Conecte-se agora

Justiça condena servidores públicos por desvio de milho em Plácido de Castro

Publicado

em

Dois servidores públicos estaduais foram condenados pelo desvio de quatro mil sacas de milho do silo graneleiro do município de Plácido de Castro em 2012. Marcus Aurélio Peres de Freitas e Bruna Karem Andrade de Melo, da então Secretaria de Estado de Agropecuária, foram acusados de deixar terceiros se apropriar da safra pertencente a produtores rurais do município.

De acordo com a denúncia, eles foram responsabilizados pelo sumiço de cerca de 200 toneladas de milho que estavam estocadas no local para depois da secagem serem devolvidas aos produtores. O desvio caracterizou o crime de peculato, que ocorreu durante os meses de setembro a dezembro de 2012.

Bruna Karem era responsável pela entrada e saída de grãos do silo. Sendo então sua competência, o controle individual da produção depositada por cada agricultor. Marcus Aurélio era gerente do escritório da referida secretaria no município, exercendo a função de administrador do silo.

A pena imposta foi de 10 meses de detenção ao administrador e, seis meses e 20 dias de detenção para a funcionária. As penas devem ser cumpridas em regime inicial aberto e os réus poderão aguardar o trânsito em julgado em liberdade. Ambos já possuem outra condenação pelo mesmo delito.

A decisão foi publicada na edição n° 6.430 do Diário da Justiça Eletrônico (fls. 131 e 132), da última segunda-feira, 9.

Com informações do Portal de Informações do TJAC.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas