Conecte-se agora

Presidente da Aleac, Nicolau recebe visita do Cônsul Geral da Itália

Publicado

em

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), recebeu em seu gabinete, na tarde desta segunda-feira (2), a visita do Cônsul Geral da Itália, Ministro Filippo La Rosa. Do encontro, de caráter institucional, também participaram os parlamentares Roberto Duarte (MDB), Antônia Sales (MDB), Gerlen Diniz (Progressistas), Wagner Felipe (PL), Luiz Gonzaga (PSDB), Chico Viga (PHS) e Doutora Juliana (PSB).

O presidente do Poder Legislativo agradeceu a visita do Cônsul na Casa. “É a primeira vez que o Cônsul da Itália vem ao Acre e estou muito feliz em recebê-lo. Me sinto honrado em estar com o representante da Itália no Norte do país”, disse Nicolau Júnior. O progressista enfatizou ainda a importância da integração entre os dois países. “Na oportunidade, falamos sobre negócios, empreendedorismo. O Acre é um Estado que está sendo enxergado por outros países e isso é maravilhoso porque nós temos potencial. Precisamos estreitar nossos laços comerciais, temos muito a oferecer”, destacou o presidente da Aleac.

O cônsul italiano também destacou o interesse que a Itália tem em estreitar laços com o Brasil. Filippo La Rosa agradeceu ainda ao presidente da Aleac pela receptividade.

“Estou muito feliz com esse contato com o presidente Nicolau Júnior. Hoje cedo estive reunido com o presidente da Federação da Indústria, da Associação Comercial, com o governador Gladson Cameli e a prefeita Socorro Neri. É de fato uma ótima oportunidade para estreitar laços, é sempre bom ter esse contato. Temos empresas italianas fincadas no Brasil, a maioria em São Paulo, mas sei que temos boas oportunidades aqui no Acre, este estado tem muito a oferecer”.

Ainda durante o encontro, o diplomata aproveitou para entregar ao presidente Nicolau Júnior um exemplar do livro “São Francisco” na Arte de Mestres Italianos.

Agência Aleac

Propaganda

Acre

Municípios do Acre tem PIB apoiado pela administração pública

Publicado

em

FOTO: PEDRO DEVANIR

O IBGE divulgou nesta sexta-feira (13) o estudo “Produto Interno Bruto (PIB) dos Municípios 2017”, informando que, naquele ano, para 49,2% dos municípios brasileiros, algum desses itens da Administração: defesa, educação e saúde públicas e seguridade social era a principal atividade econômica.

No Acre, Roraima, Amapá, Piauí, Paraíba e Distrito Federal esse percentual ultrapassou 90,0%. Já São Paulo teve apenas 9,3% de seus municípios com essa característica.

Um desses itens: administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social teve elevada participação na economia dos municípios de menores PIBs. Nos municípios do Norte e Nordeste, os serviços da administração pública tiveram maior peso em suas economias.

Continuar lendo

Acre

FIEAC agradece apoio para avanço das obras da ponte do Madeira

Publicado

em

A grande mobilização feita pela Federação das Indústrias do Acre (FIEAC) e por diversas outras instituições com relação ao atraso nas obras da ponte sobre o rio Madeira tem surtido efeitos positivos. Após a divulgação do relatório da segunda visita técnica e de reunião de lideranças da indústria com parlamentares em busca de apoio, o senador Márcio Bittar (MDB) obteve, junto ao Dnit, a garantia de que a União já assegurou mais recursos para conclusão da obra.

De acordo com o parlamentar, o Dnit informou que o governo federal já garantiu mais R$ 15 milhões para a ponte. “Então fica faltando somente R$ 7 milhões. Mas já fiz um ofício solicitando e, no primeiro semestre do ano que vem, com apoio dos demais, vamos conseguir liberar”, afirma Bittar.

A notícia foi recebida com otimismo pela sociedade acreana e pelo presidente da FIEAC, José Adriano. O empresário faz questão de agradecer o senador pelo empenho em favor da obra, que é considerada essencial para o desenvolvimento do Estado. “Recebemos com muita satisfação o apoio do senador Márcio Bittar, que tem feito um mandato muito propositivo, demonstrando seu compromisso e disposição em colaborar com o setor produtivo e com a sociedade acreana”, acrescenta.

José Adriano ressalta, entretanto, que seguirá monitorando de perto o andamento das obras, pois os projetos para que o aditivo seja liberado pelo Dnit ainda precisam ser aprovados. “A expectativa é de que o Dnit libere semana que vem o projeto da cabeceira do lado do Acre. Mas a empresa responsável pela obra ainda depende de aprovação do Dnit para os dois projetos do lado rondoniense, cuja expectativa é de isso aconteça na primeira quinzena de janeiro, possibilitando assim que a ponte seja entregue em 2020. Vamos continuar acompanhando todos esses trâmites para que não ocorram novos atrasos”, assinalou o presidente da FIEAC.

Assessoria FIEAC

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas