Conecte-se agora

Presidente da Câmara de Cruzeiro do Sul diz que é imoral aumentar número de vereadores

Publicado

em

“Pode ser legal do ponto de vista da Constituição, mas é imoral do ponto de vista da realidade, o projeto que aumenta o número de vereadores em Cruzeiro do Sul”. A afirmação é do presidente da Câmara, Clodoaldo Rodrigues.

Segundo o presidente, é permitido que Cruzeiro do Sul, que tem mais de 88 mil habitantes, tenha 17 vereadores, “mas é preciso ter os pés no chão porque Rio Branco que tem mais de 300 mil habitantes tem 17 vereadores e por que nós aqui com 88 mil habitantes temos que ter a mesma quantidade?”, argumentou o vereador.

Clodoaldo confirma que não há a possibilidade de aumentar o número de vereadores sem haver acréscimo no repasse do executivo para o legislativo, como o vereador Chaguinha do Povo, que propôs o aumento no número de vereadores, afirmou. “Tenho certeza que o vereador que propôs o aumento não ouviu a população. Não podemos ser oportunistas e eu tenho certeza de que 14 vereadores representam muito bem a população de Cruzeiro do Sul”, destacou o presidente.

O projeto que aumenta de 14 para 17 o número de vereadores foi apresentado verbalmente pelo vereador Chaguinha do Povo – PDT, nesta terça feira, 10. Ele não apresentou o projeto impresso e nenhuma argumentação embasando a ampliação. Logo depois de citar o projeto na tribuna da Câmara, Chaguinha disse que tinha que se ausentar para cuidar do “capim”. Chaguinha do Povo é primeiro secretário da mesa diretora da Câmara Municipal de Cruzeiro do Sul.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas