Conecte-se agora

PSD virá como protagonista em 2020 

Publicado

em

O PSD do senador Sérgio Petecão virá como protagonista na eleição para a prefeitura da capital no próximo ano. As novas filiações programadas vão encorpar ainda mais o partido em Rio Branco. A entrada do ex-deputado Ney Amorim soma muito no projeto, porque tem uma forte base eleitoral na capital, provado em todas as campanhas que disputou. Também está certa a filiação do deputado Neném Almeida e da presidente do SINTEAC, Rosana Nascimento. Isso somado com a força eleitoral demonstrada pelo senador Sérgio Petecão (PSD), o partido entra no jogo não como um mero participante na disputa da PMRB, mas com peso eleitoral

ELEIÇÃO 2020

Conversei ontem com um dos principais assessores do senador Sérgio Petecão (PSD) e me disse que, novas conversas deverão acontecer com a prefeita Socorro Neri para que dispute a reeleição pelo PSD, sob o argumento de que o PSB é um partido sem estrutura na capital

SOMENTE NESTA HIPÓTESE

O apoio à reeleição da prefeita Socorro Neri, segundo este assessor, estaria condicionado à sua entrada no PSD. Para ele, a aliança não acontecerá caso resolva continuar filiada no PSB.

MEA CULPA

Depois de uma fala arrogante no último congresso do PT, o ex-senador Jorge Viana, veio numa postagem mais pacífica e fazendo uma espécie de mea culpa. Pincei uma parte: “…fiz questão de ressaltar que, já há algum tempo, começamos (PT) a ficar parecidos com os que criticávamos, que não valorizamos e nem demos o devido respeito a nossas lideranças. Não éramos assim…” O JV deve estar se referindo aos dois últimos governos petistas. Ficou claro.

QUANTA VALENTIA!

Os 94 milhões para a aplicação na recuperação dos ramais iam ser perdidos. O Gladson teve que mover céus e terra para evitar e cumprir num prazo curto para montar os projetos. Os valentes deputados de hoje eram governistas e não deram um pio para protestar contra o fato do governo passado não ter tido a competência de montar projetos para liberar os recursos.

MESMO CAMINHO

O governador Gladson e o vice-governador Major Rocha estão viajando com a mesma gana dos governadores petistas, que eram criticados pelos deputados que na época faziam oposição ao PT. Hoje, esqueceram o que disseram, e consideram viagens e diárias normais.

MERA IMPRESSÃO

O deputado Daniel Zen (PT) pôs sob suspeição a destinação de uma verba considerável para a recuperação dos ramais de Porto Acre, o que supostamente beneficiaria a gestão do prefeito Bené Damasceno, que se filiou ao partido do governo. Sem sentido: Porto Acre é um grande pólo produtor e no aspecto político, não se justificaria: o colégio eleitoral é diminuto.

CONTRA A PULVERIZAÇÃO

Não vejo sentido na pulverização dos recursos para os ramais. E por um motivo claro: sou pela qualidade das obras públicas. A pulverização seria repetir o filme de governos passados que realizavam serviços com maior raio de alcance mais porcos. Não resistiam às primeiras chuvas.

VOZ DA EXPERIÊNCIA

O eterno decano da ALEAC, ex-deputado Chagas Romão, considera uma estratégia errada o governador Gladson ter candidato á PMRB. Para o Chagas, para evitar problemas com os aliados, Cameli deveria ter candidato apenas num segundo turno. É a voz da experiência.

TREMENDA ROUBADA

Também acho desagregador o Gladson ter candidato a prefeito da capital no primeiro turno. O confronto com aliados, que também terão candidaturas próprias para a prefeitura, será inevitável. Os aliados desprezados na disputa, não se sentirão no dever de lhe apoiar em 2022.

BEM MELHOR

Não estou colocando ninguém sob suspeição, mas para evitar o uso das obras para fins eleitoreiros o governo agiu certo em puxar para si a execução das obras dos ramais. A lembrar de que no próximo ano teremos eleições e muitos dos prefeitos disputando a reeleição.

BANHO POLÍTICO

Com a aprovação do projeto de Reforma da Previdência o presidente Jair Bolsonaro conseguiu o que outros presidentes anunciaram, tentaram e não conseguiram. E aprovou sob fogo cerrado da oposição que torcia contra. Vão ter trabalho para derrotar o Bolsonaro em 2022.

PARADA INDIGESTA

Não pela razão de uma recente pesquisa ter indicado que o ex-prefeito Francisco Tavares (MDB) é o preferido para ganhar a eleição em Plácido de Castro. Este sentimento de que Tavares é muito forte eu sinto nas conversas que já tive com lideranças daquele município.

O TEMPO É UMA BORRACHA

Na política, o tempo costuma funcionar com uma borracha que consegue apagar fatos negativos. O ex-prefeito Francisco Tavares, quando foi prefeito de Plácido de Castro teve a sua administração muito mal avaliada, não foi um gestor que saiu de bem com a opinião pública.

EXPLICANDO POSIÇÃO

Acerca do debate sobre o melhor modelo econômico para o Estado, que causou polêmica, o deputado Daniel Zen (PT) voltou a se posicionar: “o que defendo é uma economia de base diversificada, a partir dos pequenos e médios empreendimentos. Na lógica que defendo, há espaço para tudo, do extrativismo ao agronegócio, passando pela agricultura familiar, pela agroindustrialização e pelo fortalecimento do comércio. O que fiz foi apenas contestar aqueles que dizem que a economia florestal não dá resultados”. Registro feito.

AVALIO PELA COMPETÊNCIA

Não avalio uma nomeação para um cargo de confiança pela sua naturalidade, mas pela competência. Por isso, é bobagem se criticar o novo controlador das contas do Estado por ser amazonense. O que se deve saber é se será competente ou não. O resto é picuinha tacanha.

CONTENTE NO TJ

O ex-prefeito Marcus Alexandre negou que esteja sendo tratado de forma humilhante no Tribunal de Justiça, como foi noticiado no último congresso do PT. Mandou a mensagem à coluna: “sobre o TJ quero registrar que estou feliz por colaborar aqui no Tribunal atuando na minha área de formação, a Engenharia. Não ocupo nenhum cargo, pois fui cedido pelo Governo do Estado. Registro também que fui muito bem acolhido no TJ”. E ponto final.

ACERTOS FINAIS

O deputado federal Alan Rick (DEM) voltou a procurar o Ministério da Infraestrutura, onde se reuniu com a direção do DNIT, para cobrar celeridade na análise do projeto para o anel viário de Brasiléia, que comporta também uma nova ponte. A resposta foi estar nos ajustes finais.

LICITAÇÃO ATÉ O FIM DO ANO

A informação que este BLOG tem é de que o governo esperar abrir a licitação sobre a nova ponte de Brasiléia e o Anel Viário até o fim do ano, tudo dependendo da liberação do projeto pelo DNIT. Esta é uma obra que foi prometida por governos antecessores e não cumprido.

OPINIÃO PETISTA

Um velho amigo petista e que conhece bem o colégio eleitoral de Sena Madureira fez ontem uma avaliação de que, mesmo a oposição se juntando, o prefeito Mazinho Serafim vai para a reeleição com ampla chance de vitória, por disputar no mandato e ser político. Tem sentido.

QUE ENCRENCA

O prefeito de Senador Guiomard, André Maia, saiu de uma confusão e já emendou outra, a de que supostamente um advogado que fazia a sua defesa teria tentado comprar um desembargador. Acho furada a história, não vejo como factível suposta tentativa de suborno. .

NÃO HÁ CAMPO

Não há campo para o prefeito de Senador Guiomard disputar a reeleição. Teria que refazer alianças políticas, já comprometidas com outras candidaturas a prefeito do município.

TUCANO NA DISPUTA

Ralph Luis Fernandes é a possível opção do PSDB para disputar a prefeitura de Rodrigues Alves. 

UMA QUEIXA COM FUNDAMENTO

O que a prefeita Socorro Neri reclama da programação para recuperação de ramais pelo governo no caso de Rio Branco é que, no planejamento anterior seriam utilizados 5 milhões para beneficiar 55 ramais. No atual serão mais de 17 milhões para apenas dois ramais.

ESCLARECEDORA

Esclarecedora a entrevista do chefe do gabinete civil, Ribamar Trindade, no “Bar do Vaz”.

CALEGÁRIO NA BASE

O deputado Fagner Calegário (PV) é o novo integrante da base do governo na ALEAC, revelação que foi feita ontem pelo chefe do gabinete civil, Ribamar Trindade, no “Bar do Vaz.”

ÚLTIMO DOS MOICANOS

Assim, o deputado Roberto Duarte (MDB) ficou sendo o último moicano integrante da “bancada dos independentes”, que era formada por ele, e pelos deputados Calegário e Meire Serafim. Ficou como uma voz isolada dentro do campo governista. Adere ou não à base?

BALANÇO COMPLETO

O Ribamar mostrou todas as conquistas do governo  Gladson Cameli até aqui, que eram para estarem sendo mostradas pelos integrantes da base governista na Assembléia Legislativa. Se mostrou muito tranqüilo na entrevista, sem gaguejar, como se fosse um profissional da mídia.

FRASE O DIA

“Nada dura para sempre, nem mesmo seus problemas”. Arnold Glasow, frasista americano.

 

  

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas