Conecte-se agora

Iapen contrata empresas por mais de R$ 11 milhões sem licitação

Publicado

em

Publicado na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) dessa segunda-feira, 18, contratos assinados pelo Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen) demonstram que o órgão irá gastar, por cerca de um ano e seis meses, o valor estimado de mais de R$11 milhões com a alimentação de detentos dos complexos penitenciários do Acre.

Os contratos, feitos na modalidade que dispensa a licitação, foram concedidos às empresas F. Iris Castro da Silva e M.V. Calil da Silva, no valor de R$ 11.741.904,00 milhões, divididos em extratos separados direcionados ao café da manhã (R$ 2. 209.284,00) e almoço e jantar (R$ 9. 532.620,00).

Segundo o presidente do Iapen no Acre, Lucas Gomes, o Estado gastava mais de um milhão por mês no fornecimento dos alimentos, pois as marmitas custavam R$ 7,67. Hoje, cada uma está saindo por R$ 5,35. “Em seis meses, teremos uma economia de quase R$ 900 mil”, diz Gomes.

O Iapen fornece quase 4 mil marmitas por dia no Estado. Após o episódio em que foram encontrados lotes de alimentos estragados na cozinha do complexo, o órgão abriu uma nova licitação para contratação de empresa que irá fornecer alimento, que ainda está em trâmite.

“A questão da dispensa de licitação é pela emergência do serviço, que é contínuo, não podemos deixar de fornecer, por isso precisamos fazer esse contrato emergencial e escolhemos a empresa deu o menor preço”, garante o diretor.

Ainda segundo Lucas, o Iapen enviou ofício à promotoria para que acompanhasse o processo licitatório a fim de que não restassem dúvidas sobre a lisura da contratação. “Chamamos o promotor para acompanhar a apuração de preço, mas ele não pôde comparecer”, afirma.

Propaganda

Acre

Previsão indica que nível dos rios deve voltar a subir no Acre

Publicado

em

Chuvas intensas ocorreram nesta sexta-feira, 17, desde as primeiras horas do dia na maior parte do Acre, principalmente nos vales dos rios Acre, Xapuri, Rola, Iaco, Macauã, Caeté, Chandless, Purus e Tarauacá. Um acúmulo de chuva significativo foi registrado na maioria dos municípios da região. Choveu entre 30 e 60 milímetros em Xapuri, Capixaba, Manuel Urbano, Tarauacá e Feijó.

Agora, conforme o portal O Tempo Aqui, do pesquisador Davi Friale, o nível dos rios deve volta a subir rapidamente. A elevação deve ser percebida nos rios Acre, Iaco, Purus e Tarauacá. Segundo Friale, o nível do rio Rola, principal afluente do rio Acre, tem subido ininterruptamente nos últimos três dias, tendo atingido, nesta sexta-feira, a maior cota deste verão, até o momento, no seu alto curso.

A previsão é de muita chuva a partir da próxima semana, o que influencia diretamente no aumento do nível desses rios. Nesta sexta-feira, às 15h, em Rio Branco, o rio Acre marcava 9 metros, se encontra estável, mas deve voltar a subir nos próximos dias conforme o índice de chuvas.

Em Brasileia, o rio Acre marcava 3,2 metros hoje, tendo subido 20 centímetros nas últimas horas. Em Sena Madureira, o rio Iaco marcava 8,5 metros nesta tarde, registrando elevação conforme medição anterior.

Em Cruzeiro do Sul, o rio Juruá marcava 6, 8 metros, está estável, mas com as chuvas também pode voltar a subir nos próximos dias. Este fim de semana deve ser de chuvas fortes e pontuais no Acre.

Continuar lendo

Acre

Motoristas de ônibus paralisam serviços por uma hora no Terminal

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE - AC24HORAS

Nesta sexta-feira (17) trabalhadores do transporte público em Rio Branco interromperam os serviços por volta de uma hora no Terminal Urbano. A paralisação ocorreu por volta das 14h, em demonstração de protesto de funcionários pela atraso no pagamento.

Segundo informações repassadas ao ac24horas, a manifestação ocorreu pela falta de compromisso da empresa e pelo temor de novos atrasos nos salários e a falta de fiscalização no transporte clandestino.

Essa já é a segunda manifestação em menos de três meses, em Dezembro de 2019, o presidente do Sindpac, Marinho, disse que a manifestação que tinha ocorrido na época foi por falta compromisso da empresa.

A promessa é de que o salário dos trabalhadores seja quitado até a próxima segunda-feira, dia 20. Caso não ocorra, a categoria promete um novo movimento no centro de Rio Branco.

FOTO: SÉRGIO VALE – AC24HORAS

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas