Conecte-se agora

Mulher é encontrada morta; polícia suspeita de enforcamento e estupro

Publicado

em

No final da manhã desta quinta-feira, 14, Maria José Doria Maciel, 46 anos, foi encontrada morta por populares em sua casa no bairro da Várzea. A morte, inicialmente foi tratada como sendo de causa natural, mas a tarde houve a confirmação do homicídio por enforcamento e há indícios de estupro.

As primeiras notícias na vizinhança, eram de que Maria José que seria usuária de drogas, havia morrido por estar com dengue e ter ingerido bebida alcoólica.

Houve desencontro de informações entre a família, o SAMU, polícia e IML. O corpo da mulher passou quase o dia inteiro em cima da cama onde teria sido assassinada.

O caso

O IML só faz o resgate, transporte e necropsia em corpos de pessoas vítimas de morte violenta ou de morte natural de pessoa não identificada. Em caso de morte natural, a família por meio de funerária, cuida do translado.

O técnico de necropsia do Instituto Médico legal de Cruzeiro do Sul, Marcos Barbosa, explica que foi chamado para atender o chamado pela primeira vez as 11 horas da manhã, mas logo em seguida, foi informado pela equipe do SAMU que não havia indício de morte violenta. Só a tarde, um outro médico informou ao IML, a morte violenta e ele, então levou o corpo para o Instituto.

“As 11 horas o médico do Samu falou que não tinha suspeita de morte violenta , mas depois de muitas horas outro médico da unidade do Bairro da Várzea falou que tinha suspeita de violência então toda polícia foi lá de novo e verificamos que realmente ela foi morta por enforcamento”, conta o técnico do IML.

A Assessoria de Comunicação da Polícia Militar de Cruzeiro do Sul, informou que “a equipe do SAMU que esteve no local, suspeitou de infarto, por isso, o perito alegou que não iria ao local” .

Horas depois, segundo a PM, uma médica da família comunicou que a vítima tinha sinais de estupro e somente após essa informação, o perito foi ao local.

O corpo já foi liberado e o caso de feminicídio será investigado pela Polícia Civil.

Propaganda

Cotidiano

Ministério da Saúde amplia público para vacinas contra febre amarela e gripe

Publicado

em

A partir de 2020, o Sistema Único de Saúde (SUS) passará a ofertar uma dose de reforço da vacina de febre amarela para crianças com 4 anos de idade. O Ministério da Saúde também ampliará, de forma gradativa, a vacinação contra febre amarela nos 1.101 municípios nordestinos que não faziam parte da área de recomendação de vacinação.

A pasta informou também que a campanha contra a gripe, realizada todos os anos entre abril e maio, contará com um novo público, os adultos de 55 a 59 anos. A medida tem por objetivo ampliar a vacinação dos grupos mais vulneráveis.

Segundo o ministério, as datas para início das campanhas serão definidas pelos estados, a partir do plano de implantação elaborado individualmente por eles. “O Ministério da Saúde conta com estoque suficiente para atender a demanda, a partir da solicitação de quantitativo dos estados, responsáveis por fazer a distribuição das doses aos municípios.”

Fonte: Ministério da Saúde

Continuar lendo

Cotidiano

Agendamento de exames laboratoriais realizados pela prefeitura volta ao normal

Publicado

em

A suspensão dos agendamentos de exames laboratoriais realizados pela prefeitura de Rio Branco retorna com os serviços nesta quinta-feira, dia 12. À priori, a suspensão dos agendamentos encerraria amanhã, mas a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) decidiu normalizar as coletas e agendamentos de exames laboratoriais ainda hoje.

A suspensão de um dia se deu porque o Centro de Apoio a Diagnóstico (CAD) mudou de endereço. Com isso, os serviços de agendamento dos exames tiveram que ser paralisados.

Segundo a prefeitura, o CAD é responsável pelo processamento dos exames coletados nas unidades básicas de saúde de Rio Branco. O novo centro vai funcionar na Rua Gavião, nº 296, no Conjunto Adalberto Sena.

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas