Conecte-se agora

Edvaldo protocola pedido de concessão de título de ‘Persona non Grata’ a Coronel da Saúde

Publicado

em

Ao contrário do que a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) costuma conceder a pessoas com importante atuação no Estado, em exercício profissional, com o Título de Cidadão Acreano, o deputado Edvaldo Magalhães (PC do B) decidiu “homenagear” o diretor da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), coronel Jorge Fernando Rezende, com o título de “Persona non Grata”.

A ideia do parlamentar surgiu esta semana, após o episódio de uma confusão ocorrida no hall da Sesacre entre o diretor Rezende e o deputado estadual Jenilson Leite, também do PC do B. Durante um desentendimento na manifestação dos servidores da saúde, Leite afirma que o grupo que protestava foi chamado de vagabundo pelo coronel.

“Protocolei um projeto de resolução concedendo título de persona non grata ao coronel da SESACRE que chamou os servidores da saúde de vagabundos. Não podemos aceitar que uma pessoa de fora venha para o Acre trabalhar e ser bem remunerada e ainda se achar no direito de desrespeitar, ofender e agredir os acreanos”, argumenta Magalhães.

Edvaldo justificou o projeto de resolução em razão da postura desrespeitosa do diretor da saúde para com os servidores e o deputado Jenilson. Em nota, o governo do Estado se pronunciou e considerou o manifesto na Sesacre como ato de cunho político, sem atender de fato as necessidades dos funcionários da saúde.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas