Conecte-se agora

Cameli garante que Colégio Acreano permanece com ensino médio

Publicado

em

Foto: reprodução/Facebook

Centenas de estudantes do Colégio Acreano, localizado na região central de Rio Branco, se reuniram em frente ao Palácio Rio Branco na manhã desta segunda-feira, 02, para pedir explicações sobre uma suposta retirada de turmas do ensino médio da instituição. Segundo informações, a decisão teria sido tomada sem consentimento da escola e faria parte de um reordenamento da rede estadual de educação.
Porém, com o manifesto ocorrido, o governador Gladson Cameli recebeu o professor José Rego, chefe do departamento de gestão da SEE, para quem garantiu eu a oferta do ensino médio seguirá normalmente no Colégio Acreano.
Rego conversou com o governador e após entrarem em consenso, os alunos retornaram para a sala de aula.
Entenda

A comunidade escolar da rede estadual de Educação em Rio Branco foi surpreendida nesse final de semana com a informação de que o governo pretende retirar as turmas do Ensino Médio do Colégio Acreano no ano letivo de 2020.

Rapidamente, uma série de cobranças dos alunos, professores e até mesmo ex-alunos passaram a circular nas redes nesse domingo, dia 1º, cobrando explicações da secretaria estadual de Educação. Segundo os estudantes, a revolta fica por conta da atitude arbitrária da secretaria, uma vez que, segundo relatos, o governo não teria ouvido ou se reunido com a comunidade do Colégio Acreano para tratar sobre o assunto, nem justificar a retirara do ensino médio da escola.

A professora Rose Costa, ex-vereadora de Rio Branco, escreveu: “Merecemos respeito, nos manifestaremos, buscaremos os direitos da comunidade. Peço a todos que amam e que fizeram ou fazem parte da história do Colégio Acreano compartilhem e manifestem-se. Uma vez CA sempre CA!”.

Os alunos marcaram uma manifestação que começou às 9h30, no centro da cidade, mais precisamente em frente ao Palácio Rio Branco. A concentração partiu da própria escola. Com o slogan “Mexeu com um, mexeu com todos”, os estudantes fizeram barulho para que a secretaria de educação escutasse a comunidade escolar.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas