Conecte-se agora

Uma aposta pessoal 

Publicado

em

A escolha do dentista Alysson Bestene  para comandar a Saúde começa com um ponto positivo: não foi respaldada ou indicada por nenhum grupo político. Foi uma decisão pessoal do governador Gladson Cameli. A mistura de Saúde e política leva qualquer gestor para o buraco. Nesta segunda passagem pelo órgão o Alysson leva a vantagem de já conhecer como funciona o sistema e quais são os gargalos. Pode então começar, por exemplo, acabando com a cena de doentes deitados pelos corredores do Pronto Socorro, quadro dantesco e marca registrada do governo passado, e que nada mudou no atual. O governador disse a este BLOG, quando anunciou que o nomearia, que dinheiro em caixa tem para colocar o sistema nos eixos. Não se pode também cobrar do novo secretário que já nos primeiros dias resolva problemas crônicos, mas tem que procurar ser célere na solução de problemas básicos como falta de médicos e de medicamentos. Não dá mais para se ouvir a reclamação que não se encontra médicos nas unidades de Saúde. Quem não quiser cumprir o horário estabelecido nos contratos, que peça as contas ou então seja demitido. Não dá para contemporizar. Vamos aguardar os resultados. A cota de erros deste governo já chegou ao seu limite na Saúde.

PELO MENOS CONVERSA

O Alysson já chega ao cargo com uma imagem diferente da antecessora, médica Mônica Feres, que não falava com ninguém. É um moço do diálogo, sempre solicito com pedidos de informações à imprensa, e se procurar ser um gestor humano e rigoroso, pode dar certo.

INDEPENDENTE DE PARTIDO

Não importa qual a ideologia deste governo, se der certo na Saúde, ganha a coletividade.

NOME DE QUALIDADE

Não sei se o governador vai colocar em prática o que prometeu, de integrar o médico Carlos Beirute, na equipe do novo secretário. Se colocar, acerta pelo conhecimento do profissional.

QUANTA BESTEIRA!

Guerra tosca e sem sentido travam na rede social os defensores do Lula e do Bolsonaro, com agressões mútuas, em torno de algo que as suas opiniões não mudarão em nada o panorama.

NÃO FOI ABSOLVIDO

E fazem uma confusão dos diabos. O Lula não foi absolvido, continua condenado. E inelegível para 2022, por causa da Lei da Ficha Limpa. E já tinha direito de cumprir a pena em liberdade antes da decisão do STF. É bobagem: quem é Lula ou Bolsonaro, não vai mudar. Infantilidade pensar que ficar praguejando contra ambos, modificará as cabeças de seus eleitores. 

INFLUÊNCIA ZERO

A soltura do Lula tem influência zero na eleição municipal, no Acre. Nem no auge do seu governo conseguia ser mais votado no Estado.  A disputa das prefeituras é algo paroquial.

ALIANÇA FECHADA

O grupo da deputada federal Vanda Milani (SD) fechou acordo e apoiará em Senador Guiomard a candidatura do vereador Gilson da Funerária para prefeito. A informação foi passada a este BLOG pelo presidente do SD, Israel Milani. Um apoio importante ao Gilson.

MELHOR POSTURA

O governador Gladson Cameli declarou recentemente de que não tem compromisso de apoiar até aqui nenhum candidato a prefeito na capital. Como haverá mais de um candidato do seu campo político disputando a PMRB, o mais sensato seria a neutralidade no primeiro turno.

NÃO APOSTARIA

Mas se perguntarem se acredito que o Gladson ficará neutro na eleição de Rio Branco, no primeiro turno, não demoraria a dizer que, não creio. Até pela sua ânsia em decidir as coisas.

 VERSÃO DA OPOSIÇÃO

A oposição não concorda de que o deputado Géhlen Diniz (PROGRESSISTAS) foi um conciliador nesta questão do projeto da Previdência estadual. Argumentam que foi incendiário e que o projeto não foi votado na marra como queria, porque havia dissidências na base governista.

DISCORDO DA TESE

Discordo totalmente da visão do governador Gladson Cameli de que pode acabar surgindo um nome alternativo forte na disputa da prefeitura de Cruzeiro do Sul. A disputa não vai sair da polarização entre os grupos do prefeito Ilderlei Cordeiro e do ex-prefeito Vagner Sales.

O OUTRO LADO

Como emiti uma opinião de que a oposição não conseguiu ser protagonista até o final acerca das discussões do projeto da Previdência do Estado, e saiu perdendo, não posso deixar de dar o outro lado da versão, porque no BLOG o contraditório é sagrado. “Se há alguém derrotado neste processo são os servidores que estão perdendo direitos conquistados durante anos de dedicação à vida pública”. Opinião enviada pelo deputado Jenilson Lopes (PSB).

TEXTO LONGO

Como o texto era muito longo para este BLOG, com espaço padrão, registrei o essencial.

POR CONTA DAS PAIXÕES

O resto fica por conta das paixões políticas e de opiniões que são emitidas longe da razão. 

NÃO APOSTEM CONTRA

Quem apostar que deputada federal Vanda Milani (SD) está blefando com este seu anúncio de que será candidata a prefeita de Rio Branco, vai perder. Sua candidatura à PMRB é irreversível.

NÃO JOGARIA UMA FICHA

Pelo que escuto nos bastidores nesta terra de muro baixo de Rio Branco, não jogaria uma ficha na aliança entre a prefeita Socorro Neri e o PT, caso esta dispute a reeleição. Primeiro foi a declaração deselegante sobre ela pelo ex-senador Jorge Viana e agora a declaração do Carioca. São peças que vão se juntando no público, sem falar das conversas internas.

FAZENDO BONITO

Enquanto seu lobo não vem a prefeita Socorro Neri vai comendo o mingau quente pelas beiradas. Com a inauguração da Unidade Básica de Saúde do Aeroporto Velho, garantiu 100% de cobertura atenção básica na região da Baixada, que tem em torno de 120 mil moradores.

POR QUE NÃO TE CALAS, CARIOCA?

Foi-se o tempo que o Nepomuceno Carioca era o grande bruxo do PT. Era uma heresia no meio petista lhe questionar. Foi sair do poder e não apita mais nada. Sobre sua declaração de que o PT terá candidato próprio à PMRB, o presidente do PT, Cesário Braga, hoje o dono da bola, sapecou: “O Carioca não fala pelo PT, essa é mais uma opinião individual como tantas outras no PT que permeiam esse debate de 2020”. Só faltou dizer: por que não te calas, Carioca?

ROLANDO LERO

Coloca ainda o presidente do PT, Cesário Braga, em comentário a este BLOG, de que: “a posição do PT do Acre permanece a mesma! Sobre Rio Branco somos base da prefeita e o debate sobre 2020 só em 2020”. Cá entre nós: o PT está dando uma de Rolando Lero na cabeça da prefeita Socorro.  Conheço figuras importantes do PT na mesma tese do Carioca.

ACREDITAR EM PAPAI NOEL

A prefeita Socorro crer que na cúpula do PT os ventos da opinião sopram ao seu favor é acreditar em Papai Noel. Ao contrário do que eu pensava, o PT deve ir de candidato próprio.

NOME SURPRESA

Um nome surpresa pode ser anunciado ainda nesta segunda para compor a equipe do governador Gladson Cameli. O nome pode suscitar debates, mas é uma boa escolha.

QUAL É A CREDIBILIDADE?

Qual é a credibilidade que pode ter uma composição do STF que muda de interpretação sobre um mesmo caso em duas votações distintas. Depois reclamam que não são respeitados.

RESTRITO AO GRUPINHO

Se o PT ainda estivesse no poder no Acre, por certo a comemoração da soltura do Lula tinha lotado a frente do Palácio Rio Branco, com gente disputando espaço. Com a derrota os “aliados” sumiram, por isso só aquele grupinho ideológico apareceu para gritar vivas ao Lula.

VOTO ALTERNATIVO

O MDB, com esta aliança com o PL deve procurar garimpar o chamado voto alternativo. Uma chapa com Roberto Duarte (MDB) para prefeito e Fagner Calegário (PL) de vice tem este perfil.

FORA DE COGITAÇÃO

É fora de cogitação que esta chapa venha conquistar o apoio governador Gladson Cameli.

FRASE DO DIA

“Há governantes que não levam em conta a realidade; por sua vez, a realidade não leva em conta os governantes”. Marx

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas