fbpx
Conecte-se agora

Governo anuncia investimentos de R$ 12 milhões para hospital e cortes profundos nos escalões da secretaria de saúde

Publicado

em

“A tesoura está afiada e a caneta que nomeou vai exonerar”, disse o governador Gladson Cameli durante seu discurso na assinatura da ordem de serviços de investimentos de R$ 12 milhões na revitalização do Hospital João Câncio em Sena Madureira, a 144 km da capital.

Descontraído, sorridente e tirando brincadeiras com a plateia formada em sua ampla maioria por moradores da região, quem acompanhou detalhes do pronunciamento do governador constatou que ele vive, na saúde, entre o céu e o inferno.

Na homenagem que fez a médicos e enfermeiros que prestaram relevantes serviços à saúde do município, o chefe de estado se referiu aos servidores do sistema que trabalham e vestem a camisa do estado. Mas, ao lembrar o episódio da última quarta-feira (30) à noite, na “blitz” que fez na UPA da Sobral, Cameli lembrou da turma que torce para o quanto pior melhor.

“Às vezes eu sou mal interpretado, mas, quando falo em mudanças na saúde me refiro a quem ganha sem trabalhar. Isso não é justo. Parece promotor [Dr. Luiz Henrique] que enterraram uma cabeça de burro na saúde”! Exclamou.

Ao anunciar mudanças profundas no setor, o governador foi ovacionado pelos presentes como se tivesse fazendo um gol de placa. Empolgado, disse que “dinheiro tem”. E tem mesmo, somente na última sexta-feira R$ 12 milhões foram destinados para revitalização do Hospital Geral da cidade, fundado em 1908.

Ainda de acordo o governador, com a compra de R$ 72 milhões em medicamentos, as farmácias vão melhorar os atendimentos propostos pelos médicos. O Hospital João Câncio também ganhou novos médicos. A proposta é regionalizar a unidade após a inauguração da revitalização prevista para o ano que vem.

“A partir da inauguração dessa obra, esse hospital passa a ser regional e vai atender de forma mais humanizada os municípios de Sena Madureira, Manoel Urbano e parte de Boca do Acre” destacou o governador.

Mudanças na estrutura administrativa

O secretário Alysson Bestene, de acordo com o que a reportagem apurou, já vem despachando na secretaria de saúde, mas, não deverá ser o secretário caso Mônica Feres seja exonerada oficialmente.

 




Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas