Conecte-se agora

Jorge Viana diz que líderes do PT estão sendo humilhados

Publicado

em

Após a abertura do congresso estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) que ocorre em Rio Branco neste final de semana, na sede do Palácio do Comércio, o ex-senador Jorge Viana deu início a uma mesa redonda que tratou sobre a atual conjuntura na política nacional e os desafios para as cidades. Viana saudou a militância presente elencando os possíveis fatores que podem ter prejudicado a sigla nas últimas eleições, tanto a nível nacional, como local.

Além disso, declarou que nos últimos meses vem tentando sobreviver aos “tempos” em que se encontra sem mandato. “Mas não fico procurando culpados. Procuro ver as minhas responsabilidades, pois as derrotas também nos ensinam. Tudo isso sem ressentimentos”.

O petista ressaltou que “quando a gente se entende, as coisas começam a mudar”. Pegando gancho no assunto, ele emendou a questão do troca-troca de partidos que ocorreu, e ainda ocorre no estado, em sua maioria, políticos saindo da sigla do PT para se aliar ao partido do atual governador do Acre, Gladson Cameli.

“A crise (política) começa quando passamos a cometer muitos erros e a nos parecermos com outros partidos”, enfatizou Viana. Que ainda acrescentou: “prefiro ficar (no PT) e consertar os erros do que ir para um canto pior”.

Segundo o ex-senador, é preciso que os membros do PT “baixem a bola e cuide do legado do partido”.

Humilhados

Outo ponto tocado por Jorge Viana foi a situação delicada dos líderes do PT no Acre e no Brasil. “Precisamos discutir mais um pouco. Estou, sim, disposto a ir aos municípios para reuniões”. No entanto, destacou: “ se não fizermos as coisas direito, a mesma coisa que aconteceu ano passado pode ocorre ano que vem”.

Viana disse, ainda, que se sente incomodado a ao ver grandes representantes do partido fora dos trabalhos políticos. “É assim que nós tratamos nossos líderes?”, questionou aos presentes.

Ao final, ressaltou: “estamos sendo humilhados. Mas é a oportunidade para que as coisas melhorem. Como acham que eu me sinto? Mas gosto de andar na rua e receber o carinho das pessoas”, finalizou .

Propaganda

Destaque 6

Bolsonaristas começam a sair do PSL à espera do Aliança Pelo Brasil

Publicado

em

Bolsonaristas do Acre já começaram a sair do Partido Social Liberal, o PSL, do qual o presidente Jair Bolsonaro também se desfiliou para fundar o Aliança Pelo Brasil, sua nova agremiação política.

Um dos nomes conhecidos que deixou o PSL é o do ex-defensor público Valdir Perazzo, bolsonarista convicto e declarado. “Filiei-me ao PSL quando o presidente Jair Bolsonaro, em 2018, optou por este partido para concorrer às eleições presidenciais do ano passado. Com o anúncio do Presidente, de que vai fundar outro partido, não tenho mais nenhuma razão para permanecer no PSL. Segui Bolsonaro, em cujas ideias acredito; não seguia o PSL”, disse.

Em se criando um novo partido de sustentação política do Presidente, Perazzo diz que sua tendência natural será em apoiar a agremiação que dará apoio ao governo que, segundo o acreano, tem mudado a realidade brasileira.

Outros se manifestaram de modo semelhante. O presidente Jair Bolsonaro está formando um novo partido para disputar a reeleição em 2020. Especialistas dizem que não será tarefa fácil, começando pelo processo de coleta de assinaturas dos novos filiados, que só pode ser pelo meio físico.

Continuar lendo

Destaque 6

Detran/Acre suspende CNH de mais de 150 motoristas infratores

Publicado

em

A Corregedoria do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (DETRAN/AC) publicou quatorze Portarias de Nº (207/208/209/210/211/212/213/214/215) na manhã desta quinta-feira (21) no Diário Oficial do Estado (DOE) suspendendo o direito de dirigir de mais de 150 condutores no Acre. A Portaria tem efeito imediato.

Os condutores deverão apresentar os respectivos documentos de habilitação à Corregedoria do Detran/AC, quando então se dará início ao cumprimento da referida penalidade.

Os infratores estão impedidos de dirigirem veículos automotores, em todo território nacional, ficam advertidos de que a violação acarreta a cassação de habilitação.

Transcorrido o período de suspensão e comprovada a frequência a curso de reciclagem, os condutores poderão requerer a devolução de suas habilitações.

Para mais informações, clique aqui. 

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.