Conecte-se agora

Cortesia com chapéu alheio

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

O Sindicato dos Servidores do Judiciário está no seu legítimo direito de fazer um movimento por melhorias salariais. Mas erra de endereço quando foca críticas ao Executivo na tentativa de conseguir o seu objetivo. Quem define a política salarial da categoria é o Judiciário. É dentro deste contexto que deve se situar a contenda. Querer exigir que o governador Gladson Cameli dê a solução, não é o correto. Existem percentuais de repasses mensais aos poderes, e é no teto liberado que, cada um deve nortear os seus gastos, nos quais se incluem os salários. Um Estado que vive com o pires nas mãos tem suas prioridades para atender no coletivo, como liberar recursos para a Segurança, Saúde, Educação, para citar apenas estas pastas. Sem falar nos calotes que teve de pagar do governo passado e do desembolso mensal em torno de 40 milhões de reais para o ACREPREVIDÊNCIA. Não existe a obrigação legal do Governo de fazer repasses extras ao Judiciário, isso pode até acontecer numa liberalidade quando há excedente na receita, o que não é o caso. O compromisso maior é levar o atendimento à população nas suas necessidades básicas. E são milhares de pessoas que esperam por uma ação do Estado nas mais diversas áreas. O Gladson foi pragmático ao ir do seu gabinete para o meio do protesto para dizer que passou o valor que era para ser destinado ao Judiciário. Agora, o Sindicato querer que o Executivo banque uma melhoria de salários de outro poder é fora do contexto legal, é como fazer cortesia com o chapéu alheio. Cada um que trabalhe dentro do seu orçamento. Em tempo de crise econômica tem que se caminhar miúdo.

JOGOU ABERTO

O Gladson jogou aberto ao ir para o meio do protesto e mostrar aos seus integrantes a realidade financeira e falar que o valor que tinha de ser repassado ao Judiciário foi feito.

DEBATE DA LDO

O Sindicato do Judiciário tem todo o direito de entrar na justiça com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade, para manter a derrubada dos vetos do governador Gladson ao artigo da LDO, que permitiria no futuro um maior naco orçamentário ao Judiciário, uma matéria polêmica e com resquícios de inconstitucionalidade. Mas não será o acatamento da ADIN na instância estadual que obrigará o Estado a fazer extras, isso vai rolar até o STF. E tome tempo!

SEM A MÍNIMA CONDIÇÃO

Liguei ontem para uma boa fonte do setor de finanças do governo e perguntei se haveria possibilidade de se fazer um esforço concentrado para atender a demanda do Sindicato. E a resposta que ouvi, foi curta e seca: “O Estado não tem caixa para bancar gasto novo”.

O TIRO NO PÉ DO CAMELI

Comentei neste BLOG que o governador Gladson estava sendo açodado ao suspender sem nenhum estudo, naqueles seus tão comuns rompantes, o pagamento dos ex-governadores. Disse que poderia estar dando um tiro no pé, porque o pagamento era um direito adquirido em bases legais. Vem agora a justiça e derruba sua decisão em cima do argumento que levantei. Confirmado o tiro no pé. Na gestão pública não se age por impulsos do humor.

PASSOU DO LIMITE

A cena de pacientes jogados no chão dos corredores do Pronto Socorro, marca registrada do governo passado, se repete na atual administração. As cenas de ontem lembram hospitais de campanha em tempo de guerra. Gladson: ou você acaba com isso, ou isso acaba com você.

 EM UM ANO NADA MUDOU

O governador Gladson concluiu o novo Pronto Socorro e o entregou equipado. Mas o atendimento continuou ruim. Batia na campanha que a saúde não funcionava por falta de gestão, porque dinheiro tinha. Então está faltando gestão. Não há outra explicação.

QUAL O COMPROMISSO?

Ontem, numa roda de deputados em que o assunto era discutido e as imagens mostradas, saiu uma pergunta que ficou sem resposta: “qual o compromisso misterioso que o governador tem para manter a atual equipe da SESACRE?”. Ninguém conseguiu encontrar uma resposta.

NÃO CONDENO POR ANTECIPAÇÃO

Tenho como conduta não condenar ninguém antes de uma decisão judicial. Assim este BLOG agiu no caso dos integrantes do G-7 e nas acusações de corrupção ao ex-prefeito Marcus Alexandre. Todos sofreram execrações. O pessoal do G-7 foi absolvido e agora a absolvição foi do Marcus. Em ambos os casos nada vai consertar o estrago que foi feito pela mídia.

NESTE ANDOR NÃO TEM SANTO

Mas, alguns políticos da esquerda não podem agora posar de indignados no caso do Marcus Alexandre. Fizeram injustiças do mesmo tamanho aos adversários. Só porque era candidato o Osmir Lima, que tinha deixado há 12 anos a presidência do BANACRE em boa situação financeira, sofreu uma campanha sórdida que tinha quebrado o órgão. Outra campanha mentirosa foi de que o Alércio Dias roubou os postes da ELETROACRE. Lavaram a escadaria do TJ com sabão e creolina para atingir os desembargadores. Neste andor não tem santo. Menos! 

TAMBÉM COMETEU INJUSTIÇAS

Mas o ex-prefeito Marcus Alexandre também cometeu injustiça a adversários. Como um cidadão de bem, jamais deveria ter permitido na sua campanha a prefeito deixar veicular na sua propaganda um quadro mentiroso mostrando um deficiente físico, dizendo que tinha sido agredido fisicamente pelo candidato Bocalom. Farsa que depois foi desmontada pela justiça.

CONDUÇÃO DE MAGISTRADO

Converso com muitos deputados, faz parte do meu trabalho. E em relação à condução da Assembléia pelo presidente Nicolau Junior (PROGRESSISTAS) e pelo primeiro secretário Luiz Gonzaga (PSDB), a opinião que ouço é que conduzem a casa com lisura e com democracia.

LEGISLATIVO ENXUTO

A atual mesa diretora deixou os gastos do poder enxutos e sob extrema legalidade dos atos.

 ENCONTROU UM DOIDO

Até que enfim, a GLOBO encontrou um doido com coragem de lhe enfrentar: o Bolsonaro.  

MATÉRIA SACANA

Não estou entre os que dão aval às trapalhadas dos seus filhos e nem as do próprio presidente Jair Bolsonaro, mas a GLOBO foi sacana ao querer lhe vincular à morte da ex-vereadora Marielle Franco ao divulgar uma conversa que não existiu com um miliciano (na ocasião, ele estava numa votação na Câmara Federal), considerado um factóide pela PGR e pelo STF.

PAU QUE DÁ EM CHICO…..

A sua resposta destemperada á GLOBO, não fugiu ao seu perfil de agressividade. Mas pela falsidade de uma acusação é justificável a sua resposta dura à emissora. Como tudo acabou desmentido pelo MP ficou mal, a divulgação do fato inexistente para prejudicar sua imagem.

AINDA BEM

Ainda bem que os vereadores desistiram de aumentar o número de vagas na Câmara Municipal de Rio Branco. Se aprovassem iam ficar muito mal na opinião pública, e a medida iria impactar negativamente nos que vão disputar a reeleição. Hoje tem rede social.

SEM QUADRO DEFINIDO É CHUTE

Sem saber ao certo quais serão os candidatos a prefeito da capital no próximo ano não há como se fazer uma análise segura sobre como se dará a disputa. Tudo que se falar no momento sem saber as posições da prefeita Socorro e do governador Gladson é chute.

COMO É QUE FICARÁ O ESPÓLIO

Como é que ficará na eleição para a prefeitura de Rio Branco, o espólio do PT? Vai ter a coragem de sair com uma candidatura própria? Vai figurar como um puxadinho da candidatura da prefeita Socorro Neri? O PT está baleado, mas ainda é o maior partido da oposição.

VAI PARA DISPUTA

A coluna tem a informação segura de que a direção regional do SOLIDARIEDADE não vai abrir mão de lançar o ex-prefeito Luizinho Hassem a prefeito de Epitaciolândia, na eleição do próximo ano. Neste caso fica conhecido o primeiro adversário do prefeito Tião Flores.

COMPLICADO, MAS DE VOTOS

O grupo político dos Hassem é complicado, mas já demonstrou em Epitaciolândia ter votos.

MAIS UMA VEZ NA POEIRA

O Acre mais uma vez fica na poeira de Rondônia. O vizinho Estado vai passar á zona livre sem vacinação, enquanto o Acre vai ficar para 2020, e assim mesmo se cumprir as exigências.

NÃO MEXEU NO PRINCIPAL

O fato do Estado reduzir  cobrança do ICMS do querosene de aviação para beneficiar as empresas que voam para o Acre, não trouxe nenhum benefício para o passageiro, porque o principal, o preço das passagens, não foi reduzido. Não há nada a se comemorar.

FRASE DO DIA

“É mais belo saber alguma coisa de tudo do que saber tudo de alguma coisa”. Pascal. 

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas