Conecte-se agora

O jogo de 2020 ainda está para ser jogado

Publicado

em

O fim das coligações proporcionais praticamente obriga os partidos a terem candidatos a prefeito e chapas completas de vereadores. Com isso, o sonho de repetir para a PMRB a coligação que elegeu Gladson Cameli governador, é zero. O MDB já definiu que disputará a prefeitura com o deputado Roberto Duarte (MDB). O PSDB anunciou o ex-presidente do PT, Minoru Kinpara, como seu candidato a prefeito. E o SOLIDARIEDADE a deputada federal Vanda Milani (SD). Dois pontos importantes a se ressaltar destes nomes: o primeiro é que todos possuem curso superior, e o segundo é que os três foram bem votados na capital. Tudo caminha na direção do PROGRESSISTA, partido do governador, não ter candidato pela falta de um bom nome com densidade eleitoral na capital, o que o deixa mais a vontade e sem a obrigação de abraçar uma das candidaturas, o que desagradaria as demais. Mas, independente, de como se comportará na eleição municipal de 2020, o governador Gladson Cameli será o comandante e o grande eleitor da campanha do próximo ano. Não será nenhuma surpresa se for para os três palanques e deixar para colocar um candidato debaixo do braço num eventual segundo turno para a PMRB. O Jogo de 2020 está para ser jogado.

APOSTAS EMPATADAS

A quatro deputados da base do governo, fiz a pergunta: vocês acham que o Gladson Cameli será candidato à reeleição ou disputará o Senado? Dois opinaram que sairá à reeleição e dois para senador. Eu, não teria hoje nenhum palpite, embora ele diga estar gostando de governar.

NAS DUAS SITUAÇÕES

Seja optando por disputar o Governo ou o Senado uma candidatura do Gladson Cameli será muito forte, porque nos dois casos disputaria a eleição no comando da máquina estatal.

PROCESSAR A TODOS

A rede social não é terra sem lei. Liberdade de expressão é uma coisa, a ofensa moral é outra. A prefeita Socorro Neri tem o direito de processar não só este cidadão que a ofendeu com uma postagem chula este fim de semana, mas a todos que atacarem a sua honorabilidade.

VIRTUDE RARA

A prefeita Socorro Neri tem uma virtude que escasseia na maioria dos políticos: a sua honra é inatacável. Não fez da PMRB um curral eleitoral e faz uma gestão acima de qualquer suspeita.

PREFEITURA DE BRASILÉIA

Chega postagem do vereador Joelso Pontes (PROGRESSISTAS) dizendo que, mesmo com o favoritismo da prefeita Fernanda Hassem (PT), continua a luta para unir a oposição e que; além dele, tem o vereador Charbel Reis e o ex-vereador Vagner Galli, que podem ser candidatos.

UMA OBSERVAÇÃO DA OPOSIÇÃO

Observação do deputado Daniel Zen (PT): “o governador do Acre, Gladson Cameli, não chega a ser tão ogro e tão tosco quanto Bolsonaro. Mas em 9 meses de governo, já demonstrou ser igualmente despreparado e incapaz de gerir a complexa máquina administrativa do Estado”.

CUIDADO COM O QUE PROMETE

O diretor da EMATER-ACRE, Tião Bocalom, promete que até o fim o governo Gladson o Acre suprirá o mercado interno com arroz, feijão, cenoura, tomate, pimentão, etc. Cuidado com o que promete, foi prometido em outros governos e mal produzimos o cheiro-verde do peixe.

GRANDE OPORTUNIDADE

O ex-prefeito Tião Bocalom terá toda a oportunidade de provar na EMATER que o slogan “Produzir para Empregar”, usado nas suas campanhas, era para valer e não uma falácia.

RECONHECIMENTO DO TRABALHO

O fato do senador Sérgio Petecão (PSD) abrir a porta à prefeita Socorro Neri para disputar a reeleição pelo partido é bom para ela. Jamais seria convidada se a sua gestão fosse pífia.

PAU SECO

Um pertinente registro sobre o PT, ouvido ontem de um ex-dirigente da FPA: “Na eleição do próximo ano, o PT será como um pau seco, quem se encostar nele vai para o chão junto”.

AULA DE GEOGRAFIA

Alguém tem que contar aos que andam sugerindo nomes para a ponte sobre o Rio Madeira, até de ex-governador acreano, que a obra se encontra em território rondoniense, e que se há alguém legítimo para sugerir um nome para aquela obra e o governo de Rondônia. Ponto.

FORA DO JOGO

O professor Carlos Coelho (PSD) desistiu de ser candidato a prefeito de Tarauacá. A fraca gestão da prefeita Marilete Vitorino, do seu partido, o desencorajou a entrar na disputa.

TESTE DE FOGO

O governo Gladson Cameli coloca esta semana na mesa a lealdade da sua base política na ALEAC, quando deverá entrar em votação a análise dos seus veto a pontos da LDO. Há todo um clima de derrubada desses vetos. Para a rejeição os adversários terão que ter 16 votos.

QUESTÃO QUE PESA

Há uma questão que pesa para os deputados da base do governo votarem pela derrubada dos vetos: o caminhão de afilhados nomeados em cargos de confiança na máquina estatal. O voto pode mexer com o bolso desses afilhados. Ninguém me falou isso, mas é uma possibilidade.

NÃO TEM TERCEIRO TURNO

Todo dia é uma choradeira contra o presidente Jair Bolsonaro dos que votaram no PT. A eleição presidencial não tem terceiro turno. Não atentaram ainda? Eleição, só em 2022.

NÃO CONHECE AS ATRIBUIÇÕES?

O diretor do DERACRE em Cruzeiro do Sul, Marcus Sales, precisa conhecer as atribuições da prefeitura de Cruzeiro do Sul antes de criticar suas ações. As rodovias que interligam Rodrigues Alves, Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul são de responsabilidade do governo do Estado. Certo?

ESQUECENDO DO PRINCIPAL

Esquece que o prefeito Ilderlei Cordeiro é parceiro e do mesmo partido governador Gladson.

OBRA INACABADA

Mais uma obra do governo passado inacabada foi concluída pelo governador Gladson Cameli e está pronta para a sua inauguração: UPA de Cruzeiro do Sul. O que faltava mesmo era gestão.

VIOLÊNCIA SEM CONTROLE

Em que pese avanços na gestão do secretário de Segurança, Paulo César, a violência voltou nos últimos dias a ficar sem controle, com seis mortes, invasão de ônibus, arrastão no Terminal Urbano, vários baleados, quadrilha do roubo de fios das Praças impune, assim foi o cotidiano.

PERSONA NON GRATA

O Projeto de Resolução tornando o diretor da SESACRE, Coronel Rezende, “persona non grata”, do deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), hoje, não teria votos para ser aprovado.

SOMENTE NESTA HIPÓTESE

O senador Sérgio Petecão (PSD) somente será candidato ao governo em 2022, caso o governador Gladson Cameli resolva disputar o Senado. Fora da hipótese é descartado.

BARRA PESADA

Ainda que apoiado numa coligação partidária forte o candidato a prefeito de Sena Madureira, deputado Gerlen Diniz (PROGRESSISTA) terá sérias dificuldades para derrotar o prefeito Mazinho Serafim (MDB), que tem mais de 1 ano de mandato e mostrou saber fazer política.

ALIANÇA É NATURAL

Vamos colocar o PSB na sua real situação, no Acre: é um partido nanico melhorado. Por isso, a prefeita Socorro Neri, se disputar a reeleição, terá que buscar alianças foram do seu campo de apoiadores naturais. Não pode colar seu perfil como candidata da esquerda ou se complicará.

BOM PIADISTA

O ex-deputado Sibá Machado (PT) é um bom piadista. A sua declaração de que o seu partido cresceu depois que foi aniquilado nas urnas na última eleição, deixou isso bem patente.

MUDAR O DISCURSO

Os seus dirigentes têm de começar a mudar o velho discurso de só nós prestamos e os adversários não prestam, que só teve validade enquanto o PT estava fora do poder.

HIPOCRISIA PURA

Hilária a cena de ver políticos que dobravam a esquina para não se encontrar com o prefeito de Senador Guiomard, André Maia, e lhe cumprimentar, o cercando após a volta ao poder.

VOLTA AO MUNDO

Sem legitimidade, as críticas de que o governador Gladson Cameli viaja muito. Os que governaram o Acre deram praticamente várias voltas ao mundo tanta foram suas viagens.

NÃO DÁ PARA DIZER QUE ESTÁ BOM

Estava fechando a coluna na noite de ontem quando chegou a notícia de que bandidos fizeram um arrastão num ônibus que faz a linha do Universitário. Sejamos reais: a violência explodiu. E quem é roubado no caso são trabalhadores, que perdem seus celulares e o pouco que levam.

NA CONTA DO ROCHA

Esta conta da Segurança vai cair no colo político do vice-governador Major Rocha, que fez do tema a sua bandeira contra o PT, e prometeu que nos primeiros meses resolveria o problema. Se continuar nesta batida de casos de violência se sucedendo, não será bom a ele em 2022.

COMPETÊNCIA DA SEINFRA

Até o final do ano o governo pretende anunciar a abertura do processo de licitação para a construção da ponte de Xapuri. O secretário Thiago Caetano trabalha nos últimos detalhes. Aliás, todas as obras entregues pelo governador, as em fase final e as em andamento só foram possíveis graças à equipe competente que o secretário Thiago montou na SEINFRA.

 

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas