Conecte-se agora

Acre cresce no Índice de Oportunidades da Educação 2019 e passa média nacional

Publicado

em

O Acre cresceu 0,2 pontos no Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB) em 2019 na comparação com 2017. Naquele ano, o Acre ganhou nota 4,6 e em 2019, 4,8. Em 2015 a nota foi 4,2, o que mostra que a educação do Estado segue há cinco anos em trajetória crescente nesse indicador.

A média nacional é 4,7. Assim, o Acre conseguiu, pela 1ª vez na série histórica, ultrapassar a pontuação média obtida pelos Estados.

O IOEB é único para cada território, seja município, estado ou Distrito Federal e que engloba toda a educação básica, da educação infantil ao ensino médio, de todas as redes existentes no local, bem como todos os moradores locais em idade escolar, e não apenas os que estão efetivamente na escola.

O IOEB oferece os dados sobre a qualidade do ecossistema da educação para crianças e jovens de uma determinada localidade. A nota vai até 10.

Rio Branco obteve nota 5,2, o que ajudou a elevar a média do Estado. Para efeito de comparação, Assis Brasil ganhou nota 4,0, abaixo, portanto, da média estadual. Esse município perdeu 1 ponto entre 2017 e 2019.

Santa Rosa do Purus teve nota 3,2 e Cruzeiro do Sul, 4,7. O indicador foi criado por grupo de pesquisadores e recentemente assumido pela Comunidade Educativa (CEDAC), que é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público que trabalha desde 1997 pela melhoria das condições de aprendizagem nas redes públicas. Nesses 21 anos de história, já atuou em 24 dos 27 Estados brasileiros.

O texto está aberto às observações dos segmentos interessados nos indicadores educacionais.

Anúncios

Cotidiano

Procon orienta consumidores acreanos sobre compras na Black Friday

Publicado

em

Uma data que ganha destaque a cada ano calendário dos consumidores brasileiro é a Black Friday. Criada nos Estados Unidos, a última sexta-feira do mês de novembro, se popularizou pelos oferecimentos de descontos em produtos e serviços.

Com menos de um mês para a sua realização, que acontecerá no próximo dia 27, o Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Acre (Procon/AC) compartilha algumas orientações para serem realizadas antes de realizar as compras.

Inicialmente, os consumidores devem começar a pesquisar sobre os produtos ou serviços de seus interesses, analisando as suas características, funções e principalmente, verificando o preço que está sendo praticado atualmente no mercado.

“Para acompanhar a evolução dos valores, os clientes podem registrar imagens, vídeos ou até fazer printscreen de sites ou redes sociais que contenham os preços ofertados pelos estabelecimentos. Assim, os consumidores poderão comparar os valores, antes e durante a Black Friday, ou até mesmo comprovar eventuais falsas promoções ou publicidades enganosas”, destaca o diretor-presidente do Procon/AC, Diego Rodrigues.

Outras medidas que devem ser adotadas são as verificações sobre o CNPJ das empresas, se as mesmas possuem endereços físicos e telefones fixos. Também é válido buscar referências de outros compradores, além de consultar se as lojas possuem reclamações em sites que divulgam as reputações dos fornecedores perante aos consumidores, como o portal; www.reclameaqui.com.br

“Caso os preços dos produtos desejados estejam muito abaixo da média de mercado, o recomendável não efetuar as compras. Pois há possibilidades que essas mercadorias não sejam originais, ou até mesmo, que o estabelecimento em questão, seja um mecanismo para efetuar golpes”, relata o gestor.

As restrições oriundas da pandemia do coronavírus, determinou que muitas compras, anteriormente feitas em ambientes físicos, também se expandissem para mecanismos virtuais. Mesmo com esta nova opção de adquirir produtos ou serviços, os consumidores devem estar atentos a possíveis fraudes, perante tantas ofertas.

“Evitem realizar compras utilizando links enviados por desconhecidos para e-mails ou grupos de WhatsApp, Facebook, Instagram e demais redes sociais. Acesse os canais de vendas das empresas, diretamente pelo navegador de internet do seu computador ou celular”, orienta o chefe de fiscalização do Procon/AC, Rommel Queiroz.

Antes de concluir as compras, seja elas em lojas físicas ou virtuais, os consumidores devem verificara os procedimentos para trocas ou devoluções. Caso esses direitos sejam acertados previamente com os fornecedores, os clientes devem exigir os registros dessas garantias por escrito, junto com as emissões das notas fiscais.

Compras presenciais

Neste período pandêmico, as lojas físicas devem cumprir as normas de higiene contidas nos protocolos emitidos pela prefeituras, setores da saúde e vigilância sanitária.

É obrigatório o uso de máscara facial para vendedores e clientes, oferta de álcool em gel e a efetivação do distanciamento no interior dos estabelecimentos.

“A pandemia ainda continua e todos os procedimentos de seguranças devem ser oferecidos pelos fornecedores. Em contrapartida, os consumidores devem respeitar os todos os procedimentos e seguir as demarcações utilizadas para formações de filas e utilizações de acentos”, comenta o agente fiscal.

Denúncias

Os consumidores que detectarem possíveis irregularidades podem efetuar suas denúncias para os contatos telefônicos do Procon/AC; (68) 3223-7000 ou 151 de segunda a sexta-feira, das 8 às 13 horas, pelo e-mail: procon.acre@ac.gov.br ou acessando o site: www.consumidor.gov.br

Para atendimentos presenciais, os consumidores deverão ligar para o número 3215-2447 e agendar um horário para utilizarem os serviços do Procon/AC no guichê da Central de Serviços Públicos de Rio Branco (OCA).

Os moradores de cidades que não possuem uma representação física do Procon/AC, também podem efetuar suas reclamações ou denúncias no Ministério Público ou na Defensoria Pública do município.

Com informações da assessoria do Procon/Acre.

Continuar lendo

Cotidiano

Unidades de Saúde têm expediente corrido no feriadão em Rio Branco

Publicado

em

As Unidades de Referência de Atenção Primária (URAPs) Rosângela Pimentel, no Calafate, e Cláudia Vitorino (Taquari) funcionarão nesta sexta-feira, 30 de outubro, com expediente corrido das 7h às 13h.

Já no sábado, 31, domingo, 1, e segunda-feira, 2, Dia de Finados, as URAPs estarão fechadas.

As URAPs Roney Meireles, localizada no Conjunto Adalberto Sena, e a Augusto Hidalgo de Lima, no Palheiral, estarão fechadas dia 30, mas com expediente corrido, das 7h às 13h, no sábado, 31/10, e fechadas no domingo e no feriado de segunda-feira.

A prefeitura ressaltou que o atendimento ao público será retomado apenas na próxima terça-feira, 3 de novembro.

(Assessoria)

Continuar lendo

Cotidiano

Funai divulga edital de cadastro de reserva para estudantes de nível médio e superior

Publicado

em

A Fundação Nacional do Índio (Funai) publicou nesta quarta-feira (28) edital para cadastro de reserva de estagiários de nível médio e superior em suas unidades espalhadas pelo País. Os candidatos tem de ser estudantes.

As inscrições serão realizadas gratuita e exclusivamente no site da Super Estágios por meio do sítio eletrônico www.superestagios.com.br. Além de outras ajudas, a jornada de 4h diárias e 20h semanais terá direito à bolsa estágio no valor de R$ 787,98 para nível superior e nível médio R$ 486,05.

Para o Acre, o edital informa que o cadastro de reserva estará aberto a técnicos em informática, administração, gestão pública, recursos humanos, secretariado executivo e direito, os quais, se chamados atuarão em unidades de Rio Branco, Cruzeiro do Sul e na Frente de Proteção Etnoambiental Envira.

O estágio visa proporcionar a complementação do ensino e aprendizagem dos alunos vinculados a instituições públicas e privadas, constituindo-se em instrumento de integração em termos de aperfeiçoamento técnico, cultural, científico e de relacionamento humano.

Acesso edital: https://www.in.gov.br/web/dou/-/edital-n-2/dages/2020/seagap/cggp/dages-funai-285421710

Continuar lendo

Cotidiano

No Acre, dois médicos morreram atuando na linha de frente da Covid-19

Publicado

em

Ao longo desta pandemia da Covid-19, 375 médicos morreram em todos os Estados em atuação desde que a doença chegou ao Brasil. Para homenagear esses médicos e médicas, que partiram de forma abrupta, deixando familiares, amigos e pacientes órfãos, o Conselho Federal de Medicina (CFM) criou um memorial virtual que ao mesmo tempo faz uma homenagem a essas trajetórias e dimensiona as perdas causadas pela doença nesse segmento específico.

No Acre, o memorial lembra que foram dois os médicos mortos pela doença.

Vários desses profissionais foram contaminados atuando na linha de frente contra o novo coronavírus. Independentemente de onde houve o contágio, todos cumpriram em vida a nobre função de oferecer cuidados que aliviam o sofrimento e podem levar à cura. Mais do que números, eles eram homens e mulheres que expressaram em cada dia de existência seu amor pela profissão.

O trabalho realizado ao longo dos últimos meses, com base em informações repassadas por conselhos regionais de medicina, sindicatos médicos, sociedades de especialidades, secretarias estaduais e municipais de saúde e publicados pela imprensa, registra esse momento ímpar da história da medicina no Brasil e resgata o elemento humano daqueles que partiram.

No memorial, eles não são tratados como números, mas como donos de trajetórias ímpares, relatando um pouco de suas caminhadas. “Esta é uma homenagem do CFM e dos Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) para eternizar àqueles que dedicaram sua vida aos outros. Por trás das máscaras e do equipamento de proteção existiam mais do que grandes médicos, existiam pessoas de uma coragem tão enorme quanto sua vontade de ajudar”, cita a mensagem de abertura.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas