Conecte-se agora

Confira a lista dos eleitos para compor o Conselho Tutelar do município de Rio Branco

Publicado

em

A noite deste domingo, 6, foi marcada pela apuração da Eleição dos 15 novos Conselheiros Tutelares de Rio Branco para o quadriênio 2020/2024. A apuração ocorreu na sede da Prefeitura de Rio Branco. A apuração começou por volta das 18 horas e terminou às 23 horas.

Estavam aptas a votar 200 mil pessoas na capital, no total votaram 18 mil pessoas. A 1º colocada foi Naira com 1058 votos. Um telão foi instalado no local para a população poder assistir à contagem de votos.

A votação teve início às 8h deste domingo (06) e encerrou às 17h. Em Rio Branco, foram 53 candidatos concorrendo a 15 vagas.

O processo de seleção teve início em abril e os candidatos tiveram que passar por uma prova escrita, além de comprovar experiência em trabalhos com crianças e adolescentes.

Na capital acreana, temos três Conselhos Tutelares com cinco conselheiros cada um. A eleição foi organizada pelo Conselhos Municipais que disponibilizaram 11 Escolas na capital para o eleitor participar do pleito e eleger os membros do Conselho Tutelar do município mais votados.

Os Conselhos Tutelares são órgãos responsável por zelar pela garantia e defesa dos direitos da criança e do adolescente por parte da família, da comunidade em geral e, acima de tudo, do poder público, notadamente em âmbito municipal (por força do disposto no art. 88, inciso I, da Lei no 8.069/90), fiscalizando a atuação dos órgãos públicos e entidades governamentais e não governamentais de atendimento a crianças, adolescentes e famílias.

Confira os eleitos:

Propaganda

Cotidiano

Fiscais que aplicariam provas do concurso à tarde cobram pagamento da FUNDAPE

Publicado

em

Como se não bastasse a série de problemas ocasionados com o cancelamento do concurso público da Secretaria Municipal de Educação (SEME) aos mais de 20 mil inscritos na prefeitura de Rio Branco, um novo impasse foi gerado após anúncio da anulação das provas. Os fiscais de sala que iriam aplicar as provas na tarde deste domingo, 17, alegam que a Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino e Pesquisa e Extensão (FUNDAPE), empresa contratada para realização do certame, estão se negando a pagar a diária aos aplicadores, no valor de R$ 80.

Segundo um dos fiscais que estava lotado no Instituto Federal do Acre (Ifac), que preferiu não se identificar, mesmo que eles não tenham mais que aplicar o certame na tarde de hoje, houve um encontro preparatório na última quarta-feira, dia 13, em que eles tiveram que gastar com o descolamento e ainda disponibilizar tempo para a reunião. “Estávamos todos presentes no horário combinado”, afirma um dos fiscais.

Até mesmo os funcionários da limpeza, cuja a empresa se comprometeu em pagar a diária no dia do certame, também não sabem mais se irão receber. “O pessoal da limpeza chegou bem cedo aos locais de prova. Resolveram que não vão pagar”, ressalta o denunciante.

A secretaria municipal de Educação confirmou no início da tarde o cancelamento do concurso, que seria destinado à contratação de mais de 500 profissionais. As provas que seriam aplicadas na tarde foram anuladas.

Segundo o secretário Moisés Diniz, a prefeitura irá divulgar no decorrer da próxima semana uma nova data para o concurso da Educação.

Continuar lendo

Cotidiano

Candidatos inscritos no turno da tarde ainda não sabem se provas serão aplicadas

Publicado

em

Os candidatos inscritos para fazer a prova do concurso da Secretaria Municipal de Educação (SEME) marcada para ser aplicada à tarde ainda não sabem se o certame será normalmente realizado, após as denúncias que apontam suspeitas de fraude.

Os participantes reclamam que a banca organizadora e aplicadores contratados, assim como representantes da prefeitura de Rio Branco, omitem todas as informações referentes ao concurso. “Ninguém sabe de nada. Está todo mundo [sic] querendo saber se vai haver prova ou não e eles não falam nada”, reclama um candidato.

No final da manhã deste domingo, 17, equipes da Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino e Pesquisa e Extensão (FUNDAPE) se reuniram para levantar informações sobre suspeita de fraude no concurso.

Desde as primeiras horas de hoje, candidatos alegam prejuízos devido à troca de provas, provas fora de malote lacrado, uso de celular em sala e leitura de prova em dupla e até trio.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.