Conecte-se agora

Cientista contesta ONU e diz que floresta amazônica não representa nada no clima mundial

Publicado

em

A ONU acaba de informar governos de todos os países que o aquecimento global está entrando em um processo praticamente irreversível. Se mudanças urgentes para conter o aumento da temperatura global não forem implementadas pelas nações industrializadas, mudanças profundas ocorrerão no clima que podem, inclusive, dizimar a raça humana ou reduzi-la drasticamente. O desmatamento na Amazônia e a emissão de CO2 levarão a vida como a conhecemos a extinção.

O cenário é apocalíptico. Terremotos, tufões, erupções vulcânicas em larga escala, secas, enchentes, fome, peste, pragas, doenças e aumento do nível do mar. Porém, toda essa teoria do caos é contestada pelo PHD em Climatologia, o conhecido cientista e professor Luís Carlos Molion. Ele afirma que a presença humana no planeta pouco interfere nas mudanças climáticas; também nega que a floresta amazônica é a salvação da terra. Veja a entrevista completa no Boa Conversa.

video

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas