fbpx
Conecte-se agora

A grande canetada de Gladson Cameli 

Publicado

em

No serviço público ou se mostra os resultados no comando de um cargo importante como a secretária de Saúde ou então tem que ser substituído. Foi o que aconteceu com a secretária Mônica Feres: fracassou na gestão da SESACRE. Com a sua demissão, o governador Gladson Cameli porá fim a um problema e vai ter que resolver outro: quem é que vai colocar no seu lugar? Não pode mais errar. Tem que ser um nome respeitado pela classe médica e que não seja visto como representante deste ou daquele grupo político. Política e Saúde é uma mistura explosiva que nunca deu certo. Não pode mais improvisar de colocar alguém na direção da SESACRE que não conheça a área, que chegue para aprender. Repetir fórmulas que não deram certo no início da gestão, não é também um bom caminho. O novo secretário de Saúde não pode ser um carrasco, mas também nem um monge tibetano a recitar mantras, tem que ter autoridade. Mas, acima de tudo gestão. E muito diálogo, sem o diálogo, pela imposição, toda gestão tende a afundar.  O novo gestor tem que ter autonomia e também carta branca para desmontar as relações de compadrios, de beneficiamento de pasteiros, intermediários nas vendas de medicamentos, que sempre existiram no órgão. E também quebrar os cartéis. O Gladson não tem que ficar preocupado se este ou aquele grupo político ficará com raiva com o nome que escolher. É hora de quebrar amarras. Na Saúde, só há uma caminho: gestão. Nesta escolha não pode ter o quesito de ser agradável. É minha opinião.

RECEITA MORTAL

Na Saúde, quando se mistura a gestão com política é um remédio mortal.

PASSA POR ESTE CAMINHO

Médicos e medicamentos nas UPAS e Pronto Socorro têm que ser as primeiras providências de quem for comandar a SESACRE. Não comporta mais um PS novo com pacientes deitados nos corredores. Torcer para a mudança não dar certo; é uma canalhice, porque o bem é coletivo.

NINGUÉM É DONO DO CARGO

O grande erro da secretária Mônica Feres e da sua equipe foi se fechar num mutismo e não se comunicar. No serviço público ninguém é dono do cargo. Não davam entrevista, não relatavam o que estavam fazendo ou iam fazer para melhorar o sistema e granjearam a antipatia geral.

NÃO HÁ MAIS LUGAR

Num tempo em que os sites de notícias chegam em tempo real a milhares de pessoas, em que as redes sociais são ativas, com um celular na mão o cidadão não deixa mais barato um erro ou inoperância de um gestor público,  neste novo mundo quem não se comunicar se quebra.

QUANTO MENOS CONFUSÃO, MELHOR!

Quanto mais tranqüilidade para o governante melhor. O Gladson Cameli, que já tem tanto problema, vai criar mais um de graça com os donos de frigoríficos, se ele cair na arapuca de aceitar a proposta da deputada federal Mara Rocha (PSDB), de zerar as alíquotas do ICMS sobre o preço do boi para comercialização? Além de podar a receita de um Estado pobre.

AGORA É PRA VALER

O BLOG já tinha dado em primeira mão que a Deputada federal Vanda Milani (SD) tinha aceitado a proposta da direção nacional do seu partido de ser candidata a prefeita. A comunicação ao diretório regional foi mero ato formal, para referendar a decisão tomada.

TORNA O DEBATE MAIS RICO

O fato de uma mulher ser candidata a um cargo majoritário é bom, porque ocupa espaço para a categoria na política. E também porque a deputada federal Vanda Milani (SD) é uma Procuradora do MP, qualificada, portanto, a sua candidatura só tende enriquecer o debate.

CAMPANHA É QUE DECIDE

O que vai decidir se a deputada federal Vanda Milani (SD) terá ou não chance de ser eleita é no curso da campanha. Tudo o que se falar este ano é ilação. O que se pode dizer é que pelo fato do seu nicho eleitoral principal ser na capital a coloca como uma candidata competitiva.

NOMES COMENTADOS

Fonte não se revela nunca. Mas os secretários de Agricultura, Paulo Wadt, e da SEINFRA, Thiago Caetano, eram citados nos últimos dias em rodas palacianas como alvos de novas mudanças no secretariado. Dou a nota com reserva, porque não saiu da boca do governador.

NO CAMPO DO BOATO

Também dou com reserva de que o Tião Bocalom assumiria a Secretaria de Agricultura.

CESSE A SANDICE

A ponte sobre o Rio Madeira está em território rondoniense. O Acre será apenas beneficiado pela obra. Vamos parar então com esta sandice de se falar desta ponte como obra acreana.

REPITO EXAUSTIVAMENTE

Nunca tome partido em briga de políticos. Porque sempre acabam se acertando e sobra para quem entrou no meio. Todos acompanharam o tiroteio verbal entre a deputada federal Mara Rocha (PSDB) e o governador Gladson Cameli, pois bem, fizeram as pazes e posam sorridentes.

FALTA CHECAR

O motivo da briga é que a deputada federal Mara Rocha (PSDB) queria a cabeça do secretário de Agricultura, Paulo Wadt, e o governador não atendeu seu pedido. Vamos ver se as pazes passaram pelo Gladson entregar a cabeça do Wadt na bandeja para favorecer a parlamentar.

NÃO HOUVE O CONVITE

Conversei ontem com o deputado José Bestene (PROGRESSISTAS) e este negou que tinha sido convidado ou sondado pelo governador Gladson Cameli para ser o novo secretário de Saúde. Debita isso a boatos naturais na rede social. Citou que será preciso cautela na escolha do novo secretário, porque a Saúde é uma pasta complexa e difícil de ser gerida sem plenos poderes.

VALE PARA TODAS AS ÁREAS

Passou do tempo do governador Gladson Cameli fazer experiência com secretário, ele caminha para um ano de mandato e já dá para saber quem justificou a sua escolha, apresentou resultados e quem não deu conta do recado. A hora de mudar é agora, esperar é um erro.

ARESTA APARADA

Acabou a guerra entre o Gladson e o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim, é o que dá para deduzir de quando se encontram na nas visitas do governador ao município. Quem apostava que ambos seriam adversários na campanha do próximo ano, apostaram errado.

NADA AMIGÁVEIS

Não são nada amigáveis as relações entre grande parte dos vereadores e o vereador Emerson Jarude, tudo por conta de uma notícia falsa de que haveria o aumento de vagas para vereador na próxima eleição. Acham que Jarude surfou ao se dizer contra e por os colegas como vilões.

NUNCA SE COGITOU

O vereador Rodrigo Forneck (PT) disse na entrevista ao programa “Boa Conversa”, que será exibido este domingo no ac24horas, de que nunca aconteceu na Câmara Municipal de Rio Branco nenhuma discussão, tentativa de projeto, aumentando o número de vereadores.

MASSA FALIDA

Ocupar a presidência do PT regional equipara a gerir uma massa falida com muitas dívidas. Por isso não é de se invejar o dirigente Cesário Braga comandar este cargo. É preciso amor à causa.

FAÇA-SE A LUZ

Na próxima quarta-feira a prefeita Socorro Neri estará inaugurando a iluminação a LED, no trecho que vai da rotatória do aeroporto até o Campus da UFAC. Promessas foram feitas por governadores e prefeitos de acabar com escuridão no trecho e não cumpriram.

MARCA REGISTRADA

A marca registrada da gestão da prefeita Socorro Neri é fazer obras coletivas e com carinho.

SONHO REALIZADO

Foi preciso o governador Gladson Cameli assumir para realizar o sonho dos concursados para agentes de polícia e escrivães de serem contratados. No governo passado foram enrolados

 FRASE DO DIA

“O governo é como cobra venenosa: continua provocando medo até quando morta”. Ney Suassuna, ex-senador brasileiro.

BOM DOMINGO

E um bom domingo aos leitores.

 

 

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas