Conecte-se agora

Muita zoada para nenhum resultado

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

O bloco da oposição, formado pelos deputados Jenilson Lopes (PSB), Edvaldo Magalhães (PCdoB), Daniel Zen (PT) e Roberto Duarte (MDB) e com a ajuda do presidente do PT, Cesário Braga (PT), que formavam ontem a “tropa de choque” contra o projeto da Previdência do governo está comemorando uma vitória que não existiu. O fato de não votar a matéria ontem, para os que não acompanham os bastidores, foi uma estratégia inteligente do presidente da ALEAC, deputado Nicolau Junior (PROGRESSISTAS), afinada num consenso com a base do governo. Abriram espaço de uma sessão inteira para a discussão do projeto, visando quebrar a espinha dorsal do discurso da oposição de que o projeto seria votado sem conhecimento das categorias que representam os servidores do Estado. O adiamento ficou longe de ser uma conquista dos oposicionistas. O certo é que está decidido pela base governista na ALEAC que o projeto vai agora para a pauta de votação. E restará o protesto dos que são contra. Em uma reunião ontem depois de todos os acontecimentos a definição de se votar hoje está deliberada. Os deputados que apoiam o Gladson são majoritários para dar uma ampla vitória ao governo. A oposição pode emplacar no máximo cinco dos 24 votos da ALEAC.

 AMPLA MAIORIA

É jogo de cena a afirmação do “Rei da Lábia” – deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), de que existem defecções de quatro deputados da base de não votar a favor. O único que manifestou desconforto devido á diretriz do seu partido foi o deputado Tchê (PDT), mas acabará votando.

PENSA QUE ENROLA

Um deputado da base do governo fez ontem um comentário jocoso sobre o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB): “Crica, ele pensa que leva a gente no papo, mas sua ladainha entra por um ouvido e sai no outro. “Vamos bem votar contra para encher sua bola”, disse com ironia.

NÃO SE VIU A VALENTIA

O governo passado subiu o desconto previdenciário e não se viu nenhum deputado da época protestando com microfone em punho. Na ocasião, o hoje ativo deputado Jenilson Lopes (PSB) não fez o carnaval que fez no protesto de ontem. E olhe que agora não haverá novo aumento.

OBSERVAÇÃO DE BASTIDORES

Em toda a confusão que se formou ontem na ALEAC, deu para fazer uma observação de bastidores, pela primeira vez desde o início da administração Gladson Cameli a base do governo não está titubeante na tomada de posição em votar matéria polêmica, ficou coesa.

PULOU A FOGUEIRA

O deputado Fagner Calegário (PR) pulou a fogueira da acusação de compra de votos que respondia no Tribunal Regional Eleitoral, sendo absolvido. Comemorou muito o livramento.

COMENTÁRIO DE BASTIDOR

Estava ao lado de dois deputados da base do governo quando passou com ar de zangado o deputado Roberto Duarte (MDB), da “tropa de choque da oposição”: “o Duarte está muito enganado com a cor da chita, ao pensar que este pessoal vai votar nele para prefeito”.

INFORMAÇÃO SEGURA

Este BLOG tem informação segura de que o deputado Jenilson Lopes (PSB) vai assumir a presidência do diretório municipal para comandar a eleição. Segundo a fonte, Jenilson pretende fazer uma engenharia para dar à candidatura da Socorro perfil do novo e moderno. 

NÃO VOU ME ADMIRAR

Caso a Socorro Neri decida sair para a reeleição não vou me admirar nem um pouco se a sua chapa não tiver ninguém do PT ou PCdoB como vice, com a indicação sendo de outro partido.

NADA DECIDIDO

Tudo que se comentar no momento como se dará uma composição de aliados numa hipotética chapa de apoio à reeleição da prefeita Socorro Neri, fica no campo das naturais especulações políticas, mesmo porque ela tem se fechado em copas. Oficial, só quando ela se pronunciar., 

PEGANDO VENTO

As denúncias de abuso contra moradores da Reserva “Chico Mendes” levaram a deputada federal Vanda Milani (SD) a propor uma Audiência Pública ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, para apurar denúncias feitas por colonos contra os fiscais do ICMBIO.

DIREITO ADQUIRIDO

Vanda Milani defende que os moradores da Reserva antes da sua demarcação tenham os seus direitos adquiridos e não possam ser enquadrados dentro da legislação criada para a RESEX.

PAUTA DA BANCADA FEDERAL

A pauta proposta foi endossada pelos senadores Sérgio Petecão (PSD), Mailza Gomes (PROGRESSISTAS), Márcio Bittar (MDB),Jesus Sérgio (PDT),  deputados Alan Rick (DEM), Mara Rocha (PSDB).

RÉGUA DA LEALDADE

Conversei ontem com uma fonte importante do governo e este disse ao BLOG DO CRICA de que, está será a grande oportunidade para se saber de uma vez por toda na base governista na ALEAC, quem é leal ao governador Gladson Cameli e os que querem só participar do poder sem os ônus

MOTE QUE QUERIAM

O movimento não nasceu de um partido político, mas de sindicalistas. Mas no momento em que o presidente do PT, Cesário Braga, apareceu em todos os confrontos, forçando a sua entrada no plenário, deu aos deputados do governo o mote de dizer ser “coisa do PT”.

NÃO É MILITANTE COMUM

O Cesário Braga sempre foi um militante da linha de frente do PT, em todos os movimentos em que o partido participou. Mas esqueceu de que, ele é hoje o presidente de um partido grande como o PT, e que por isso jamais deveria atuar como se fosse um membro radical.

NÃO VEJO COMO NADA ANORMAL

O fato dos sindicalistas terem ido á ALEAC protestar contra o projeto do governo acho extremamente natural, estavam defendendo o que acham que pode prejudicar as suas carreiras. Isso não obriga a que os deputados tenham que ouvir seus apelos e votar contra.

MUITO PONDERADA

Ao contrário de alas radicais que não queriam o diálogo, mas a retirada do projeto de pauta, a presidente do SINTEAC, Rosana Nascimento, defendeu os seus argumentos na tribuna de uma maneira polida, colocando os seus pontos de visto. Democracia é ouvir os lados diversos.

ABRINDO O JOGO

Deixando de lado os momentos mais tensos do dia de ontem na ALEAC, a explanação do diretor do ACREPREVIDÊNCIA, Francisco Assis, com todos os detalhes da caótica situação financeira do órgão foi o ponto alto dos debates, não deixou dúvida: se mudanças não acontecerem vai chegar a hora do governo não ter como pagar pensionistas e aposentados.

QUESTÃO É TÉCNICA

Nenhuma discussão sobre o ACREPREVIDÊNCIA pode ser travada no campo político, porque o problema é técnico. Foi exatamente por no passado ter acontecido ingerência política nos seus recursos é que órgão é hoje deficitário. Por isso só resta ao governo propor mudanças.

PESQUISA EM CAMPO

Pesquisadores da FIOCRUZ estão no Parque Ambiental do Chandless para estudar doenças em pequenos mamíferos e que possa ser transmitidas ao ser humano. O secretário do Meio Ambiente, Israel Milani, esteve no local para reforçar o apoio da SEMA ao projeto de investigação zoológica e epidemiológica.

VAMOS VER A PRÁTICA

Com a saída do Coronel Ezequiel Bino do comando da PM, se for mesmo para o seu lugar o coronel Ulysses Araújo, este terá a oportunidade de provar na prática as promessas feitas na sua campanha ao governo de que tinha como resolver os problemas da violência, principalmente, na capital. Ulysses foi um crítico duro à fracassada ação do governo passado.

SUCESSÃO DE DERROTAS

Com o anúncio feito pelo vice-governador Rocha de que a ex-prefeita Toinha Vieira, será candidata a prefeita de Sena Madureira é um sinal claro de que o deputado Gerlen Diniz (PROGRESSISTAS) não vai para a disputa. O seu foco sempre foi ser deputado federal.

SUCESSÃO DE DERROTAS

Toinha vem de uma sucessão de derrotas nas últimas eleições. É uma mulher respeitável, mas perdeu muito da liderança que tinha, quando chegou a ser uma prefeita bem avaliada em Sena Madureira.

CANDIDATO A VEREADOR

O PTB está montando uma chapa competitiva para disputar vagas de vereador na Câmara Municipal de Rio Branco. Entre eles estará o bem conceituado Dr. Jeferson, primeiro suplente de deputado estadual e que já foi primeiro suplente de vereador na capital. É de qualidade.

FRASE DO DIA 

“Não há nada que proporcione maior vantagem a uma pessoa do que permanecer sempre calma e serena diante de todas as circunstâncias”. Thomas Jefferson, ex-presidente dos EUA.

Propaganda

Blog do Crica

Ninguém poderá lhe acusar de intolerante

Publicado

em

Nesta questão do tumultuado projeto com reformas previdenciárias que o governo enviou à Assembléia Legislativa, a ser votado no próximo dia 26, nenhum dos adversários da PEC, sejam sindicalistas ou deputados da oposição poderá lhe acusar de ter sido radical ou intolerante. O presidente da ALEAC, deputado Nicolau Junior (PROGRESSISTAS), tem adotado uma postura de tolerância e diálogo. Abriu as portas do parlamento aos sindicalistas para fazer o contraponto ao projeto. Deixou as discussões irem à exaustão. Mas chegou ao momento quem tem de colocar a matéria em votação. O que tinha de ser discutido já foi. Não há mais como retardar

CARTÃO DE VISITAS
Três execuções, dois baleados, arrastão em ônibus, arrastão numa escola, foi o cartão de visitas que o novo comandante da PM, Coronel Ulisses Araújo, recebeu da bandidagem.

UM DIFERENCIAL
No governo passado, na cena mais cômica já presenciada, foram oferecidos apitos á população para apitar em casos de perigo de assalto. Neste governo foram entregues 120 novas viaturas.

É O QUE SE ESPERA
Deixando a comparação, o que a população, principalmente, da capital, espera é que com o apoio que estão tendo os gestores da Segurança, é que sejam mais presentes nos bairros.

APOIO MANIFESTADO
No programa “Boa Conversa” – que apresentamos no ac24horas, com o colega Astério Moreira – a deputada federal Vanda Milani (SD) fez uma declaração surpresa, que mexe o Alto Acre: pode apoiar em Brasiléia a reeleição da prefeita Fernanda Hassem, mesmo sendo do PT.

RESTA SABER SE ELA ACEITA
Como o principal cabeça do SOLIDARIEDADE hoje em Brasiléia é o ex-prefeito Everaldo Gomes, com sérios problemas na justiça, isso implicaria em tê-lo no palanque da prefeita Fernanda.

FONTE NÃO SE REVELA
Caso a Promotora Rita Cássia entre na lista a ser enviada ao governo pelo MP, para ocupar a Procuradoria Geral do MP, ela tende a ser a escolhida. Contou ontem boa fonte do governo.

LOBY ATIVO
O BLOG tem informação de que há um lobby intenso dentro do governo, inclusive, familiar.

OU VOTA OU CAPITULA
Ao governo não resta outro caminho ao não ser votar a PEC da Reforma Previdenciária estadual, no dia 26, ou então banca o risco de não pagar os aposentados e pensionistas.

SERIA UMA DERROTA FRAGOROSA
O governo retirar o projeto seria uma vitória dos deputados de oposição, notadamente, Jenilson Lopes (PSB), Edvaldo Magalhães (PCdoB), Daniel Zen (PT) e Roberto Duarte (MDB).

VAMOS SER COERENTES
Justo o protesto dos moradores que tiveram ontem as casas alagadas com a chuva, mas não se pode debitar os problemas crônicos á prefeita Socorro Neri, com menos de um ano de gestão.

QUEM NÃO LEMBRA?
Quem não se lembra do ex-prefeito Marcus Alexandre posando para selfies em meio às ruas alagadas durante os sete anos da sua administração? São problemas antigos que se arrastam.

CUIDA DOS FILHOS
Não se pode culpar a prefeita Socorro Neri pelos alagamentos, mas isso não a exime de tomar providências. Ela ainda tem um ano na PMRB para buscar acabar com estes gargalos na cidade.

NÃO É VOZ ISOLADA
Leitor – deve ser petista – manda uma postagem, com o comentário: “Crica, se engana quem pensa que, o Carioca fala só quando diz que o PT terá candidato próprio a prefeito da capital”.

CONHEÇO OS MECANISMOS
Acompanhando como jornalista, conheço como funciona o debate interno no PT. A tendência dominante hoje dentro do PT é a DR- Democracia Radical, do qual o Carioca é um dos ícones. É a DR que dá o tom.

AOS VENCEDORES, AS BATATAS
A posição do ex-prefeito Marcus Alexandre é perfeita politicamente. Recolheu-se para emergir na hora certa e evitar ficando se desgastando em debates ocos. Aos vencedores, as batatas!

