Conecte-se agora

Petecão e Gladson em palanques diferentes

Publicado

em

Esqueça uma candidatura única á prefeitura de Rio Branco no campo do governo no próximo ano. O senador Sérgio Petecão (PSD) sinalizou ontem ao BLOG DO CRICA de que não apoiará o chapa à PMRB chancelada esta semana pelo governador Gladson Cameli, formada por Minoru Kinpara (PSDB) a prefeito e Alysson Bestene (PROGRESSISTAS) de vice. Petecão adiantou de que trabalha com duas vertentes, uma de estar ao lado da candidatura do deputado Roberto Duarte (MDB) e a outra mais robusta, de tentar formar uma aliança com a prefeita Socorro Neri (PSB), numa possível disputa à reeleição. Petecão rebate críticas de dirigentes de partidos aliados de que a prefeita “é do PT”. “Isso é uma bobagem, a militância da Socorro Neri e da sua família sempre foi no MDB, sua mãe Adelaide Neri foi, inclusive, deputada federal do MDB. PT é o Minoru. Aliás, o Minoru é mais PT que o Jorge Viana. O Jorge ainda passou pela ARENA, já o Minoru é petista puro de raiz”, detonou. Petecão vislumbra até uma chapa formada por Socorro Neri (PSB) e Marfisa Galvão (PSD): “uma chapa de mulheres dentro de um eleitorado feminino, que é majoritário no Acre, seria competitiva”, prevê. Mas, ressalva de que este assunto de aliança política só deverá levar ao debate em 2020, este ano a sua dedicação exclusiva é a montagem de uma boa chapa de candidatos a vereadores.

NÃO ESTÁ ERRADO
O senador Sérgio Petecão (PSD) não está errado ao se negar a subir no palanque do candidato à PMRB apoiado pelo governador; ele tem de buscar um caminho próprio, porque se o Gladson sair para o Senado, ele deverá apoiar o vice Major Rocha à sua sucessão, o que bateria de frente com seus interesses, pois, não é segredo que Petecão tem como meta o Governo.

DESLEALDADE ZERO
O fato do senador Sérgio Petecão (PSD) e seu grupo e do MDB do deputado federal Flaviano Melo trilhar caminhos diferentes do Gladson Cameli em 2020, não deve ser visto como deslealdade, a aliança política que o levou ao governo se findou após o resultado eleitoral.

QUESTÃO DEFINIDA
Dentro do MDB é questão definida de que o partido terá candidato próprio a prefeito da capital. E a posição deve ser respeitada como um direito legítimo de escolher seu caminho.

ACABAR COM O AMÉM E SIM SENHOR
E ademais porque o Gladson Cameli foi eleito governador e não capataz dos partidos que lhe elegeram. Com o fim das coligações proporcionais há quase que uma obrigação de que os partidos tenham chapas próprias a prefeito para dar palanque aos candidatos a vereadores.

NINGUÉM É DONO DOS VOTOS
É falsa a idéia de que pelo fato de ter ganhado a eleição no primeiro turno, o candidato que o Gladson colocar a mão no ombro está eleito. Quem votou no Gladson votou pela mudança política, pela sua simpatia, por esperança, mas não necessariamente vota em quem mandar.

ASSUNTO DELICADO
Com quem vai a prefeita Socorro Neri para o palanque se for disputar a reeleição? Com o grupo político do PT que foi varrido nas urnas na última eleição e que continua altamente desgastado, ou vai buscar forças alternativas como o PSD para uma aliança? É o dilema.

OPINIÃO DO BLOG
A prefeita Socorro Neri faz boa gestão. Não se conhece dela um deslize administrativo, mas se ela optar para a direção de aceitar um vice indicado pelo PT, automaticamente, estará colando a sua imagem ao desgaste do último governo. Não escaparia da contaminação política.

 ATÉ AQUI CALADA
Até aqui a prefeita Socorro está em silêncio sobre o que pensa das alianças para 2020. Diz que só discute o assunto no próximo ano. Mas hoje ou amanhã não vai ter como fugir do dilema de optar por uma parceria com quem foi varrido nas urnas ou por forças políticas sem desgaste.

NÃO TEM TERCEIRO TURNO
O pessoal que não votou no Bolsonaro continua a choradeira na rede social. Não tem terceiro turno, vão ter que se acostumar, gostem ou não dos seus seus rompantes, e esperar 2022.

NADA SE RESOLVE ESTE ANO
Na verdade ninguém espere que este ano se conheça como estarão posicionadas todas as pedras no tabuleiro da sucessão municipal, isso só acontecerá na realidade em 2020.

LIMITADOS AOS DISCURSOS
Não embarco na corrente dos que condenam os parlamentares federais que não abriram mão das suas emendas para serem geridas pelo governo. As emendas são os seus orçamentos, se abrirem mão da gerência terão os seus mandatos limitados apenas aos discursos na tribuna.

UNANIMIDADE NA IMPRENSA
Nas conversas com os colegas se chega á unanimidade em relação ao governador Gladson Cameli no tocante à liberdade de expressão. Diferente dos governadores petistas, rancorosos, que derramavam bílis a qualquer crítica e saiam processando, Gladson prima pela democracia.

MESMO COMPORTAMENTO
Nestes dez meses de governo traçou o perfil da tolerância. Não muda o seu comportamento afável com os que o criticam, e isso é muito bom, até porque os que bajulam, em nada colaboram para que o seu governo venha a dar certo. A crítica lhe mostra os fatos negativos.

FALANDO NISSO
Ontem, pipocaram queixas na rede social de que faltava médico no Pronto Socorro. Não pode!

NEM TENTEM ME EXPLICAR
Nem tentem me explicar porque não vão me convencer de que isso é necessário: nos fins de semana um batalhão de fiscais do RBtrans disputando quem mais aplica multa aos motoristas que estacionam os seus carros ao longo do mercado central. É a ânsia de multar e faturar!

O QUE EU POSSO FAZER?
Na última entrevista ao “Boa Conversa”, no ac24horas, o ex-deputado federal Sibá Machado (PT) voltou a defender as teses de que a CIA esteve por trás da derrubada da Dilma e treinou o Sérgio Moro para levar o Lula à prisão. O que eu posso fazer? Só não crer no seu complô.

 PREFIRO O SIBÁ COM SUA CIA
Sinceramente, não creio nas teses mirabolantes do Sibá Machado, mas prefiro o político que tenha idéias, posições assumidas, as mais estapafúrdias que possam ser, do que os dissimulados e que ficam em cima do muro. Na política você tem que ter lado e convicção.

FALTA MARCAR A DATA
Como o BLOG já antecipou é apenas questão de marcar a data para a filiação do ex-deputado Ney Amorim e seu grupo político no PSD. Com força eleitoral na capital, fortalece muito o PSD.

APRESENTANDO RESULTADOS
Continuam os assaltos, roubos de carros, tiroteios, mais a polícia não tem se mostrada omissa no combate aos bandidos, todo dia é carro ou moto roubados recuperados, marginais presos, drogas apreendidas, pelas ações da polícia Civil e pela PM. O que move tudo é a droga.

AINDA FALAM EM SANEAMENTO
O governo Gladson Cameli vai pagar mais de R$ 384 milhões de dívidas deixadas pelos governos petistas, e ainda há quem tenha a coragem de vir dizer que o Estado estava saneado.

OPOSIÇÃO COM RESPEITO
Pode-se afirmar com certeza que a oposição na ALEAC não é formada por um bando de porraloucas, mas por um grupo qualificado e que exerce o papel que a urna reservou, com vigor na tribuna, mas sem ofensas morais ao governo do Gladson Cameli. Isso é certo.

NÃO É OMISO
O deputado federal Alan Rick (DEM) é quem mais tem destinado recursos à Saúde. Ainda agora acaba de encaminhar 400 mil reais ao Hospital do Amor. Colocou R$ 1,7 milhão para o Hospital do Câncer no Acre. Garantiu R$ 10,5 milhões para a reforma e ampliação do Hospital João Câncio Fernandes, em Sena Madureira.  E 500 mil para a UPA da Cidade do Povo. Atua na área.

ELEITOR É DANADO
Na última eleição para vereador o colega Evandro Cordeiro tinha como cabo-eleitoral certo o Chocolate, dono de um forró. Pois bem, na semana que antecedia a eleição, o Evandro tocou atabaque até o amanhecer no forró. Ao final, quase desmaia: o Chocolate pôs a mão no seu ombro e lhe disse em tom choroso que, infelizmente tinha fechado com outro candidato.

VALIDADE VENCIDA
Não há muito ao PROGRESSISITAS para comemorar a filiação de cinco prefeitos na sigla, porque todos estão com prazo de validade vencida, os seus mandatos terminam no fim do próximo ano. E não há a garantia de que serão reeleitos pelo fato de mudarem de partido.

UMA ALIANÇA FISIOLÓGICA
A entrada no PROGRESSISITAS de cinco prefeitos, todos ex-integrantes da Frente Popular do Acre comandada pelo PT, mostra que a aliança que vigorou por 20 anos se sustentou na barganha de cargos e foi só o PT sair do poder, que foi abandonado. Era uma aliança fisiológica.

NENHUM
Se o PT tivesse ganhado a eleição, sabem quantos destes prefeitos iriam para o PROGRESSISITAS? Nenhum! Mas a política é assim: o poder é um afrodisíaco.

FRASE DO DIA
“Em política, se trai o país ou o eleitorado. Prefiro trair o eleitorado”. Charles de Gaulle, estadista francês.

Propaganda

Blog do Crica

Julgamento irá decidir o destino de Ilderlei Cordeiro 

Publicado

em

Está marcado para o próximo dia 2, no Tribunal Regional Eleitoral do Acre, o julgamento do recurso impetrado pelo prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro,  contra a decisão de primeira instância que cassou o seu mandato. No mesmo processo como réu está o ex-prefeito Vagner Sales. O caso diz respeito a um flagrante por compra de votos de um candidato a vereador pelo PSDB, na última eleição municipal, ação urdida pelo ex-prefeito Vagner. Ilderlei Cordeiro foi arrolado porque chegou ao recinto depois do ocorrido. O TRE-AC tem dois caminhos: absolver o prefeito Ilderlei Cordeiro e o ex-prefeito Vagner Sales, os livrando da cassação. Como alternativa manter a condenação de ambos e as respectivas cassações. Nesta segunda opção não caberia Recurso Ordinário por ser ação da esfera municipal. Caberiam como recursos os Embargos, que não demoram a ser julgados. Se mantidas as condenações e os Embargos não forem aceitos, seria então marcada uma nova eleição para um mandato-tampão, cujo vencedor ficaria até o novo eleito em 2020. No caso de condenação a previsão é que tudo só tenha o seu desfecho para fevereiro de 2020, após o julgamento dos embargos.

RECURSO ESPECIAL

Como última cartada em caso de condenação e não aceitação dos embargos para se manter no cargo, o prefeito Ilderlei Cordeiro poderia impetrar ainda um Recurso Especial no TSE, pedindo uma Liminar até o julgamento do mérito, por terem sido aceitas provas conseguidas de maneira ilícita por meio de gravação não autorizada pela justiça. Muita coisa pode ocorrer.

OTIMISMO COM A ABSOLVIÇÃO

Há um otimismo do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, de que a sua condenação já seja derrubada no TRE-AC, por as provas serem ilícitas e por estar ausente quando a compra de votos foi negociada pelo ex-prefeito Vagner Sales, que na época apoiava a sua candidatura.

PARTICIPAÇÃO TUCANA

Buscando o início do episódio que redundou na ação judicial, o flagrante da compra de votos foi armado no grupo do PSDB que apoiava o candidato a prefeito Henrique Afonso (PSD). Quem encaminhou o candidato a vereador do grupo tucano para denúncia na Polícia Federal foi o então deputado federal Major Rocha (PSD). A meta era beneficiar o candidato tucano.

MORO POPULAR

O Ministro da Justiça, Sérgio Moro, é a figura mais popular do governo Jair Bolsonaro, principalmente, no povão; mostram todas as pesquisas, e comprovado ontem no Acre.

PEC FATIADA

No projeto da Previdência estadual ficou fora da pauta o fim do auxílio funeral, da sexta-parte e licença-prêmio, que segundo o líder do governo, deputado Gerlen Diniz (PROGRESSISTAS), estavam no bojo da PEC, mas podiam ser negociadas, a retirada não teve mérito da oposição.

DENTRO DA LEGALIDADE

Nada de irregular na contratação da FUNDAPE para fazer o concurso da PMRB. Foi encaminhada consulta a sete instituições organizadoras de concurso e a única que se habilitou com toda documentação foi a FUNDAPE. Daí porque foi contratada, tudo na maior legalidade.

FESTIVAL DE IRREGULARIDADES

Mas a aplicação das provas foi um festival de irregularidades e tinham que ser anuladas.

TENDÊNCIA NATURAL

Liguei ontem para um amigo do governo e perguntei qual a inclinação do governador na escolha do novo Procurador-Chefe do MP. Disse que a tendência seria ratificar a escolha do mais votado no MP, a Procuradora Katia Rejane. Como este governo é volúvel, é esperar.

COMEMORAÇÃO NA REDE SOCIAL

Os deputados de oposição ao governo, notadamente, os mais ácidos, Edvaldo Magalhães (PCdoB) e Roberto Duarte (MDB), comemoram na rede social ter posto o governo nas cordas.

META RETIRAR DE PAUTA

A meta da dupla agora é a retirada de pauta do projeto, com votação marcada para o dia 26.

NÃO DUVIDO DE NADA

Não duvido de nada. Quando vejo a minoria encurralar a maioria, vou duvidar de novo recuo?

QUORUM DIFÍCIL

Com a viagem de um grupo de deputado a Salvador para a reunião da UNALE será difícil conseguir esta semana obter quorum para a realização de sessões na ALEAC.

ERRARAM DE ENDEREÇO

Justo o protesto de alunos da UFAC com cartazes pedindo segurança nos ônibus que fazem a linha do Campus. Só que erraram de endereço: não tinham que pedir o trivial ao Ministro da Justiça, Sérgio Moro; mas sim ao secretário de Segurança, Coronel Paulo César. 

MAIS UMA CONCLUÍDA

Mais uma obra abandonada pelo governo passado foi concluída e inaugurada: UPA de Cruzeiro do Sul. E já em pleno atendimento. Quem não falte remédio e médico, como em outras UPAS.

URUBUS ENGRAÇADOS

Quer dizer que não torcer pelo Flamengo é não ser patriota? E onde é que fica o livre arbítrio? 

COMPETIÇÃO E ANTAGONISMO

O antagonismo é essência do esporte, quem não quer ser Flamengo que seja River, ora, bolas!

ÔNUS SEM BÔNUS

O governo estadual diminuiu o ICMS do querosene de aviação e o preço da passagem para a região não caiu. Diminuiu o ICMS para beneficiar fazendeiros, e o preço da carne não vai cair.

GLORIOSO NA LUTA

O Glorioso o Dr. Ulysses Guimarães – MDB – terá candidatos a prefeitos em 16 municípios

HORA DA AÇÃO

Acabou a festa, todo mundo comemorou, agora é hora de ação para dar a Rio Branco uma sensação de segurança à população. Não há mais motivo para não ver viaturas nos bairros.

MAIOR PRESENÇA

O que se espera é que a presença policial nos bairros seja agora mais perene e não eventual.

2020 NA PORTA

O que o governo tinha que fazer este ano e não fez não fará mais. Logo mais será 2020, com oportunidade para decolar em áreas estratégicas como Saúde, Segurança e Agricultura.

ABAIXO DO ESPERADO

Na Segurança aconteceram alguns avanços em 2019, mas nada que pudesse ser visto como uma mudança radical nos índices da violência, a capital continua ser muito violenta. Ou não?

PATINANDO NA TABATINGA

A Saúde e a Agricultura passaram 2019 patinando na tabatinga, sem sair do lugar.

MDB TERÁ CANDIDATO

O secretário do MDB, Aldemir Lopes, disse ontem ao BLOG DO CRICA, de que uma coisa é certa: o partido terá candidato próprio para prefeito de Brasiléia, faltando definir o nome.

NADA DECIDIDO

Sobre nomes como do empresário Francisco Moreira e do ex-vereador Pacífico, citou Aldemir Lopes que de fato estão entre as opções para disputar a prefeitura de Brasiléia, mas há outras lideranças previstas para entrar no MDB na janela eleitoral, que podem aumentar as opções.

NOME QUE AGLUTINE

O fato da nova legislação impedir as coligações proporcionais, na visão de Lopes empurra os partidos para candidaturas próprias, mas nada impede de se polarizar num candidato.

CENAS LAMENTÁVEIS

Cenas lamentáveis de idosos esperando atendimento desde a madrugada no Barral Y Barral. O secretário municipal de Saúde, Oteniel Almeida, precisa organizar o fluxo das consultas.

NO MUDOU O CERNE

O líder do governo, deputado Gerlen Diniz (PROGRESSISTAS), enfatizou ontem que, o cerne da PEC da Reforma Previdenciária está mantido e que foram apenas retirados pontos que virão na reforma administrativa, como  auxílio funeral, sexta-parte e licença-prêmio. 

FRASE DO DIA

“A coisa mais bela que a pessoa pode experimentar é o mistério. É essa a emoção fundamental que está na raiz de toda ciência e toda arte”. Albert Einstein.

 

Continuar lendo

Blog do Crica

A grande cartada 

Publicado

em

O governo dará a sua grande cartada política na votação da PEC da Previdência Estadual, a entrar em pauta na Assembléia Legislativa, no próximo dia 26. Estará em jogo com quem realmente poderá contar na sua volátil base de apoio em momentos tensos. Os deputados governistas estarão em cheque por ser um projeto polêmico e contestado pelos sindicatos. A matéria não foi votada até aqui porque alguns parlamentares da base pularam para cima do muro. Se vão descer do muro e votar com o governo, esta é a dúvida na cúpula do Palácio Rio Branco. O governo argumenta que, a rejeição do projeto implicaria em medidas drásticas, como a não contratação dos concursados da PM e Polícia Civil e a decretação de calamidade financeira, panorama em que apenas os pagamentos dos salários serão prioridade. A votação do dia 26 é, portanto, o grande divisor de água para o futuro da atual administração. Aguardar!

VAMOS JOGAR COM A VERDADE

A prefeita Socorro Neri fez o que era para ter sido feito ante as denúncias de irregularidades no concurso para ocupação de cargos na PMRB: anulou. A responsabilidade era da FUNDAPE.

ERA O ESPERADO

Quem conhece o caráter da prefeita Socorro Neri não era de se esperar outra decisão.

AVANÇO ZERO

O governo vai fechando o ano com avanço zero na sua principal bandeira de campanha, o agronegócio. O próprio governador tem lamentado que, este foi um ano perdido nesta área.

MENOS TEORIA E MAIS PRÁTICA

Do novo secretário de Agricultura, Edivan Maciel, espera-se menos teoria e mais prática.

IMPARCIALIDADE

A deputada federal Vanda Milani (SD), que vai disputar a prefeitura da capital no próximo ano, diz esperar do governador neutralidade em relação aos candidatos do seu campo político.

TRAPALHADA POLÍTICA

Com vários candidatos aliados disputando a PMRB, seria uma trapalhada por um deles debaixo do braço no primeiro turno. A neutralidade impediria o desgaste desnecessário com os aliados.

HIPÓTESE DESCARTADA

No PSD é hipótese descartada apoiar a candidatura do Minoru Kinpara a prefeito de Rio Branco. A meta do senador Petecão é costurar uma aliança com a prefeita Socorro Neri.

CONDIÇÕES DEFINIDAS

Entre as condições definidas pelo PSD do senador Sérgio Petecão (PSD) para uma aliança com a prefeita Socorro Neri é ela se descolar de qualquer relação política com o PT e o PCdoB.

DEFINIÇÃO EM JANEIRO

A outra aspiração do senador Sérgio Petecão (PSD) para a aliança é que a prefeita Socorro se filie ao PSD, para ser mais fácil trabalhar o seu nome. Numa aliança, o PSD indicaria o vice.

DATA FECHADA

Até o dia 26, quando será votado o projeto da PEC da Previdência estadual, as conversas continuam com os sindicatos, mas segundo boa fonte do governo, sem o recuo na data.

 LONGE DE AJUDAR

As presenças dos deputados Jenilson Lopes (PSB), Edvaldo Magalhães (PCdoB) e Roberto Duarte (MDB) no movimento, favoreceram o discurso do governo de politização do debate.

 QUE SITUAÇÃO!

Que situação a do PT? Nos últimos 20 anos era o bolo da cereja, com os dirigentes partidários brigando para posar ao lado nas fotos, hoje esta mesma turma foge léguas do partido.

PUXADINHO DESCARTADO

O MDB do deputado federal Flaviano Melo e o PSD do senador Petecão, estão certos de não aceitarem ser puxadinhos do governo na eleição para a PMRB e buscar espaços próprios.

META É 2022

Os bajuladores do governo vêm isso como rebeldia. E não é. Os partidos têm de chegar fortes na eleição de 2022, porque terão de ter chapas próprias para Câmara Federal e ALEAC.

NOVOS TEMPOS

Com a dupla, Neto e Alencar; filho e pai, comandando agora os destinos do Rio Branco Futebol Clube é um passo certo para tirar o clube da vergonhosa situação de abandona em que está.

MORO NO ACRE

Confirmada para hoje a chegada na capital do Ministro da Justiça Sérgio Moro. Na comitiva estão confirmadas as presenças dos senadores Sérgio Petecão (PSD) e Márcio Bittar (MDB).

DOIS MOMENTOS

Claro que, as viúvas do ex-presidente Lula não concordam. A justiça brasileira pode ser dividida entre antes e depois do Moro. O Moro quebrou o axioma que no Brasil só preto, pobre e puta eram presos. Como Juiz Federal colocou a cúpula política e empresarial do Brasil na cadeia.

ESTRANHO NO NINHO

Mesmo sendo o único senador do partido, o Márcio Bittar (MDB) não tem o papel de protagonista político que era para ter, as lideranças emedebistas o deixaram à margem.

MUITO MAIS PRESTÍGIO

Um amigo com quem conversei ontem sobre o assunto, foi irônico ao dizer que, o Pádua Bruzugu, sem mandato, tem mais prestígio na cúpula do MDB do que o Márcio Bittar.

COMENTÁRIOS MAL VISTOS

A crítica à postura do deputado Roberto Duarte (MDB) de oposição ao governador na ALEAC e o fato de defender uma aliança do partido com o governador para disputar a PMRB, segundo uma boa fonte, o desgastaram no MDB, por bater de frente com o que pensa a sua direção.

CARTA BRANCA

O deputado federal Flaviano Melo (MDB) deu carta branca à posição de crítico do governo ao deputado Roberto Duarte (MDB) e o definiu como candidato do MDB a prefeito da capital.

BISANDO O COMENTÁRIO

Biso o comentário porque têm figuras do governo que acham que, o MDB abrirá mão de candidato próprio à PMRB em 2020 para apoiar o candidato governamental. Delírio!

DISCURSO QUEBRADO

O atual governo pode contabilizar como conquista política ter quebrado a espinha dorsal da estratégia política do PT e PCdoB, que era de ver os salários dos servidores públicos atrasados.

PONTO FAVORÁVEL

O governo não só está em dias com os salários, quitando antecipadamente o 13º, como ainda fez o pagamento dos calotes do governo anterior do 13º e dos funcionários do Pró-Saúde.

SEM NENHUM SENTIDO

A partir de março devem começar a pipocar as rodadas de pesquisas mais próximas da realidade, porque já se saberá se o PT terá candidato próprio, se a prefeita Socorro Neri sairá à reeleição, e quais serão os candidatos à PMRB do campo do governo. 

PERDA DE TEMPO

Qualquer pesquisa que se fizer este ano para prefeito é sem nexo e uma perda de tempo.

CHAPA REPETIDA

O vice do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei, Cordeiro numa disputa da reeleição deverá continuar sendo o professo Zequinha, porque não aconteceram rusgas ao longo da gestão.

CAIU NA REAL

Parece que o ex-senador Jorge Viana (PT) caiu na real e tirou o seu nome de um debate político prematuro sobre a eleição do próximo ano. O debate vinha lhe desgastando.

NOME DO PT

A hora de emergir é em 2020, quando estará em pauta a eleição municipal. E se queira ou não o Jorge Viana é hoje a maior liderança do PT num plano maior, os outros são complementos.

FECHOU NO VERMELHO

O governo deve eleger em 2020 com prioridade dois setores que nestes primeiros 11 meses não deram certo: o agronegócio, que ficou só no discurso de campanha, e a Saúde que não melhorou em nada. Fecharam no vermelho. 

AGUARDAR 2020

Com a posse de dois novos dirigentes nestes setores e aguardar para ver se decolam.

DESAFIO PRINCIPAL

O principal desafio que a senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTAS) terá de enfrentar na condução do partido é conseguir um nome viável para disputar a prefeitura da capital.

SEM BASE POLÍTICA

Nenhum dos nomes relacionados pelo partido possui base política em Rio Branco.  

FRASE DO DIA

“Religião aliada à política é uma arma perfeita para escravizar ignorantes”. Júlio César de Melo.

 

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.