Conecte-se agora

Bancada do Acre pede inclusão do estado no Plano Nacional de Segurança Pública

Publicado

em

O Deputado federal Alan Rick (DEM) participou na tarde desta terça-feira, 10, de reunião da Bancada do Acre com o Ministro-Chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, General Luiz Eduardo Ramos. A pauta principal foi a inclusão do Acre no Plano Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (PNSPDS). O coronel Ulysses, da Polícia Militar do Acre e hoje lotado na SENASP, também participou da reunião.

A inclusão do Acre no Plano, de acordo com Alan Rick, é fundamental para reduzir a violência ocasionada pela atuação das facções criminosas no estado desde 2012. Por fazer fronteira com a Bolívia e o Peru, o fortalecimento das ações de segurança pública objetiva reduzir a violência e incrementar o combate ao tráfico de drogas em todo Brasil.

“Somos um estado fronteiriço. Estamos do lado do Peru e da Bolívia, em um extenso corredor desprotegido que tem servido para o tráfico internacional de drogas. Infelizmente não temos o apoio necessário das forças nacionais de segurança para proteger nossa fronteira e combater os traficantes, razão pela qual a inclusão do Acre no Plano Nacional de Segurança Pública se faz fundamental”, destaca Alan Rick.

O Ministro Ramos deu garantias à bancada de que irá tratar pessoalmente do tema com o Ministro da Justiça, Sérgio Moro, por entender que cuidar do Acre é cuidar do povo brasileiro. Ele se comprometeu também a priorizar liberação de emendas de parlamentares acreanos diante da gravidade da situação no Estado. Segundo Ramos, a equipe técnica do Ministério está acelerando a liberação dos restos a pagar de vários ministérios para viabilizar recursos para o estado do Acre o quanto antes.

Os parlamentares acreanos aproveitaram a audiência com o Ministro Ramos para reclamar da não inclusão do Acre na lista das prioridades de implantação de um Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), prometido pelo ministério da Justiça ainda em 2015. Outro tema que foi abordado na reunião refere-se à redução da maioridade penal, que é pauta do governo Bolsonaro e hoje depende da aprovação no Senado. Na Câmara dos Deputados, Alan Rick votou a favor da redução da maioridade penal nos casos de crimes hediondos.

Propaganda

Destaque 4

Eleições 2020: Lula lista capitais onde quer o PT cabeça de chapa e deixa Rio Branco de fora

Publicado

em

O ex-presidente Lula, líder máximo do PT, quer que o partido tenha candidatos próprios nas capitais São Paulo, Belo Horizonte, Fortaleza, Salvador, Manaus, Teresina, Aracaju, Natal e Cuiabá -é o que ele tem dito a interlocutores mais próximos.

Rio de Janeiro, onde o partido negocia com o Psol de Marcelo Freixo, e Porto Alegre, que tem Manuela d’Ávila (PCdoB) como principal nome da esquerda, não estão na lista do ex-presidente, segundo o Estadão.

O jornal ouviu lideranças políticas, segundo as quais o discurso de Lula sobre o maior número possível de candidaturas tem como alvo a base petista e caráter estratégico. O ex-presidente não quer que o partido entregue “barato” o apoio a aliados em cidades tão importantes quanto Rio e Porto Alegre. “Aliança não é rendição”, tem dito Lula.

Continuar lendo

Destaque 4

Mãe faz pedidos semanais a pizzaria para apoiar filho de 19 anos entregador no Acre

Publicado

em

Muito feliz com o emprego de entregador de pizza que o filho conseguiu, Hetiene Soares Santos, de 40 anos, mãe de Jhon Lincon Santos ferreira, de 19 anos, se adiantou e pediu por uma pizza para ver o filho trabalhando, em episódio na cidade de Rio Branco, Acre, que viralizou nas redes sociais. Quase um mês depois do início do filho no emprego, Hetiene continua apoiando Jhon semanalmente: “quero o melhor entregador”, escreve a cada pedido.

É o que revela Natasha Jenifer, irmã de Jhon. Ela contou que é difícil ter uma noite em que a família não pede pizza no restaurante onde o jovem trabalha, e que amigos já aderiram ao hábito da mãe, pedindo pelo “melhor entregador” sempre que falam com a pizzaria.

Como o resto da família, ela aguardava com ansiedade pelo emprego fixo de Jhon. “Ele estava fazendo apenas uns bicos de servente, se casou recentemente e ambos estava desempregados. A gente queria muito que ele arranjasse um emprego!” conta a irmã do entregador, Natasha Jenifer.

O jovem de 19 anos se dedica ao estudo pela manhã e ao trabalho na pizzaria durante a noite, das 18h até às 23h. Ele tem o sonho de estudar psicologia em uma universidade. Além das pizzas semanais, Jhon divide a casa em que vive com a família, formada pela mãe, pai, dois irmãos, irmã e o seu sobrinho.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas