Conecte-se agora

Aleac monta esquema de segurança para garantir votação da PEC

Publicado

em

O Poder Legislativo com apoio do governo montou um esquema de segurança com a participação das policiais civis, militares e legislativos para garantir a votação do Projeto de Emenda Constitucional (PEC) que trata da reforma da previdência. O objetivo também é evitar o confronto de ontem quando líderes sindicais, partidários e servidores tentaram invadir o salão nobre e o plenário do parlamento, mas foram contidos com spray de pimenta.

Vários sindicalistas e servidores já se encontram no hall da Assembleia Legislativa, entre eles o presidente Estadual do PT, Cesário Braga, que sugeriu a interdição das vias de acesso para impedir a entrada dos parlamentares da base do governo. Os da oposição transitam livremente na Casa. O objetivo é impedir a qualquer custo a votação da PEC, que por ser emenda constitucional, deverá ser feita em dois por turnos por maioria absoluta, ou seja, dois terços dos 24 parlamentares.

Segundo informou a assessoria da Mesa Diretora ao ac24horas, o objetivo do “esquema de segurança” é para proteger também os manifestantes de se ferirem em atos violentos, bem como proteger vidas e o patrimônio público. O plenário da Aleac é cercado de vidros grandes representando um risco grande. “Ontem mesmo tinha pessoas armadas na manifestação, por pouco não aconteceu uma tragédia”, disse uma dos policiais legislativos.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas