Conecte-se agora

Jorge Viana diz que líderes do PT estão sendo humilhados

Publicado

em

Após a abertura do congresso estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) que ocorre em Rio Branco neste final de semana, na sede do Palácio do Comércio, o ex-senador Jorge Viana deu início a uma mesa redonda que tratou sobre a atual conjuntura na política nacional e os desafios para as cidades. Viana saudou a militância presente elencando os possíveis fatores que podem ter prejudicado a sigla nas últimas eleições, tanto a nível nacional, como local.

Além disso, declarou que nos últimos meses vem tentando sobreviver aos “tempos” em que se encontra sem mandato. “Mas não fico procurando culpados. Procuro ver as minhas responsabilidades, pois as derrotas também nos ensinam. Tudo isso sem ressentimentos”.

O petista ressaltou que “quando a gente se entende, as coisas começam a mudar”. Pegando gancho no assunto, ele emendou a questão do troca-troca de partidos que ocorreu, e ainda ocorre no estado, em sua maioria, políticos saindo da sigla do PT para se aliar ao partido do atual governador do Acre, Gladson Cameli.

“A crise (política) começa quando passamos a cometer muitos erros e a nos parecermos com outros partidos”, enfatizou Viana. Que ainda acrescentou: “prefiro ficar (no PT) e consertar os erros do que ir para um canto pior”.

Segundo o ex-senador, é preciso que os membros do PT “baixem a bola e cuide do legado do partido”.

Humilhados

Outo ponto tocado por Jorge Viana foi a situação delicada dos líderes do PT no Acre e no Brasil. “Precisamos discutir mais um pouco. Estou, sim, disposto a ir aos municípios para reuniões”. No entanto, destacou: “ se não fizermos as coisas direito, a mesma coisa que aconteceu ano passado pode ocorre ano que vem”.

Viana disse, ainda, que se sente incomodado a ao ver grandes representantes do partido fora dos trabalhos políticos. “É assim que nós tratamos nossos líderes?”, questionou aos presentes.

Ao final, ressaltou: “estamos sendo humilhados. Mas é a oportunidade para que as coisas melhorem. Como acham que eu me sinto? Mas gosto de andar na rua e receber o carinho das pessoas”, finalizou .

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas