Conecte-se agora

André Maia apoia Projeto Cidadão e prestigia casamento coletivo

Publicado

em

O Projeto Cidadão idealizado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Acre teve o apoio da prefeitura de Senador Guiomard para sua realização na escola 15 de Junho. O evento que teve início às 8h desta sexta-feira,13, contou com a participação da desembargadora, Eva Evangelista, deputado federal Alan Rick (Dem), procuradora geral do Ministério Público, Kátia Rejane, chefe do cartório, Ricardo Martins, Rotary Club e demais autoridades que foram recebidos pelo prefeito André Maia (PSD).

Em parceria com órgãos federais, estaduais, municipais e não governamentais, o Projeto Cidadão tem a finalidade de assegurar à população de menor poder aquisitivo o direito à documentação básica, bem como o acesso rápido e gratuito aos serviços públicos da área social.

A desembargadora Eva Evangelista que representou o presidente do Tribunal de Justiça disse que o projeto é um modelo de cidadania para o Brasil. “O projeto é levar serviços as áreas urbanas, vilas, comunidades ribeirinhas e indígenas, margens de estradas, ramais e seringais, assegurando às famílias residentes nessas localidades a obtenção de documentação básica, além dos benefícios das políticas públicas essenciais para o desenvolvimento de nossa região”, destacou a desembargadora.

Para a desembargadora o apoio de André Maia no comando da prefeitura e as demais instituições envolvidas são de fundamental importância para a realização dos serviços a população.

O prefeito André Maia afirmou que todos os projetos que levam dignidade e assistência a população deve ter o apoio das instituições públicas. “Estamos aqui sempre a disposição de servir nossa comunidade e a prefeitura sempre será uma parceria do Projeto Cidadão e demais instituições que visam garantir o direito da igualdade social de nosso povo”, destacou Maia.

O presidente do Tribunal de Justiça, Francisco Djalma que estava como governador em exercício chegou logo depois da solenidade, mas fez questão de parabenizar o envolvimento de todos os integrantes do projeto e instituições envolvidas.

A procuradora Kátia Rejane parabenizou os esforços de todas as instituições e reafirmou o compromisso do Ministério Público em levar cidadania a população.

Cerimônia de casamento coletivo

No final da tarde o projeto realizou a cerimônia de casamento coletivo, um dos eventos mais esperados por diversos casais. Em Senador Guiomard 73 casais participaram do casamento coletivo.

O juiz de Direito da Comarca de Senador Guiomard, Afonso Brana Muniz destacou a importância da união conjugal e chamou os homens e mulheres para declarar seus esperados ‘Sim’. Em seguida o juiz declarou todos devidamente casados.

Propaganda

Acre

Saúde do Acre realiza mais um transplante de fígado

Publicado

em

Um paciente morador de Sena Madureira, 61 anos, ganhou uma nova chance de viver nesta última quarta-feira, 16, ao ser submetido a um transplante de fígado na na Fundação Hospital do Estado do Acre (Fundhacre).

A doação veio de Boa Vista, capital de Roraima, e o órgão chegou em um avião da Força Áerea Brasileira (FAB).

Segundo nota divulgada pela comunicação da Secretaria Estadual de Saúde o paciente se recupera bem e está sendo acompanhado por uma equipe de profissionais na Fundhacre, onde segue internado.

Segundo informação da Sesacre, este já é o quinto transplante de fígado realizado no Acre em 2019.

Com informações da Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Acre

MPAC: Promotorias terão sedes próprias no interior do estado

Publicado

em

As Unidades Ministeriais de Senador Guiomard, Manoel Urbano e Plácido de Castro ganharão em breve sedes próprias, segundo anunciou a procuradora-geral de Justiça do Acre, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, nesta quinta-feira, 17. Também estão garantidas obras em Porto Acre, onde o MPAC terá uma sede própria na Vila do Incra. Nessas cidades, as promotorias funcionam em prédios alugados.

Os novos prédios serão construídos com recursos provenientes do pagamento de multas processuais, destinados pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). O prazo de conclusão das obras é de 12 meses.

Segundo a procuradora-geral, a intenção é oferecer instalações dignas e confortáveis. Todas as construções obedecerão a padrões de acessibilidade e contarão com auditório, estacionamento, gabinetes e salas de reuniões, entre outros espaços, possibilitando mais eficácia na prestação do atendimento ao público.

“Há muito tempo buscamos estar presentes em todas as comarcas com unidades próprias, proporcionando mais conforto não só para os membros e servidores do Ministério Público, mas para toda a população que procura a nossa casa”, comentou Kátia Rejane.

*Com informações da Agência de Notícias do MPAC.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.