Conecte-se agora

Mailza: “só união garante desenvolvimento sadio da infância e adolescência”

Publicado

em

O seminário “Janelas de Oportunidades: da Primeira Infância à Socioeducação” teve início na manhã desta quarta-feira, 6, no auditório Petrônio Portela do Senado Federal.

A senadora Mailza Gomes, da Frente Parlamentar Mista da Primeira Infância, reforçou ser preciso união para garantir o desenvolvimento saudável de crianças e adolescentes e a implementação de leis que garantam seus direitos.

Autoridades de órgãos e entidades apoiadoras da proposta de um pacto de integração das políticas públicas do sistema socioeducativo estiveram presentes. O evento, que termina nesta quinta-feira (7) é comemorativo aos 30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança.

Propaganda

Destaque 4

FIEAC faz balanço de 2019 e apresenta relatório de visita técnica à ponte do Rio Madeira

Publicado

em

Em Café com a Imprensa nesta terça-feira, 10, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Acre, José Adriano, fez um balanço das atividades do setor industrial em 2019 e falou das perspectivas do segmento para o próximo ano. Durante o encontro na sede da FIEAC, as instituições que participaram da 2ª visita técnica à ponte do rio Madeira também apresentaram um relatório sobre o andamento da obra e os encaminhamentos que serão feitos para que as intervenções sejam concluídas em 2020.

De início, o presidente José Adriano agradeceu a imprensa pelo apoio às ações da FIEAC e do setor produtivo como um todo. Entre as principais iniciativas protagonizadas pela instituição ao longo do ano, o empresário citou as discussões levantadas pelo Fórum Permanente de Desenvolvimento, a Caravana do Desenvolvimento (que neste ano teve a parceria do Sebrae e Fecomércio), convênios firmados com o Tribunal de Justiça para inclusão social de jovens infratores, revitalizações, melhorias e ampliações das unidades do SENAI e do SESI no Acre, a posse da nova diretoria da FIEAC, entre outras atividades relevantes.

Ao fazer uma análise de como foi o ano de 2019 para os empreendedores do setor industrial, o presidente destacou que a classe empresarial conseguiu colocar de forma positiva suas propostas em debate, no entanto, enfatizou que ainda falta um pouco de maturidade por parte dos poderes Executivos para discutir com os segmentos e entender como isso pode ser feito de maneira mais eficaz.

“O governo que entrou tem uma proposta clara que quer fazer diferente, porém, ainda precisa de um amadurecimento em algumas questões. E também precisamos de uma política fiscal de resgate da condição financeira das empresas, pois não adianta fazer nenhum tipo de parcelamento com viés arrecadador e dizer que é um Refis, já que o Refis é algo que recupera devedor baseado em seu faturamento, e não um parcelamento que dá condições temporárias para fazer um resgaste da sua condição de pagamento junto ao governo estadual ou municipal”, frisou José Adriano.

Já o relatório da segunda visita técnica à ponte do rio Madeira, que aconteceu no dia 21 de novembro, foi apresentado pela presidente do Sindicato das Empresas de Logística e Transporte de Cargas do Acre (Setacre), Nazaré Cunha. Ela assinalou que a ponte já está pronta, entretanto, ainda falta a construção das cabeceiras, o que requer um investimento de R$ 23 milhões.

“Esse relatório já está nas mãos do Dnit e precisamos lutar para eles aprovarem o valor deste aditivo até o fim deste mês para que a obra seja concluída ainda em 2020. Se não ocorrer isso, não temos previsão de data para entrega. E se continuarem adiando, o nosso prejuízo é imensurável. O tempo para o empresário é muito valoroso. Com a tecnologia que temos hoje, não dá para admitir termos que entrar em um Estado em uma balsa”, ressaltou Cunha.

Também participaram do encontro com a imprensa diretores da FIEAC, presidentes de sindicatos industriais, além de representantes do Comitê do Plano Acreano da Cultura Exportadora (Pacex).

Assessoria FIEAC

Continuar lendo

Destaque 4

Sargento da PM que matou vigilante em balneário é expulso da corporação

Publicado

em

O crime ocorreu no ano de 2016 após uma discussão em um balneário de Rio Branco, situado na Estrada do Quixadá.

Em outubro de 2019, o juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar, Alesson Bras, condenou o PM a perder o cargo público de sargento.

Conforme despacho, a decisão foi tomada depois de a 5ª turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negar um recurso apresentado pela defesa do PM.

Já a expulsão de Mendes só foi publicada na manhã desta terça-feira (10) por meio do Diário Oficial do Estado (DOE).

Mendes ainda perdeu, conforme decisão da Justiça, o direito de cumprir a pena em estabelecimento militar. Ele deve cumprir pena em local separado do convívio de presos comuns, diz a sentença.

RELEMBRE O CASO

O sargento da Polícia Militar (PM-AC) Jorge Weston de Andrade Mendes, matou o vigilante Raimundo Carlos Costa de Araújo, de 37 anos, com quatro tiros no dia 24 de julho de 2016 em um balneário, na estrada do Quixadá em Rio Branco. O motivo da briga que levou a morte do vigilante teria sido quando o sargento chamou a esposa da vítima para dançar. O vigilante teria reagido e policial, logo depois, efetuou os disparos.

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.