Conecte-se agora

Major Rocha diz que pediria licença do cargo se deputados afastassem Gladson do governo

Publicado

em

O governador em exercício Major Rocha conversou com o ac24horas na manhã desta sexta-feira, 20, a respeito dos últimos acontecimentos envolvendo a crise política entre o Palácio Rio Branco e os deputados da base na Assembleia Legislativa. Na ausência de Cameli, que cumpre agenda oficial em Nova York (EUA), o militar ficará responsável por tentar apaziguar os ânimos dos deputados da base.

“Acredito que temos condições de compor e repactuar. Vamos trabalhar nisso. Vamos nos reunindo esperando ter uma definição sobre essa situação na próxima terça, quando o Gladson chegar”, ressaltou Rocha.

Sobre a possibilidade ventilada por deputados de Gladson se afastado do cargo por intermédio de um impeachment, Rocha ressaltou que a ideia é um total absurdo. “Eu espero sinceramente que isso não tenha nem passado na cabeça dos parlamentares. Se isso ocorresse, eu pediria licenciamento do cargo”, revelou.

O ac24horas apurou que caso de fato Gladson fosse afastado e o vice-governador pedisse licença do cargo, quem assumiria o governo seria o presidente da Assembleia Legislativa.

Rocha enfatiza que trabalha com o líder do governo, o deputado Luis Tchê (PDT), e o secretário de Articulação Institucional para equacionar a crise. “Sabemos que existe esse problema financeiro. O ajuste é necessário, mas também temos que entender o lado político da coisa. Vamos resolver isso em comum acordo entre os poderes”, disse.

Propaganda

Destaque 3

Apenas quatro prefeituras estão aptas em simulação para obtenção de operação de crédito

Publicado

em

O levantamento do ac24horas mostra que apenas quatro prefeituras do Acre tem até agora nota A do Tesouro Nacional (Marechal Thaumaturgo, Rio Branco, Porto Acre e Xapuri) na Prévia Fiscal, a plataforma que apresenta uma simulação da situação fiscal de Estados e municípios a respeito de sua elegibilidade para obtenção de operação de crédito.

A maioria tem nota C e já ultrapassou o limite de gastos com pessoal. Somente Epitaciolândia (45,80%), Cruzeiro do Sul (49,07%), Acrelândia (46,21%), Sena Madureira (46,40%) e Rio Branco (46,84%) estão dentro do limite prudencial de 50% da receita corrente líquida de gasto com pessoal.

O Tesouro Nacional explica que análise não abrange todos os limites legais, visto que utiliza apenas os dados disponibilizados no Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro e no Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias, o CAUC. Portanto, não vincula a posição do Tesouro Nacional. Assim, os limites divulgados são preliminares, e serão apurados de forma precisa por ocasião da verificação do cumprimento de limites e condições de que trata o artigo 32 da Lei Complementar nº 101, de 2000 (LRF).

A compilação dos dados do Tesouro confirma um estudo oficial. Divulgado no fim de outubro pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, o Índice Firjan de Gestão Fiscal Mais da metade dos municípios do Acre estão em situação fiscal crítica. Os principais indicadores avaliados pela Firjan são autonomia, gasto com pessoal, investimentos e liquidez.

A reportagem procurou a Associação dos Municípios do Acre (AMAC) mas não obteve resposta até a conclusão do texto. Já o secretário de Finanças, Edson Rigaud, da Prefeitura de Rio Branco manifestou-se sobre o tema, lembrando que a capital do Acre é um município pobre. “Apesar de não termos o montante de recurso que gostaríamos, o pouco que temos é administrado com muito cuidado, com muito zelo, com muita responsabilidade pela Prefeita Socorro Neri. Temos esse conceito triplo A junto a Secretaria do Tesouro Nacional e também o conceito de excelência em gestão fiscal pelo trabalho realizado pela Firjan, reflexo da postura responsável com que os gestores de nossa cidade conduzem nossas finanças”, disse Rigaud.

Rio Branco se empenha em uma política de busca por superávit dos resultados primários, o que significa que há esforço para se gastar menos do que arrecada. “A maioria dos Estados e municípios está fazendo cortes, demitindo, atrasando salários, nós estamos fazendo investimentos e nos organizando para ampliá-los bastante no próximo ano, se Deus quiser”, concluiu o secretário.

Continuar lendo

Destaque 3

População terá poucos momentos para visualizar o ministro Sérgio Moro no Acre

Publicado

em

A população de Rio Branco terá poucos momentos em que poderá visualizar o ministro Sérgio Moro. Por medidas de segurança, as agendas serão cumpridas em ambientes fechados, para poucos convidados e forte esquema de segurança.

Na chegada do Aeroporto de Rio Branco, quem estiver no espaço do mirante poderá ver o ministro no momento do desembarque no avião da Força Aérea Brasileira (FAB). O cerimonial institucional ainda não informou se Moro segue até o saguão principal para poder ter acesso ao veículo que o conduzirá até o Memorial dos Autonomistas, no centro da capital.

Pela agenda divulgada no início da noite, a caravana com o ministro, o governador Gladson Cameli, o vice-governador Major Rocha, senadores da República, deputados federais, secretários e convidados deverá gastar cerca de 30 minutos entre o aeroporto e centro da cidade. O carro de Sérgio Moro será escoltado por batedores da Polícia Rodoviária Federal.

A chegada do ministro no Memorial dos Autonomistas é outro momento em que ele poderá ter contato com o público, mesmo que de longe. Grades isolaram o acesso entre o Palácio Rio Branco e o Memorial dos Autonomistas já na manhã deste domingo.

A cerimonia de condecoração da Ordem Estrela do Acre (OEA) tem duração prevista de 40 minutos, deve começar as 11h40. Sérgio Moro e o governador Gladson Cameli, o vice-governador Major Rocha e as demais autoridades fazem o caminho entre o Memorial dos Autonomistas e o Palácio Rio Branco andando.

Esse deverá ser o maior momento em que o público poderá visualizar Sérgio Moro mais de perto. Ele deverá passar na escadaria do lado direito do Palácio Rio Branco (pela avenida Getúlio Vargas) até se posicionar no dispositivo de honra para a segunda cerimonia do dia, a entrega de 127 viaturas para o Sistema Público de Segurança do Acre.

Toda frente e laterais do Palácio Rio Branco foram isoladas por grades e o espaço da Fonte Luminosa estará ocupado por viaturas policiais. A rua Porto Leal, acesso pela Assembleia Legislativa estará com acesso somente para carros oficiais.

Depois da entrega das viaturas, Moro e um grupo restrito de autoridades sobem as escadarias do Palácio Rio Branco para conceder entrevista coletiva à imprensa. O ministro almoça antes de se deslocar até o aeroporto e viajar para Cruzeiro do Sul.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.