Conecte-se agora

Zen diz que saída  econômica para o Acre está na floresta 

Publicado

em

Para acirrar o debate com os defensores que o Acre deve ter como modelo de desenvolvimento o agronegócio – que é o carro-chefe do governo Gladson Cameli – o deputado Daniel Zen (PT), revelou ontem um dado de que, segundo ele contraria esta tese e indica que a saída econômica está na exploração sustentável dos recursos florestais. Citou que, segundo o Observatório do Fórum Permanente de Desenvolvimento Econômico do Acre, de janeiro a setembro de 2019 a madeira e a castanha foram os responsáveis por mais de 50% de todas as exportações do Estado no período. São números frios e sem manipulação. Zen é um contestador de que a única pauta positiva para a economia acreana se encontra na implantação da política do agronegócio. E diverge que a política florestal do PT fracassou.

LINGUAGEM DE BOTEQUIM

Ninguém que se encontra no poder é intocável. Pelo contrário, deve ser sempre questionado, mas em alto nível, não na linguagem de botequim. Por isso, é condenável o ataque pessoal feito pelo deputado Jonas Lima (PT) ao chamar o governador Gladson Cameli de “sem caráter”.

 QUESTIONA-SE O GOVERNO

O Governo do Gladson Cameli pode e deve ser criticado à exaustão, mas ninguém tem o direito de ofender a sua honra e num discurso com ataque gratuito como fez o deputado Jonas Lima (PT). O debate deve ser de idéias, as críticas têm que ser á gestão e não ao pessoal.  

POSIÇÃO PESSOAL

Nada contra o governador Gladson Cameli viajar à China. Só me reservo ao direito de não crer na vinda deste 1 bilhão de reais de investimentos chineses ao Acre. É que já vi este mesmo filme em outros governos. Quem quiser crer que creia. Eu, como São Tomé, só depois de ver.

NÃO VOU SER AGRADÁVEL

Não vou ser agradável e bater palmas para o Gladson Cameli por aquilo que não creio. Isso fica para a sua turma da fila do gargarejo que grita “saúde” quando o governador espirra e ainda pergunta se da próxima vez pode espirrar por ele. Isso aqui não uma coluna de amenidades.

CAMELISTAS X INDEPENDENTES

“Depois de 20 anos o MDB tem que ajudar a governar o Acre com Gladson Cameli e parar com esta situação de querer ser oposição. Precisamos tirar o Acre do atraso que o PT deixou de duas décadas”. A posição é do Presidente da Juventude do MDB, Williandro Derze Esquentou o debate entre camelistas e independentes, no MDB.

QUALIDADE É QUE IMPORTA

Foi com muita luta que o governo conseguiu evitar a perda de 94 milhões de reais para investimento na recuperação de ramais. Espera-se que o recurso não seja pulverizado em obras mal feitas, e se concentre nos ramais produtivos, e o serviço seja de qualidade.

 CANTIGA DO SERVIÇO PORCO

O que aconteceu até aqui nos trabalhos na zona rural foi jogar dinheiro pelo ralo. Pegavam a verba que vinha e saiam fazendo remendos em vários ramais, que derretiam no inverno.

CAIRAM NA REAL

O SINDICOL caiu na real de que o pedido do alto reajuste no preço da passagem de ônibus acabaria dando uma confusão, num tempo de desemprego e crise econômica. Pediu revisão dos valores e o pedido foi enviado ao Conselho Municipal de Transportes. Análise parada.

UM PETISTA CONTRA O AUMENTO

 O PT sempre foi a favor do reajuste da tarifa de ônibus. As coisas mudaram. O vereador Rodrigo Forneck (PT) falou ontem ao BLOG DO CRICA de que é contrário ao aumento pretendido pelo SINDICOL, porque não se deve jogar esta carga nos ombros da população.

ARRUMEM OUTRA MANEIRA

Rodrigo defende, inclusive, se ficar provado que as empresas de ônibus estão trabalhando no vermelho, que se busque outro meio de compensar o prejuízo e não subindo o preço da passagem, defendendo que haja uma parceria neste caso entre Prefeitura e Governo.

BANCANDO SÓ A CONTA

O vereador Rodrigo Forneck (PT) argumenta a necessidade de uma parceria entre Governo e Prefeitura, citando o caso do subsídio da passagem aos estudantes que é bancado apenas pela prefeitura da capital, quando a maioria os estudantes beneficiados são da rede estadual.

MELHOR COLOCAÇÃO

A melhor colocação que ouvi sobre os reclamos de importantes segmentos do PT em relação à administração da prefeita Socorro Neri, até aqui foi esta: “é que esta turma esperava que a prefeita transformasse a prefeitura num depósito de derrotados na última eleição e não ocorreu”.

NINGUÉM ESCREVE AO CORONEL

O ex-senador Jorge Viana (PT) se sente como o personagem do livro do escritor Gabriel García Marques – “Ninguém Escreve ao Coronel – que conta a história de um militar aposentado abandonado. O JV está sentindo o próprio maior abandonado, seu discurso é de uma vítima.

TEM QUE SE REINVENTAR

O Jorge Viana tem um brilhante passado político. Foi prefeito da capital, governador senador, larga folha de serviço prestado ao Estado, mas não aprendeu que: aos vencedores, as batatas, aos perdedores o prato vazio. O JV tem que se reinventar, agora é oposição, não dá mais autógrafo, não manda mais em nada, perdeu o poder, tem que deixar de ser um murmurador.

O HOMEM DO TELHADO

Ontem passei pelo prédio do Tribunal de Justiça para ver se pegava uma foto do ex-prefeito Marcus Alexandre no telhado tapando goteiras, como denunciou o ex-senador Jorge Viana. Não o vi, deveria estar fora do seu turno de trabalho. Das duas uma: ou o Marcus fez a queixa de que é humilhado no TJ ou o JV criou a ficção para moldar a imagem de perseguição ao PT.

FINA IRONIA

Sobre o episódio ouvi a fina ironia de um colega de profissão: “O Marcus não é do PT? O PT não é o Partido dos Trabalhadores? Qual o problema de trabalhar tapando goteiras?”.

NÃO VOU ME ADMIRAR

Não vou me admirar nem um pouco se aparecer um novo discurso denunciando que as ex-secretárias Raquel Moreira e Andréa ZÍllio viraram merendeiras no Tribunal de Justiça.

COMUNICAÇÃO MODERNA

Bom visual, matérias bem distribuídas, assim ficou o novo site do governo mostrado ontem à imprensa e convidados pela secretária de Comunicação, jornalista Silvânia Pinheiro. A Silvânia conseguiu montar uma boa equipe de jornalistas e tem facilitado as informações do Governo.

IRONIA DO CAMELI

Como na apresentação a rede da internet caiu algumas vezes, o governador Gladson Cameli não poupou em fazer uma ironia ao fracassado projeto do PT: “Está parecendo o “Floresta Digital”, criado no governo Binho Marques, que qualquer trovão ou chuva derrubava o sinal.

OUTRA IRONIA

Ao anunciar o pagamento da segunda parcela do 13º salário dos servidores, marcado para o dia 13 de dezembro, foi uma resposta ao PT; cujo número eleitoral é o 13, e que cujos dirigentes batiam na campanha que o Gladson no terceiro mês já atrasaria os salários.

DANDO CERTO

A ação inicial do grupamento de combate ao narcotráfico montado pela secretária de Segurança está dando certo e já rendeu a apreensão de muita droga, que por falta deste tipo de fiscalização, vinha entrando livre na capital, o que mereceu o elogio até do Bolsonaro.

MANDA QUEM TEM PODER

Falando no presidente Jair Bolsonaro, este ganhou a briga pelo comando do PSL na Câmara Federal. Manda quem tem poder. A última pesquisa da VEJA mostrou que em 2022 não será fácil ganhar do Bolsonaro, que mostrou ter um eleitorado muito sólido. A direita se firmou.

NÃO TENTEM DERRUBAR

O governador Gladson Cameli tem dado mostra de que tem dois nomes dentro do seu governo que estão na cota dos irremovíveis dos cargos: a secretária Silvânia Pinheiro e o chefe do gabinete civil, Ribamar Trindade. São considerados por ele “amigos” e da “extrema confiança”.

É PARA COMEMORAR

A senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTAS) tem que comemorar mesmo a aprovação do projeto que obriga o SUS a fazer exames de câncer em 30 dias. Foi uma entusiasta da aprovação da matéria no Senado. Em pouco tempo a Mailza deu visibilidade ao seu mandato.

ARMANDO RASTEIRA

A secretária municipal de Comunicação, Socorro Camelo, é competente e bem relacionada com a imprensa, além de ágil na divulgação dos atos da prefeita Socorro Neri. Mas tem um cacique petista armando uma rasteira para lhe tirar do cargo e pôr no lugar um afilhado, sem os seus atributos. Espera-se que a prefeita não venha a ceder a este tipo de politicagem.

MANDATO SEM RANÇO

O deputado federal Alan Rick (DEM) tem as suas convicções políticas, mas quando se trata de atender a coletividade não olha a que partido pertence um prefeito. Foi assim na ajuda à liberação de recursos para uma creche a ser construída pela prefeitura de Xapuri, do PT.

PARA QUE SERVEM AS ESTATAIS

Ao não ser para abrigar afilhados políticos, para que servem as estatais falidas?

TRABALHO CONTINUA

Mesmo com a chegada da época invernosa o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, continua com as frentes de trabalho nos bairros e pavimentação com asfalto. A sua gestão pegou vento. E ainda terá ao seu favor mais um verão antes de chegar a eleição de 2020.

FRASE DO DIA

“Se você deseja um ano de prosperidade plante trigos. Se deseja dez anos de prosperidade plante árvores. Se desejas cem anos de prosperidade cultive pessoas, pois as pessoas são o maior patrimônio de uma Nação”. Frase enviado pelo ex-deputado federal Chicão Brígido.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas