Conecte-se agora

Bittar critica Jorge e Marina e afirma que Duarte erra ao construir candidatura em 2020 fora do governo

Publicado

em

No programa Boa Conversa desta semana o senador Márcio Bittar (MDB) declarou aos jornalistas Luís Carlos Moreira Jorge e Astério Moreira que o ex-governador Jorge Viana foi o engenheiro que construiu o conceito de Florestania. “O Jorge e a Marina Silva são os responsáveis pelo prejuízo causado ao desenvolvimento do Acre e da Amazônia”. O parlamentar criticou duramente as ONG’s, a política ambiental dos últimos 20 anos e enfatizou que índio não tem nenhum domínio sobre suas terras.

“O governo brasileiro não tem poder nem soberania sobre a Amazônia”, afirmou, responsabilizando a esquerda. Bittar afirmou ainda ser mais direita do que o próprio presidente Jair Bolsonaro (PSL).

O senador fez uma análise do governo Gladson Cameli (Progressistas) afirmando que ele deverá ser candidato a reeleição e que os partidos que estão no governo não devem cometer o erro do PT de lançar mais de um candidato ao Senado em 2022. Ele entende que o PT não está morto.

Sobre o seu partido, Bittar afirmou que o deputado Roberto Duarte (MDB), erra quando se posiciona como um parlamentar de oposição ao governo. “O Roberto é o meu candidato a prefeito, mas sua candidatura deveria ser construída dentro do governo, já disse isso pessoalmente a ele”, lamentou.

Veja a seguir a entrevista no Boa Conversa na íntegra:

video

Propaganda

Destaque 3

População terá poucos momentos para visualizar o ministro Sérgio Moro no Acre

Publicado

em

A população de Rio Branco terá poucos momentos em que poderá visualizar o ministro Sérgio Moro. Por medidas de segurança, as agendas serão cumpridas em ambientes fechados, para poucos convidados e forte esquema de segurança.

Na chegada do Aeroporto de Rio Branco, quem estiver no espaço do mirante poderá ver o ministro no momento do desembarque no avião da Força Aérea Brasileira (FAB). O cerimonial institucional ainda não informou se Moro segue até o saguão principal para poder ter acesso ao veículo que o conduzirá até o Memorial dos Autonomistas, no centro da capital.

Pela agenda divulgada no início da noite, a caravana com o ministro, o governador Gladson Cameli, o vice-governador Major Rocha, senadores da República, deputados federais, secretários e convidados deverá gastar cerca de 30 minutos entre o aeroporto e centro da cidade. O carro de Sérgio Moro será escoltado por batedores da Polícia Rodoviária Federal.

A chegada do ministro no Memorial dos Autonomistas é outro momento em que ele poderá ter contato com o público, mesmo que de longe. Grades isolaram o acesso entre o Palácio Rio Branco e o Memorial dos Autonomistas já na manhã deste domingo.

A cerimonia de condecoração da Ordem Estrela do Acre (OEA) tem duração prevista de 40 minutos, deve começar as 11h40. Sérgio Moro e o governador Gladson Cameli, o vice-governador Major Rocha e as demais autoridades fazem o caminho entre o Memorial dos Autonomistas e o Palácio Rio Branco andando.

Esse deverá ser o maior momento em que o público poderá visualizar Sérgio Moro mais de perto. Ele deverá passar na escadaria do lado direito do Palácio Rio Branco (pela avenida Getúlio Vargas) até se posicionar no dispositivo de honra para a segunda cerimonia do dia, a entrega de 127 viaturas para o Sistema Público de Segurança do Acre.

Toda frente e laterais do Palácio Rio Branco foram isoladas por grades e o espaço da Fonte Luminosa estará ocupado por viaturas policiais. A rua Porto Leal, acesso pela Assembleia Legislativa estará com acesso somente para carros oficiais.

Depois da entrega das viaturas, Moro e um grupo restrito de autoridades sobem as escadarias do Palácio Rio Branco para conceder entrevista coletiva à imprensa. O ministro almoça antes de se deslocar até o aeroporto e viajar para Cruzeiro do Sul.

Continuar lendo

Acre 01

Deslocamento de Sérgio Moro e comitiva não será de helicóptero em Rio Branco e Cruzeiro

Publicado

em

O deslocamento do ministro Sérgio Moro entre o Aeroporto internacional de Rio Branco e o Palácio Rio Branco, não será de helicóptero. Moro e o governador Gladson Cameli virão de carro com auxílio de batedores até o centro da cidade onde participam de duas cerimônias.

A secretaria de segurança pública do Acre não informou se os helicópteros Harpia 1 e Harpia 3 participarão das estratégias de segurança do ministro. Sérgio Moro deve almoçar em Rio Branco antes de embarcar para Cruzeiro do Sul, onde cumprirá a segunda parte de sua agenda no estado. Sérgio Moro vai de voo particular para Brasília e depois vem ao Acre no avião da FAB

O ministro Sérgio Moro embarca as 5h50 [Horário de Brasília] de Curitiba onde reside para a base aérea do Força Aérea Brasileira (FAB) onde pega um jatinho com destino a Rio Branco. A aeronave faz um pouso estratégico para abastecimento na cidade de Vilhena (RO) e tem previsão de chegar em Rio Branco por volta das 10 horas de segunda-feira, dia 18.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.