Conecte-se agora

Acreana descobre que foi enganada por joalheria após 9 anos

Publicado

em

Uma consumidora escreveu para o quadro ‘Patrulha do Consumidor’, apresentado por Celso Russomano, na Record, depois que descobriu ter sido enganada por uma joalheria no Acre. A mulher só soube que seu par de alianças era de baixa qualidade quando precisou ir ao banco penhorar as joias. Lá, ela foi avisada pelo avaliador da Caixa Econômica Federal que as alianças “não serviam para nada”, pois eram de 14 kilates, e não de 18, como ela acreditava ser.

Segundo Rossiane, a descoberta de que o estabelecimento Ponto das Alianças – que anteriormente se chamava ‘Casa das Alianças’, havia diminuído sua quantidade de ouro entregue só aconteceu nove anos depois, agora em 2019. Ela relatou que em 2010, quando ainda era noiva, havia deixado colares, anéis e pulseiras na joalheria, localizada no bairro Base, em Rio Branco, para que o ourives transformasse em duas alianças. Porém, este ano, quando resolveu penhorar os objetos junto ao banco, viu que as mesmas tinham baixo valor no mercado.

A mulher disse que à época deixou 30 gramas de ouro com o ourives e retornou para buscar as alianças em sete dias. “Na hora vi que deu 24 gramas [de ouro] na balança dele. Questionei e eles disseram que era normal, porque havia queimado o ouro para transformar nas alianças e eu disse ‘tudo bem’, paguei e fui embora”, comentou.

Entretanto, este ano, quando chegou ao bando para penhorar as joias, recebeu a péssima notícia. Foi então que ela decidiu ir novamente ao Ponto das Alianças para cobrar as alianças de 18 kilates, como havia fechado negócio. Porém, passados nove anos, o estabelecimento já não pertencia ao mesmo proprietário, pois o dono havia viajado e entregado o ponto para os funcionários. A ela, os funcionários teriam deixado claro que não iriam se responsabilizar pelo caso.

Aproveitando que estava na capital acreana este mês para uma palestra realizada pela Ordem dos Advogados do Acre (OAB-AC), sobre Direito do Consumidor, Russomano decidiu resolver o problema. O jornalista e Bacharel em Direito esclareceu: “o código de defesa do consumidor não prescreve numa situação como essa, ou seja, mesmo passados os nove anos, volta a valer a garantia imediatamente”, explicou o jornalista.

Eles fizeram um novo teste com as alianças, numa outra joalheria, onde constataram que realmente as alianças apresentavam cerca de 14 kilates, valendo menos da metade do que a consumidora havia deixado no local. Acompanhado do presidente do Procon no Acre, André Gil, Russomano, sua equipe e a consumidora acreana foram até o Ponto das Alianças.

Em poucos minutos, a situação foi parcialmente resolvida após o apresentador relatar as sanções que o estabelecimento poderia responder na esfera civil, penal e administrativa. O atual proprietário se prontificou em entregar um novo par de alianças de 18 kilates num prazo de 15 dias para a consumidora, que aceitou a proposta. Russomano garantiu que voltará ao Acre para verificar se a promessa realmente foi cumprida.

video

Anúncios

Acre

Advogada vai defender de forma gratuita família de Jonhliane

Publicado

em

Os pedidos de justiça insistentemente repetidos durante o velório e sepultamento de Jonhliane Paiva de Souza, morta atropelada por um carro de luxo dirigido pelo fisioterapeuta Ícaro Teixeira Pinto, 33, que disputava um racha na Avenida Antônio da Rocha Viana parece que não vão ficar apenas nas promessas.

A advogada Gicielle Rodrigues anunciou neste sábado, 8, que vai defender a família da vítima sem cobrar honorários. De acordo com a advogada, a forma trágica em que Jonhliane teve sua vida ceifada e delicada situação financeira da família motivaram a tomar a decisão da defesa gratuita.

Gicielli disse que aceitou o desafio por entender que a justiça é o direito do mais fraco diante das injustiças e das desigualdades do caso. A advogada enalteceu Jonhliane ao lembrar que a jovem era mulher trabalhadora, filha dedicada e cheia de sonhos. Na publicação, a advogada chamou Ícaro de irresponsável e pediu ajuda de quem tiver mais informações sobre o caso.

Continuar lendo

Acre

Socorro Neri autoriza recuperação de ruas em mais 12 bairros

Publicado

em

Na manhã deste sábado, 08, a prefeitura de Rio Branco realizou a assinatura da ordem de serviços de melhoria viária para potencializar a recuperação de ruas em mais 12 bairros na Regional Vila Acre, Segundo Distrito de Rio Branco. Os serviços são articulados pela Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Seinfra) e executados pela Empresa Municipal de Urbanização (EMURB).

“É uma alegria poder vir aqui no sábado, junto com a comunidade, assinar a ordem de serviço. Já temos máquinas trabalhando no local para fazer a recuperação da Vila Benfica e também de outros bairros da Regional Vila Acre. Um trabalho que está acontecendo na cidade inteira e, esse momento é de aproveitar o período de estiagem para fazermos o máximo possível dentro das condições financeiras que temos”, pontuou a prefeita Socorro Neri.

A gestora ressaltou a importância do diálogo com os moradores, com lideranças comunitárias, com as pessoas da região e se emocionou ao falar do Dia dos Pais. “Eu não tenho mais meu pai aqui comigo. Ele foi um homem muito simples, lá no seringal, era chamado de ‘Mestre Nonato’, por ser carpinteiro e construir os barcos para navegação no Rio Tarauacá. Mas vivo com muitos pais que são exemplares; meu marido Joaquim, meu filho André, meu sogro e os meus companheiros de trabalho. Sei que vocês são pais exemplares, aquele que de fato, cuidam, ajudam a educar e estar presente, dar um colo quando necessário, mas também dar um exemplo a ser seguido pelo filho, a todos vocês, um excelente Dia dos Pais”, sublinhou a prefeita.

O ato de assinatura ocorreu na Travessa Oliveira e foi prestigiado por moradores locais, presidentes de bairros, diretor presidente da Empresa Municipal de Urbanização, Marco Antônio Rodrigues, vereador Raimundo Neném e o secretário da Seinfra, Edson Rigaud.

Continuar lendo

Acre

Acre registra mais 3 mortes e 122 casos em decorrência da Covid-19

Publicado

em

Em boletim parcial, o Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde, registrou mais 122 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus no Acre, neste sábado (08).

O número de infectados pela Covid-19 saltou de 21.376 para 21.498, nas últimas 24 horas. Mais 3 mortes foram registradas, 2 do sexo masculino e 1 do sexo feminino, com idades entre 61 e 68 anos, sendo 2 de Rio Branco e 1 de Porto Acre.

De acordo com o último boletim o total de óbitos subiu de 556 para 559 em todo o estado. Mais informações no boletim completo, após às 16 horas.

Continuar lendo

Acre

Cameli manda recado para aliados: “todo mundo é de maior e vacinado”

Publicado

em

Com uma pesquisa embaixo do travesseiro, que mostra uma popularidade na casa dos 67,6%, o governador Gladson Cameli mantém seu discurso apolítico. No evento de parcerias com instituições no projeto Botão da Vida, de enfrentamento à violência contra a mulher, no Palácio Rio Branco, na noite de sexta-feira (7) mandou um duro recado aos partidos aliados. “Todo mundo é de maior e vacinado”, disse o governador.

A mensagem tem direção certa, três frentes dos partidos considerados aliados na base da Assembleia Legislativa que formalizaram pré-candidaturas a prefeitura de Rio Branco e não aceitaram aliança com a preferida do governador, a prefeita Socorro Neri.

Progressistas e PSD lançaram a dobradinha Tião Bocalom e Marfisa Galvão. A aliança coloca no mesmo palanque dois senadores: Mailza Gomes e Sérgio Petecão, em tese, três deputados estaduais: José Bestene, Nicolau Junior e Gerlen Diniz.

O PSDB e o PSL, formalizaram aliança essa semana depois que o governador Gladson Cameli decidiu ficar sem partido. O pré-candidato é Minoru Kimpara, o palanque terá o vice-governador Major Rocha e uma deputada federal, sua irmã, Mara Rocha.

O MDB até aqui com pré-candidatura solo, tem à frente o deputado estadual Roberto Duarte, o palanque contará com dois deputados federais: Flaviano Melo e Jéssica Sales e duas deputadas estaduais: Antônia Sales e Meire Serafim, além do senador Márcio Bittar.

Chamado nos bastidores de superbloco com vistas às eleições de 2022, Progressistas, PSD, MDB e PSDB (PSL) estiveram no mesmo palanque de Gladson Cameli em 2018. Com exceção do PSL, todos têm cargos nos escalões do Palácio Rio Branco.

Sem espaço no blocão, Gladson Cameli ainda não decidiu se vai pedir os cargos de volta. Essa decisão leva em consideração a coalizão na Assembleia Legislativa que lhe permite a governabilidade.

Escolhendo começar do zero, o chefe do Palácio Rio Branco vai esperar o resultado final das eleições municipais para começar a formar um bloco visando a sua reeleição.

“Os partidos façam o que acharem que devem fazer, todo mundo é de maior e vacinado. Coloquei um novo desafio em minha vida que é, além de conseguir vacinas para meu estado, baixar os índices de violência contra a mulher” disse o governador.

Voltando aos números, Cameli sabe que o perfil adotado, longe das disputas ferrenhas, a aversão ao modo tradicional de fazer política agrada o eleitor. “Não brinco com números”, concluiu o governador.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas