Conecte-se agora

Duarte: Gladson tenta pressionar deputados para aprovar Reforma com desculpa de calamidade

Publicado

em

O deputado Roberto Duarte (MDB) se manifestou na tarde desta quarta-feira, 13, após o governador Gladson Cameli afirmar em entrevista ao ac24horas que irá decretar estado de calamidade financeira após o Tesouro Nacional suspender as tratativas de renegociação da dívida do Estado sob o argumento de que a Reforma da Previdência do Estado não teria sido aprovada.

“Fico incomodado ao ver o Governador do Estado do Acre falando para a imprensa que a renegociação da dívida do Acre, já autorizada pela Assembleia Legislativa, não ocorrerá este ano, devido a Reforma da Previdência Estadual ainda não ter sido aprovada. Afirmo que esse comentário não condiz com a verdade e, complemento afirmando que o real motivo é que a Secretaria do Tesouro Nacional/Ministério da Fazenda não autorizou a renegociação ainda, devido a falta da expedição de uma normativa para os Bancos poderem contratar. O que poderá ocorrer antes do término deste ano ou no início do ano que vem”, explicou o parlamentar do MDB.

Para Duarte, Gladson não mede as consequências ao declarar que no caso de a reforma da previdência estadual não ser aprovada, a única saída é a intervenção federal. “No meu entendimento, é mais uma forma de tentar pressionar os deputados e o povo do Acre pela aprovação de uma reforma que está sendo discutida ponto a ponto com as categorias de servidores públicos, até chegarmos a um consenso. O governador nem ao menos conhece as consequências de uma intervenção federal e isso acaba gerando uma insegurança jurídica, política e social”, enfatizou.

Em seu posicionamento, o emedebista ainda alfinetou o governador afirmando que “quem reduz o ICMS da aviação de 25% para 3% não parece está próximo de uma calamidade financeira”.

Propaganda

Acre

Oferta de vagas do Atacadão na internet é falsa e pode ser golpe

Publicado

em

Tem se espalhado em grupos de Whatsapp ofertas de empregos no Atacadão.

Segundo a publicação, em janeiro deste ano a empresa inaugura um novo empreendimento e estão disponíveis 487 vagas em diversos setores, mesmo sem experiência.

Há um espaço para que o candidato preencha com o nome, cidade, e-mail, grau de escolaridade, selecione o setor onde pretende trabalhar e ainda a disponibilidade de horário.

Depois de preencher os dados, aparece uma imagem com as vagas disponíveis. Mas o que chama a atenção é que mensagem diz para o preenchimento de todas as vagas e antes de ser redirecionado para uma entrevista é preciso compartilhar o anúncio com cinco amigos ou cinco grupos.

O ac24horas entrou em contato com o Atacadão em Rio Branco e confirmou que se trata de uma informação falsa. A empresa garantiu que no momento não tem planos de expandir sua rede em Rio Branco e que essa não é a forma que realiza as contratações.

 

Continuar lendo

Acre

TCE condena Marcinho Miranda a devolver mais de R$ 500 mil

Publicado

em

O ex-prefeito de Xapuri, Marcio Pereira Miranda, mais conhecido como “Marcinho Miranda”, foi condenado nesta terça-feira (21) pelo Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE) a devolver mais de R$ 500 mil em decorrência de prestações de contas irregulares.

A decisão foi publicada no Diário Oficial do TCE.

Segundo o TCE, ocorreu divergência do saldo de caixa para o exercício seguinte de R$ 438.031,47, o que ocasionou em incorreções nos lançamentos contábeis e a não comprovação de saldo para exercício seguinte.

O órgão decidiu por condenar Marcinho, a devolução aos cofres da municipalidade o valor de R$ 519.475,95 e ao pagamento de multa no valor de R$ 50 mil correspondente a 10% do total a ser devolvido.

Por fim, o TCE determinou ao atual prefeito de Xapuri, Ubiracy Vasconcelos, a recondução imediata dos valores da despesa de pessoal aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas