Conecte-se agora

Acre desmatou 688 km² em 2019, 55% a mais que no ano passado

Publicado

em

O desmate no Acre subiu pelo segundo ano consecutivo, fazendo com que o crescimento em 2019 chegasse a 55% comparado a 2018. No ano passado o desflorestamento foi de 444 km² e em 2019 chegou a 688 km².

Os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) foram divulgados pelo Governo Federal nesta segunda-feira (19), revelando que o desmate no Acre só não foi maior que o de Roraima, onde o corte raso da floresta aumentou 216,4% entre 2018 e 2019.

Os dados confirmam a tendência anunciada pelo INPE no começo do ano, de que a taxa de desmatamento para os nove Estados da Amazônia Legal Brasileira estava crescendo. O valor calculado do desmate é de 9.762 km² para o período de agosto de 2018 a julho de 2019, aumento de 29,54% em relação a taxa de desmatamento apurada pelo Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (PRODES) 2018 que foi de 7.536 km².

O Governo do Acre tem adotado medidas que visam a redução do desmate no Estado, que viveu recentemente uma Garantia da Lei e da Ordem (GLO) Ambiental coordenada pelas Forças Armadas para combater crimes ambientais na Amazônia.

Propaganda

Acre

Horas após acidente, moradores tiram fotos e selfies com o Hárpia 1

Publicado

em

Horas após o acidente que envolveu um caminhão baú e o helicóptero Harpia 1 em Rio Branco, o local se tornou uma espécie de ponto turístico. O acidente ocorreu por volta da manhã deste sábado (18) e o estado da aeronave chamou a atenção dos curiosos.

A aeronave está parada no meio do BR 364, próximo ao posto Correntão. Os moradores que passaram pelo local do acidente decidiram aproveitar o momento para registrar por meio de fotos e selfies com a aeronave.

Alguns internautas, em tom de brincadeira, sugeriram que o local do acidente vire um ponto turístico de Rio Branco.

Continuar lendo

Acre

Anac envia equipe para investigar acidente de helicóptero

Publicado

em

O coordenador do Centro Integrado de Operações Área (CIOPAER), Maik Souza, em entrevista ao ac24horas, relatou que uma equipe do Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA) 7 está sendo enviada para o Acre para investigar o acidente ocorrido na manhã deste sábado (18) com o helicóptero Harpia 1, mais conhecido como “Estrelão”.

Segundo Souza, os procedimentos acerca do acidente já foram adotados e o órgão responsável pela investigação SERIPA já foi acionado. O órgão é responsável juntamente com Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) pela investigação do caso.

De acordo com Souza, o contrato de manutenção e de seguro da aeronave está em dia.

“Todos eles já foram acionados. Estamos esperando somente o procedimento das duas seguradoras, no caso da Seripa para prevenção de acidentes e também da seguradora da aeronave para cobrir o prejuízo”, afirmou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas