fbpx
Conecte-se agora

Lotérica de Xapuri não consegue responder demanda e causa transtornos aos clientes

Publicado

em

Há algumas semanas a casa lotérica Globo da Sorte, única em funcionamento no município de Xapuri, vem recebendo críticas dos usuários por conta do atendimento precarizado pela quebra de um dos terminais. Um vídeo enviado por um usuário dos serviços mostra a lotérica lotada na manhã desta quarta-feira, 9, com a fila chegando à rua.

Há uma semana, o vereador Gessi Nascimento (MDB), solicitou via requerimento providências da Caixa com relação à situação da casa lotérica, inclusive pedindo da instituição bancária a instalação de um posto de atendimento com terminal de autoatendimento, o popular cash, em regime de urgência. Uma comissão de vereadores chegou a ir à Superintendência da Caixa em Rio Branco reclamar dos problemas.

A proprietária da casa lotérica, Maria Nilza de Oliveira, confirmou que a maior dificuldade para o atendimento ocorre em razão da quebra de um dos terminais. Segundo ela, a situação se agrava com o pagamento dos benefícios do programa Bolsa Família.

Sobre o problema da constante falta de dinheiro, que é também é uma reclamação dos clientes, Maria Nilza afirmou que a situação decorre de uma norma da própria Caixa. Segundo ela, não há repasse de dinheiro para a lotérica fazer pagamentos.

“O pessoal da Caixa me disse que todas as lotéricas têm esse problema. Não vem dinheiro para a lotérica, os pagamentos são feitos com o dinheiro que entra no movimento do dia. Se não entrar, não tem pagamento. Todos os lugares são assim”, explicou.

A gerente da agência da Caixa em Brasileia, Joquebede Herculano de Araújo, informou na manhã desta quarta-feira, 9, que a instituição já está direcionando equipamentos para normalizar o atendimento na casa lotérica de Xapuri.

Sobre a reivindicação do vereador para a instalação de um posto de atendimento, ela afirmou que não tem subsídios para responder, uma vez que é um processo que parte de diversas áreas a partir da Superintendência.

“É algo que necessita de estudos, de levantamentos de informações de maneira mais ampla”, explicou.

A respeito da informação prestada pela proprietária da casa lotérica, de que o problema da constante falta de dinheiro decorre de uma norma da Caixa, a gerente afirmou que a afirmação não procede tal qual foi repassado.

“De jeito nenhum. Existem algumas medidas de segurança que são tomadas mediante as normas internas, e trabalhamos sempre procurando oferecer o melhor atendimento, garantido segurança aos clientes e funcionários. Infelizmente ocorrem imprevistos, falhas sistêmicas e outros problemas que acarretam certo mal estar nos clientes”, finalizou.

Veja o vídeo:

 

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas