Conecte-se agora

Prouni 2020: instituições de ensino superior já podem aderir ao programa 

Publicado

em

Universidades não conveniadas têm prazo mais curto, confira

Instituições de ensino superior têm até o dia 25 de novembro para manifestar interesse em ofertar vagas por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni) referente ao primeiro semestre de 2020. O prazo teve início na última quinta-feira, e para as universidades que ainda não participam do programa podem aderir até o dia 14. Neste ano, o Prouni disponibilizou cerca de 244 mil bolsas de estudo no primeiro semestre e 169 mil no segundo. Mais de mil instituições costumam firmar contrato com o programa para oferta do benefício semestralmente. Atenção: a emissão de termos de adesão e aditivo ao processo seletivo está disponível na Página do Participante.

Sobre o Prouni 

Para concorrer às bolsas do Prouni é necessário se encaixar no perfil estabelecido pelo Ministério da Educação. Os critérios envolvem desde renda do grupo familiar até notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Confira abaixo:

– ter feito o Enem do ano anterior ao da abertura de inscrições;

– ter média mínima de 450 pontos nas provas objetivas do Enem;

– obter nota maior que zero na redação do Enem;

– ter renda familiar máxima de três salários mínimos por pessoa;

– ter estudando o ensino médio em escola pública, ou;

– ter estudado o ensino médio em escola particular com bolsa integral.

Curiosidade: o programa também atende pessoas com deficiência e professores de escolas públicas no exercício do magistério.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil 

Propaganda

Cotidiano

Energisa terá que implantar 24 mil novas ligações rurais até 2022 no Acre, determina Aneel

Publicado

em

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou a revisão do plano de universalização rural da Energisa no Estado do Acre, que deverá ser concluída em três anos.

O plano prevê a instalação de 24.074 novas ligações entre 2019 e 2022, das quais 9.276 serão ligações convencionais e 14.798 sistemas de geração para atendimento a consumidores de localidades isoladas.

As novas ligações serão feitas em 22 municípios ainda não universalizados na área rural, com prioridade para escolas, postos de saúde e poços de água comunitários. O programa de universalização do serviço será custeado com 75% de recursos da Conta de Desenvolvimento Energético para extensão da rede convencional e 90% da CDE para as ligações com sistemas de geração distribuída. O restante dos investimentos será feito pela concessionária.

Continuar lendo

Acre 01

Meire quer programa para cuidados de pessoas com Fibromialgia e exames para trombofilia

Publicado

em

A deputada estadual Meire Serafim (MDB) apresentou dois projetos de Lei na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) nesta terça-feira, 10, que ampara pacientes com Fibromialgia e trombofilia. O primeiro busca criar o Programa Estadual de Cuidados para Pessoas com Fibromialgia. O outro pretende dar o direito à realização de exame para detectar trombofilia, precedente à prescrição de anticoncepcional.

Segundo a parlamentar, o programa de apoio a pacientes com Fibromialgia irá “oferecer serviços para o diagnóstico e tratamento da fibromialgia, melhorando a qualidade de vida das pessoas com a doença”. A ideia é ampliar o acesso das pessoas que sofrem com a doença, qualificando o atendimento no SUS, para esse grupo.

Com o programa, equipes de saúde, familiares e toda a rede de convivência da pessoa com fibromialgia receberiam capacitações através de atividades de Educação Permanente.

“Visamos a garantia de acesso e de qualidade dos serviços, ofertando cuidado integral e assistência multiprofissional, sob a lógica interdisciplinar, com
os atendimentos: Reumatologista; Psicólogo; Fisioterapeuta e Assistente social”, afirmou a deputada.

A deputada alertou que a dor da fibromialgia é real e não se deve pensar que o paciente está manifestando um problema psicológico através da dor. “Pela sua magnitude, transcendência e por representar uma importante causa de perda de capacidade laboral, a Fibromialgia merece ter acompanhamento, prevenção e tratamento”.

Já o projeto que abrange a trombofilia, pretende fazer um histórico pessoal ou familiar de tromboembolismo venoso, com a criação de “mecanismos de concepção, implementação, monitoramento e avaliação das políticas, estratégias e meios de prevenção, cuidados para garantir a efetivação desta Lei, através de parcerias com órgãos estatais e instituições privadas”, explica Serafim.

Segundo a parlamentar, o objetivo é diminuir os casos de tromboembolismo decorrentes do uso de anticoncepcionais femininos no Acre. “Nesse contexto, o projeto visa fazer com que, todas as prescrições de anticoncepcionais femininos por médicos no Estado do Acre sejam, obrigatoriamente, precedidas de exames para a detecção de trombofilia”, afirma Meire.

Sobre a Trombofilia

É uma predisposição para desenvolver trombose, causada por defeitos na coagulação do sangue, que favorecem a formação de coágulos (trombos). A doença não pode ser hereditária ou adquirida, sendo a primeira causada por fatores genéticos, e a última por consequências de outras condições clínicas.

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.