Conecte-se agora

Ministério Público quer explicação sobre vínculo da CBCN e prefeitura de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

A Promotora Substituta Manuela Canuto de Santana Farhat, instaurou Procedimento Administrativo determinando diligências investigatórias visando apuração de possível ilegalidade no vínculo jurídico existente entre a Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Sul e a ONG Centro Brasileiro para Conservação da Natureza – CBCN. Quer explicações com relação à prestação de serviço de coleta de resíduos de serviço de saúde (RSS) gerados pelas Unidades Básicas de Saúde no município.

A promotora deu um prazo de 15 dias para que a prefeitura de Cruzeiro do Sul, preste esclarecimentos sobre a CBCN.

Manuela Canuto, da Promotoria Cível atende à Procedimento Administrativo da Ouvidoria-Geral e cita que que “o Ministério Público é instituição encarregada de promover a defesa do patrimônio público e dos princípios constitucionais da Administração Pública, com arrimo no art. 8º da Resolução CNMP nº 174, de 04 de julho de 2017, determino a instauração de Procedimento Administrativo. Expeça-se ofício à Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Sul para que preste informações minudenciadas acerca da temática versada na presente inaugural, no prazo de 15 (quinze) dias.”

E não é só esta investigação que o Ministério Público do Acre, faz na prefeitura de Cruzeiro do Sul.

O promotor Leonardo Honorato, quer explicações do prefeito Ilderlei Cordeiro, sobre a demolição do Portal da Avenida Mâncio Lima, erguido pelo governo do Estado com recursos públicos.

O pórtico foi derrubado, para dar passagem ao caminhão de som da Marcha pra Jesus, realizada na última sexta-feira, 27.

Procurado pela reportagem do ac24horas o procurador da prefeitura de Cruzeiro do Sul, Jonathan Donadoni, destaca que todas as explicações solicitadas pelo Ministério Público já foram enviadas ao MPAC.

Propaganda

Na rede

Homem é preso com arma e 20 caixas de munições que seriam entregues para facção

Publicado

em

Uma operação das Polícias Federal e Militar em Porto Walter, resultou na apreensão de uma pistola e uma grande quantidade de munição para vários tipos de armas. Um homem conhecido por Macaquinho, foi preso.

Macaquinho foi preso em um hotel da cidade às 5h da manhã desta terça-feira, 19. Ele estava com 20 caixas de munição calibre 22, 140 kg de chumbo, 180 tubo de pólvora e diversas munições.

O comandante da PM em Porto Walter, tenente José, acredita que parte da munição seria entregue para facções que agem no Alto Juruá com tráfico de drogas e também como “piratas” dos rios, fazendo assaltos a embarcações.

O tenente cita que a operação começou semana passada e não tem data para terminar. As equipes estão percorrendo vilas, rios e igarapés da região, em busca de traficantes, armas, contrabando e outros ilícitos.

“Além dessa arma e munição, já recuperamos 4 motos que haviam sido roubadas em outras cidades e trazidas para cá. Vamos prosseguir e mais prisões serão feitas”, cita o militar, explicando que alem de ação conjunta com a PM, a Polícia Federal, faz operações independentes na região.

 

Continuar lendo

Na rede

Ilderlei Cordeiro participa de lançamento do Programa Vigia, criado pelo ministro Sérgio Moro

Publicado

em

Pela primeira primeira vez no Acre, o ministro da Justiça Sérgio Moro lançou nesta segunda-feira, 18, em Cruzeiro do Sul, o Programa Vigia e a criação do Grupo Especializado de Fronteira (Gefron). O prefeito Ilderlei Cordeiro acompanhou a solenidade junto ao governador Gladson Cameli e demais autoridades.

“O Projeto Vigia agrega treinamento, capacitação e ação integrada. Nos estados que ele foi implementado, os resultados foram muitos, pois evita a entrada de criminosos da fronteira”, destacou o ministro.

Durante a solenidade, Sérgio Moro anunciou investimentos no aparelhamento das forças de segurança do Acre com a vinda de mais um helicóptero. Deste modo, o Estado vai contar com três helicópteros para atuar na fiscalização e repressão.

Segundo o governador Gladson Cameli, tudo que o Estado puder fazer para garantir o direito de ir e vir dos cidadãos, será feito. “Agradeço o apoio da nossa Bancada Federal por assegurar recursos para o nosso Estado. Não tenho dúvidas de que com o apoio do governo Jair Bolsonaro e de toda a sua equipe, nós vamos, sim, garantir um futuro promissor para a população”, destacou.

O Acre é o primeiro estado do Norte a aderir ao Programa Vigia, desenvolvido no Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O Vigia é um sistema de monitoramento das fronteiras internacionais nos estados, que busca blindar a entrada de armas, drogas e produtos contrabandeados pelas fronteiras. Entre as linhas de atuação estão as operações integradas, aquisição de equipamentos, capacitações e bases operacionais com integração de sistemas.

“Estamos vendo a integração dos poderes para cada dia mais cuidarmos da segurança da nossa região. Um trabalho intensivo de combate ao tráfico e a criminalidade na nossa região e a melhoria da qualidade de vida dos cruzeirenses”, frisou o prefeito Ilderlei Cordeiro.

A solenidade contou a presença dos senadores acreanos, Márcio Bittar, Sérgio Petecão, Mailza Gomes e deputado federal Alan Rick, entre outras autoridades.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.