando que toda a manutenção e documentação da aeronave encontram-se absolutamente regularizadas de acordo com a legislação vigente, bem como todos os contratos da seguradora estão em dia.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas