Conecte-se agora

Flaviano Melo: “o MDB não precisa de governo para viver”

Publicado

em

O presidente do MDB, deputado federal Flaviano Melo, reagiu ontem com dureza à afirmação feita ao ac24horas pelo governador Gladson Cameli de que vai convocar uma reunião com o MDB, para que seus dirigentes digam ou não se, eles se encontram representados no governo. “O MDB não precisa de governo para viver. Pode marcar a reunião que conversaremos. Se não nos quiserem no governo não tem nenhum problema”, falou o velho lobo emedebista ao BLOG DO CRICA. Para Flaviano, um partido do porte do MDB não aceitará nunca ser colocado na parede por ninguém. “Com o Glorioso, não!,” assinalou. Flaviano diz que faz das palavras do presidente nacional do MDB, deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP), que acabou de ser eleito, também,  as suas palavras: “Nosso partido não precisa de governo para sobreviver, somos muito maiores do que isso e continuaremos juntos, unidos e fortes movendo o Brasil”. O líder do MDB na Assembléia Legislativa, deputado Roberto Duarte (MDB), diz também que não aceitará pressão sobre o seu posicionamento político na ALEAC. “Se o Gladson quiser uma reunião terá que pedir pelos canais legais, que é um convite á direção regional e à liderança do MDB no Legislativo”, avisou Duarte (MDB). O parlamentar endossa as posições de dirigentes da executiva regional que a participação das secretárias Maria Alice e Eliane Sinhasique não representa o MDB no governo, porque não foram indicadas pela direção regional, mas uma escolha pessoal do governador. É saber agora se o governador Gladson Cameli vai mesmo chamar esta reunião ou foi mais um rompante.

FORRÓ COM BUMBO FURADO

A oposição na ALEAC colocou ontem a base do governo para dançar forró com bumbo furado. Aproveitaram o momento em que o presidente Nicolau Junior (PROGRESSISTAS) estava fora e a mesa era presidida pelo deputado Jenilson Lopes (PSB), que arquivou o Projeto de Lei enviado pelo Gladson que modificava os vetos derrubados da LDO. E não há como desarquivar.

 AULA DE REGIMENTO INTERNO E CONSTITUIÇÃO

O que acontece é que a oposição é composta de deputados da área jurídica e dos que conhecem o Regimento Interno e a Constituição Estadual. O argumento do arquivamento foi de inconstitucionalidade e pelo Regimento a matéria só pode voltar ao debate em 2020.

GOLPE DURO

Foi talvez a derrota mais dura sofrida pela majoritária base do governo ante a minoritária oposição. O governo tinha como certo que aprovaria o projeto ontem em regime de urgência. Mas não contava com o fato que na hora da apresentação quem estaria na presidência seria um deputado da oposição, Jenilson Leite (PSB). Ou seja, não combinaram com os russos.

DORMIU DE TOUCA

Foi a primeira dormida de touca do líder do governo, deputado Gerlen Diniz (PROGRESSISTAS), depois que reassumiu a função. O problema do Gerlen não é a competência – é um dos mais qualificados da ALEAC – mas o seu temperamento explosivo de achar que tudo se resolve pela pressão e não dialoga. Há um Regimento Interno que não pode ser atropelado. Não entendeu.

VAMOS COLOCAR NA REALIDADE

Vamos colocar no seu devido lugar o resultado da última pesquisa da TV-GAZETA sobre o governo. A aprovação do Governo Gladson é 34% de Ótimo e Bom. Não vou entrar no grupo que para lhe agradar somou o Regular (erradamente) para turbinar seu número para 65%.

É O QUE SE VEM FALANDO

Quando se critica a gestão da secretária de Saúde, Mônica Feres, não é nada pessoal. A pesquisa comprovou que a Saúde não vai bem. 46% disseram que continua tão ruim como no governo passado; 29% que piorou, e apenas 19% que melhorou. Não dourem a pílula!

OUTRO DADO A SER ANALISADO

Pela pesquisa, 43% dos entrevistados não confiam no governo Gladson Cameli. E 42% confiam. É para acender a luz vermelha. Não são números que devem ser comemorados pelo governo.

OUTRO CALO

 Na Segurança, 33% dos ouvidos acham que continua ruim como no governo passado, que piorou 28% e 36% que melhorou. Somados os dois índices negativos se chega a 51% de reprovação. E para o governo se debruçar nestes números e repensar as metas.

TAMBÉM A REALIDADE

Os números de aprovação da prefeita Socorro Neri também não são 75% de aceitação, mas 36% – dois pontos acima do governo – e não se ajuda em nada a quem está no poder turbinar seus números de popularidade. Melhor a verdade do que a peça de ficção como alguns forjam.

 ERRO TREMENDO

Não se ajuda um governador ou um prefeito turbinando números. É como servir piranambu e dizer que é caviar. Não se pode copiar um modelo que não deu certo. Era marca registrada dos governos do PT, turbinar falsamente números das pesquisas misturando Ótimo-Bom-Regular.

AS URNAS PROVARAM O ERRO

O resultado das urnas, que massacrou o governo do Tião Viana, mostrou de que não adianta fazer ficções com números de aceitação, porque na hora do voto a farsa é desmistificada.

NÃO COMEMOREM E NEM CHOREM

Sobre a pesquisa da TV-GAZETA para prefeito de Rio Branco, quem saiu na frente não comemore e quem ficou atrás não chore. E por um motivo forte: a pesquisa mostrou que 63% dos entrevistados disseram que não sabiam em quem votar. A pesquisa perde ai seu valor de aferição. Sem falar que estamos a um ano antes da eleição. E que uma pesquisa só servirá de parâmetro quando se conhecer quem realmente será candidato a prefeito. E ponto final.

QUE MALDADE!

Setores do PT defendem o nome do secretário municipal de Saúde, Otoniel, para ser o vice numa chapa da prefeita Socorro Neri, caso decida disputar a reeleição. Nada contra sua honra, mas o Otoniel é um petista da ala radical do partido. Que maldade, seria com a Socorro!

ACIMA DE QUALQUER SUSPEITA

O chefe da casa civil, Ribamar Trindade, é uma das pessoas mais corretas que conheço. Sobre as suas economias pessoais faz o que bem entender, porque não se trata de dinheiro público. É bobagem querer lhe atingir porque fez um empréstimo pessoal antes do governo a um amigo. E até porque como aplica ou deixa de aplicar suas economias não tem satisfação a dar.

AGORA É GUERRA

O deputado Roberto Duarte (MDB) diz que o líder do governo, deputado Géhlen Diniz (PROGRESSISTAS), não vai tratorar a oposição na votação de projetos e terá que seguir o que diz o Regimento Interno. “Qualquer manobra fora do Regimento será judicializada”, avisou.

NO MEU NINGUÉM TASCA

O deputado federal Flaviano Melo (MDB) é pragmático em relação ao não ceder as suas emendas parlamentares para serem usadas pelo governo: “Eu não dou palpite sobre como o Gladson vai usar o deixar de usar o seu orçamento, nunca fui consultado”.

FINANÇAS ESTRUTURADAS

O fato da prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem, continuar levando bem a gestão neste momento de crise tem um motivo certo, o de ter na frente da Secretaria de Finanças um expert na área, como o Tadeu Hassem, que tem conseguido manter o equilíbrio fiscal.

NATURAL EM TODA ADMINISTRAÇÃO

Sem sentido qualquer crítica ao fato do governador Gladson Cameli estar pedindo autorização ao Legislativo para contrair um empréstimo. É como em todos os governos. E só se consegue empréstimo quando se tem sanidade fiscal. E o valor sendo bem aplicado, sem problema.

O CONTRADITÓRIO É SAGRADO

Como o nome do ex-prefeito Vagner Sales foi citado na coluna como alguém que tenta criar dificuldades ao prefeito Ilderlei Cordeiro, não podemos deixar de atender ao pedido para se colocar sua versão. Diz não ter problema pessoal com o Ilderlei. Que é contra passar mais de 1 milhão e 500 mil reais para uma ONG. Passar mais de 1 milhão de reais para uma Fundação. De manipular gastos com pessoal para enganar o TCE e contratar um empréstimo de 15 milhões de reais. 

ESTE É O PROBLEMA

Em momento algum a prefeita Socorro Neri disse ser a favor do reajuste no preço das passagens de ônibus. A análise é feita pelo Conselho Municipal de Transporte. É aí que mora o perigo: este Conselho, não só nesta gestão, mas nas demais, sempre foi simpático ao que pedem os empresários. Outro problema é que as empresas prestam um serviço de baixa qualidade.

SEM TELHADO DE VIDRO

Não tenho bola de cristal, mas se a prefeita Socorro Neri disputar a reeleição é improvável que não esteja no segundo turno. A sua gestão tem sido muito produtiva. E ainda tem ao seu favor mais um ano de trabalho antes de chegar a eleição. E não tem telhado de vidro na campanha.

CESÁRIO NOVAMENTE

O presidente do PT, Cesário Braga, deverá ser reeleito na eleição para a composição da executiva regional no Congresso Estadual do partido, com início 19 de outubro. Não sei se alguém do PT faria melhor do que o Cesário nestes tempos bicudos fora do poder

FRASE DO DIA

“O teste da coragem vem quando estamos em minoria; o teste da tolerância, quando estamos em maioria”. Ralph W. Sockman, Pregador americano.

 

 

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas