Conecte-se agora

Trabalhadores dos Correios do Acre decidem suspender greve

Publicado

em

Os trabalhadores dos Correios decidiram no início da noite desta terça-feira (17) pela suspensão da greve, seguindo o posicionamento nacional e continuar negociando com a empresa por meio de uma mediação aberta de dissídio coletivo do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos do Acre (Sintect/AC), Suzy Cristiny, explicou que o estado de greve está mantido e que a categoria poderá retomar a paralisação caso haja a negativa da empresa em buscar um acordo.

A sindicalista agradeceu o apoio dado pela população e de outras classes a mobilização dos trabalhadores. Ela informou que a categoria buscará colocar em dia a entrega de encomendas.

O Sintect/AC também mantem a mobilização do abaixo assinado em busca de apoio contra a privatização da empresa.

Propaganda

Destaque 6

Jovens acreanos em motos são a maioria que recebem DPVAT

Publicado

em

O Acre é 19º Estado com maior número de indenizações pagas pelo seguro DPVAT. Foram 1.088 pagamentos realizados em 2018 contra 1.233 no ano anterior.

A faixa etária mais atendida é a juventude, pessoas com idade entre 18, 25 e 34 anos. 946 foram por invalidez permanente e 101 por morte. A maioria dos veículos atendidos são as motocicletas, cujos acidentes envolveram 904 indenizações.

O seguro será extinto a partir de janeiro de 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro. A justificativa é que o seguro sofre ataques fraudulentos. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nacional diz que a extinção do DPVAT lesa o usuário.

Continuar lendo

Destaque 6

Bolsonaro cria programa Mulher Segura e Protegida

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro instituiu nesta quarta-feira (13) o Programa Mulher Segura e Protegida, com o objetivo de integrar e ampliar os serviços públicos existentes destinados às mulheres em situação de violência, por meio da articulação dos atendimentos especializados no âmbito da saúde, da justiça, da rede socioassistencial e da promoção da autonomia financeira.

A Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos coordenará o Programa Mulher Segura e Protegida, segundo o decreto 10.112, de 12.11.2019.

O programa se dará por várias ações, principalmente a implementação de unidades da Casa da Mulher Brasileira, espaços públicos onde se concentrarão os principais serviços especializados e multidisciplinares da rede de atendimento às mulheres em situação de violência, de acordo com as tipologias e as diretrizes estabelecidas pela Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, inclusive em regiões de fronteira, em cujas unidades serão prestados também serviços especializados de enfrentamento ao tráfico de mulheres e situações de vulnerabilidade decorrentes do fenômeno migratório.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.