NÃO DEVE ENCARAR
É improvável que o Marcus volte a disputar o governo em 2022. Deve ter ficado escaldado em ter sido abandonado na reta final, sem um pau para dar no gato. E, com o PT no poder!

APOIO QUE PESA
Quando se diz que as coisas só vão acontecer na eleição municipal em 2020, é porque as peças não estão no tabuleiro. Para onde vai pender o apoio do deputado federal Alan Rick (DEM)?

SEM DIZER QUE É CANDIDATO
Sem dizer que é candidato, o deputado federal Alan Rick (DEM) teve 9% na última pesquisa.

TÁ BOM ASSIM!
Vão cobrar o engajamento dos jornalistas oficiais em altos cargos na administração, que não dão uma linha na defesa do governo nas crises. Cada um no seu quadrado. Está bom assim?

NADA DE PREFEITURA
Não é disputar a prefeitura de Sena Madureira e nem de Rio Branco. O foco do deputado Géhlen Diniz (PROGRESSISTAS) é tentar uma eleição a deputado federal na disputa de 2022.

VALE A RETA FINAL
A gestão de um prefeito só deve ser avaliada no último ano. O caso do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, é um exemplo: começou a gestão mal e se recuperou popularmente.

MUITO COMPETITIVO
O prefeito Ilderlei Cordeiro deve disputar a reeleição, no próximo ano, muito competitivo.

O DIFERENCIAL
O Ministro da Economia, Paulo Guedes, é o grande trunfo do governo Jair Bolsonaro, o seu diferencial. Ainda bem que os atrapalhados filhos do Bolsonaro não dão palpites nesta área.

OPÇÃO DE AFASTAMENTO
O senador Sérgio Petecão (PSD) não está brigado com o governador, apenas fez a opção de se manter distante do governo. Ninguém poderá lhe acusar de nada quando algo não der certo.

POSIÇÃO COERENTE
Um caminho parece estar traçado para 2020. O seu candidato a prefeito não deve ser o mesmo do governador. Se a prefeita Socorro Neri se filiar ao PSD, será a sua candidata.

CADA UM BUSQUE SEU ESPAÇO
E não se trata de nenhuma rebeldia do Petecão. Com o fim das famigeradas e imorais coligações proporcionais, os partidos têm que se fortalecer com candidaturas próprias.

TEMPO DADO
Ao não ser que aconteça algo explosivo, este BLOG vai dar um tempo nas críticas á SESACRE, para o secretário de Saúde, Alysson Bestene, provar que foi certa a sua recondução ao cargo.

QUADRO INTERESSANTE
A eleição para prefeitura de Senador Guiomard tende a ser equilibrada. Rosana Gomes, Branca Menezes, André Maia, Celso Ribeiro, Gilson da Funerária, são os nomes previstos na disputa.

NÃO SE VIU A BRAVURA
Quando o governo petista anterior aumentou a alíquota de contribuição previdenciária do servidor estadual, não se viu reação dos parlamentares; hoje oposição, nem dos sindicalistas. Os valentes sumiram!  O pau que hoje dá em Chico, deveria ter dado em Francisco.

QUESTÃO FECHADA
Parece ser questão fechada o governo votar dia 26 a PEC da reforma previdenciária, em que pese protestos de deputados de oposição e sindicatos. Digo, parece: mudam muito de opinião.

FATO QUE PESA
Um fato que pesa na direção do PT ter candidato próprio a prefeito da capital, é que os aliados da esquerda não querem seu apoio ostensivo, pelo desgaste, mas o apoio longe do palanque.

NÃO ACEITA
A direção do PT jamais bisará o episódio da eleição do Flaviano Melo para prefeito, quando ele impôs que o então prefeito Mauri Sérgio ficasse longe do seu palanque e este aceitou.

NUNCA DISSE
O senador Sérgio Petecão (PSD) nunca disse que disputará o governo em 2022 para enfrentar o atual governador. Ressalva sempre que disputará, caso este não dispute a reeleição.

FORA DA ALDEIA
Independente da decisão do PCdoB, o secretário municipal de Educação, Moisés Diniz, apoiará a reeleição da prefeita Socorro Neri caso esta dispute. Está afastado politicamente do PCdoB.

FRSE DO DIA
“Quando o rato e o gato se unem, o dono do armazém entra em falência.” Ditado iraniano.

Continuar lendo

Blog do Crica

Vencido o boicote de quatro anos

Publicado

em

Por quatro anos o deputado federal Alan Rick (DEM) -foto- tentou uma parceria com o governo passado para a reconstrução do Hospital João Câncio Fernandes, em Sena Madureira, para onde destinou uma emenda parlamentar de R$12,5 milhões, a serem aplicados na reconstrução da unidade, ampliação de leitos, e compra de equipamentos hospitalares. Como não era aliado político, nunca foi atendido e a parceria não foi concretizada. Para não perder os recursos o parlamentar teve até que recorrer ao MP. Foi preciso o Gladson Cameli chegar ao governo para que o sonho do começo da obra fosse concretizado, assinalou o parlamentar ao BLOG do CRICA. Com a assinatura do contrato com o governo estadual, enfim, a obra sairá. 

PROBLEMA DE CONFIANÇA
Imagino que o principal problema político da prefeita Socorro Neri deva ser a dúvida se poderá confiar em toda a plenitude numa campanha, no seu aliado (sic) mais forte: o PT. É conhecida a aversão de uma das principais figuras do partido à sua forma pessoal de conduzir a PMRB.

DEPÓSITO DE DERROTADOS
A prefeita Socorro Neri não é perdoada até hoje por figura importante do PT por não aceitar ser a sua marionete e não transformar a prefeitura num depósito de medalhões petistas que ficaram desempregados após a última derrota eleitoral. Aqui, o muro é baixo, tudo se sabe.

PCDOB TAMBÉM É QUEIXOSO
O PCdoB também não vê a Socorro Neri como aliada ideal. Até hoje suas lideranças lamentam o fato de sacar sem consultar a direção do partido, o ex-vereador Márcio Batista do comando da educação municipal. E isso fica bem claro nos papos de bastidores com os comunistas.

O COLETIVO VAI PARA AS CALENDAS
O fato de a prefeita Socorro Neri vir fazendo uma gestão séria; sem uma malandragem, sem cabides de emprego, aparecer nas avaliações nacionais como uma gestora exemplar, era para bastar a que os partidos de esquerda já a tivessem como a aliada ideal. Entenda este pessoal!

NÃO ME INTERESSA A IDEOLOGIA
Não me interessa a ideologia da Socorro. Não avalio um prefeito por este lado. Mas pela competência. E ela vem sendo uma boa prefeita. Ninguém diz que recebeu uma cidade destruída por buracos e teve de reconstruir. Não resolveu os problemas totais dos bairros; é verdade, mas mente o candidato que disser que vai resolver. Só os radicais não vêm suas ações nas ruas. Quem tem aliados como ela, não precisa de adversários políticos. Ora, pois!

ESQUECEM DE UM DETALHE
Nesta historieta de capítulos truncados estão esquecendo de que, ela não sendo candidata à reeleição estará no cargo de prefeita, comandando a máquina municipal, até o fim de 2020.

REAÇÃO EM CADEIA
E não se trata de direita, de esquerda, de comunista ou não comunista, a declaração de amor do Eduardo Bolsonaro a favor da volta do AI-5, um ato que suprimiu no Brasil as liberdades democráticas, resultaria; como resultou, numa reação de repulsa nacional contra seu ato.

CONSEGUINDO O QUE A ESQUERDA NÃO CONSEGUIU
Os filhos do presidente Jair Bolsonaro estão conseguindo com as suas declarações desastradas, contra a democracia, o que os partidos de esquerda não conseguiram na campanha, fazer fissuras no grupo de aliados que lhe apoiou. Dão pautas negativas constantes para a mídia.

NENHUMA VOZ CONTRÁRIA
Nenhuma voz se levantou lamentando a decisão do governador Gladson Cameli de trocar toda a equipe da SESACRE. Houve unanimidade de que agiu de forma correta. Aliás, demorou demais a usar a caneta de demissões. Ou demitia ou bisaria o fracasso do PT na Saúde.

SAÚDE E POLÍTICA: MISTURA EXPLOSIVA
O Gladson tem de pensar e repensar rápido num nome novo e competente para gerir o a SESACRE. Um nome sem ligação com grupos políticos. Política e Saúde não combinam. Alguém que seja da área e não chegue ao órgão para começar a conhecer o seu funcionamento.

POLÍTICA LONGE
Caso entregue a Saúde a grupos políticos, o Gladson Cameli voltará a ter problemas sérios.

HORA DE DAR A VOLTA POR CIMA
Estão chegando cem viaturas para a Secretaria de Segurança. Em breve teremos os policiais concursados engrossando os efetivos da PM e Polícia Civil. É hora dos que dirigem a Segurança darem a volta por cima, começando por diminuir o número alto de crimes contra o patrimônio.

É INCONCEBIVEL
Não se pode aceitar nunca como normal que a metade do efetivo da Polícia Militar esteja fora dos quartéis e à disposição de autoridades e políticos. Como é que se pode cobrar mais ação no combate à violência, quando as autoridades são as primeiras a não dar a sua colaboração?

INVERSÃO DE VALORES
Protege-se uma minoria privilegiada e se deixa a população à mercê dos bandidos.

PARA O AMIGO “PANELADA”
Uma figura que ocupou cargos relevantes na gestão do ex-prefeito Marcus Alexandre me encontrou e começou a meter o pau no PT, a elogiar o governador Gladson Cameli, falar de que deixaram o Acre destruído e o Gladson estava dando “um show”. Escutei e ri, Panelada!

LUZ VERMELHA
Fala-se em novas mexidas no primeiro escalão do governo, além do que ocorreu na Saúde.

TEMPOS DUROS
Alguns dos ex-ocupantes de cargos de confiança nos governos petistas ainda conseguiram emplacar empregos no Judiciário, MP, Defensoria Pública, mas o grosso deste pessoal está passando da banda podre com a perda dos altos salários e o fim do alto padrão de vida

QUEBROU A CASTANHA
O Gladson não só está pagando os funcionários em dias, mas, ele está quitando todos os calotes dados pelo governo do PT nos servidores, inclusive, as verbas indenizatórias. Se vários milhões de reais não tivessem sido usados para pagar calotes, o governo teria feito mais investimentos. Não se pode analisar o governo do Gladson sem olhar para este prisma.

VERSÃO DO SINDICATO
Abro espaço para a versão do Sindicato dos servidores do Judiciário. Em Nota à coluna diz que, em nenhum momento fez movimento por aumento salarial como foi divulgado. Quer apenas esclarecer sobre o valor do repasse de duodécimo do Executivo ao Judiciário. É que há conflitos sobre este valor entre o que diz o Executivo e o Judiciário. Querem comprovação por documento do valor real transferido do Estado ao Judiciário mensalmente. Não é desejo criar contenda. Dada a explicação, o BLOG estará sempre aberto para ouvir os dois lados do fato.

DIREITO Á INFORMAÇÃO
O Sindicato do Judiciário, querer saber qual é o valor real do duodécimo mensal transferido do Executivo ao Judiciário, é um direito da categoria, ainda porque os recursos são públicos. E também porque estamos numa democracia e as ações dos poderes devem ser transparentes.

UMA CORREÇÃO NOS NÚMEROS
O número de aceitação do prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim, não é de 49%, como foi publicado de forma errada no BLOG. Faço a correção para o número real: a aceitação é de 40%. Atendo observação de um leitor. Agradeço sempre quando apontam para equívocos.

 CONHECE O CAMINHO DAS PEDRAS
Um prefeito como o de Epitaciolândia, Tião Flores, que está no segundo mandato, tem o dom de montar boas alianças políticas, estando no poder, é um candidato difícil de ser batido.

CANDIDATURA ISOLADA
Na eleição para a prefeitura de Rio Branco, a decisão do deputado Roberto Duarte (MDB) de se apresentar como candidatura afastada do governo e com forte oposição na ALEAC; o deixará isolado dentro do campo pelo qual foi eleito. Engana-se, se achar que por criticar o governo atrairá o voto da esquerda. Vai ter que caminhar apenas no limitado nicho peemedebista.

FORA DOS CONCHAVOS
O que dá credibilidade à candidatura da vereadora Janaína Furtado (PROGRESSISTAS) para disputar a prefeita de Tarauacá é seu nome não estar ligado a grupos oligárquicos da região.

VETORES DIFERENTES
A eleição para prefeito e para deputado estadual é diferente. Para deputado você organiza um grupo, monta uma estrutura, e se elege. Para a prefeitura tem que ter aliados com fortes chapas para vereador, e buscar votos além dos muros partidários, sob pena de fracassar.

FRASE DO DIA
“A gentileza nunca é desperdiçada. Mesmo que não produza efeito em quem recebe, pelo menos beneficia quem dá”. S.H. Simmons

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.