Conecte-se agora

Manoel Urbano recebe investimento na saúde de R$ 726 mil liberados por Jéssica Sales

Publicado

em

Como resultado da boa articulação da deputada federal Jéssica Sales (MDB/AC) pelos Ministérios em Brasília, a parlamentar conseguiu mais uma liberação de recursos para a construção de uma Unidade Básica de Saúde no município de Manoel Urbano. Percorrer incansavelmente os ministérios em busca da liberação de pagamentos, já se tornou uma característica marcante no mandato de Jéssica Sales

A construção da Unidade Básica de Saúde Inácio Ribeiro Dantas em Manoel Urbano provém de emenda individual da parlamentar no ano de 2018. O valor total pago e que já se encontra na conta da prefeitura é de R$ 726 mil. “Com esse recurso pago integralmente, a construção da obra será célere e com isso, quem ganha é a população” diz a parlamentar.

Em quatro anos e oito meses de mandato, Sales já garantiu mais de R$ 4,5 milhões para o município de Manoel Urbano, recorde histórico em tão pouco tempo. Esse recursos contemplam diversas áreas como, educação, assistência social, infraestrutura, saúde, esporte, cultura e lazer, cujos alguns projetos já foram executados, outros ainda em andamento. Com isto, Jessica vem mostrando o seu compromisso com o Acre, beneficiando indistintamente a todos os municípios.

Propaganda

Destaque 7

Na lista da degola estão esposa de líder do governo, parentes de deputados e de Gladson Cameli

Publicado

em

Sem dó, nem piedade. A imagem de gestor “good vibes” do governador Gladson Cameli, aos poucos, vem ganhando novas conotações, conforme a banda toca em seu governo. A última cartada veio após os vetos em massa sofridos por Cameli pelos deputados na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), esta semana. Nesta quinta-feira, 19, por uma questão de “equilíbrio político e fiscal”, Gladson decidiu, coincidentemente, exonerar 340 cargos comissionados do Estado. Entre os demitidos, estão nada menos que filhos de políticos, familiares e amigos de parlamentares e até membros e amigos da própria família Cameli.

ACESSE A LISTA DOS COMISSIONADOS AQUI

A começar por Nara Regina Sandri Schafer, esposa do deputado Luís Tchê, líder do governo da Aleac. O irmão do deputado Gerlen Diniz, um dos mais importantes aliados de Gladson na base governista, também foi exonerado, trata-se de Gene Glenn Diniz Andrade, que mantinha um cargo de Chefe de Departamento na Fundação de Tecnologia do Estado do Acre – FUNTAC.

A prima de Gladson Cameli, que atuava na Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), Ana Paula Santiago Cameli, é uma das dispensadas.

Não menos importantes, também foram dispensados Fagner Rojas Sales, filho do “Leão do Juruá”, Vagner Sales e da deputada Antônia Sales, que atuava na Seinfra e Vânia Mendonça da Silva, sobrinha do deputado estadual Antônio Pedro. Stallin Naubert Silva de Araújo, filho de José Roberto, presidente da Coopserge, que foi candidato pelo PHS ano passado a deputado estadual, também está entre os exonerados.

Retaliação?

O governador fez questão de esclarecer, logo após publicação das exonerações no Diário Oficial, que a medida não se trata de retaliação, mas apenas uma questão de ajuste fiscal. Segundo ele, a ação também é uma maneira de democratizar o governo. “Todos são iguais, essa foi a forma que nós adotamos para ter o equilíbrio fiscal e o equilíbrio político serem todos iguais”.

Para a próxima terça-feira, dia 24, Gladson Cameli irá convocar uma reunião com os deputados estaduais para debater outras situações pertinentes à situação econômica do Acre.

Continuar lendo

Destaque 7

Moradores reclamam de aumento após mudança para Energisa

Publicado

em

Inúmeras reclamações de moradores de Rio Branco chegaram a deputados estaduais do Acre nesta quinta-feira, 19, após a oficialização da troca da Eletrobras Distribuição Acre para Eletroacre Energisa. O deputado Roberto Duarte (MDB) foi um dos parlamentares que expuseram as notícias de supostas fraudes com relação aos medidores de energia elétrica. “(…)fraudes essas, supostamente, cometidas pela Energisa”, aponta Duarte.

Segundo o parlamentar, “são inúmeras reclamações que vão desde problemas nas faturas das contas e também com relação aos aumentos estratosféricos”.

O deputado pretende, embasado nas denúncias, requerer a CPI da Energia Elétrica, da Assembleia Legislativa do Estado do Acre. O objetivo é conclamar órgãos competentes como o INMETRO, o Instituto de Pesos e Medidas- IPEM e o Ministério Público para uma perícia metrológica e uma perícia técnica nos relógios eletrônicos em algumas unidades consumidoras: “para verificar as referidas denúncias que estou recebendo”, diz o parlamentar.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.