Conecte-se agora

Educadores ocupam secretaria e pedem contraproposta

Publicado

em

Servidores da Educação do Estado ocuparam a Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes do Acre nesta segunda-feira, 9, em defesa da educação. Segundo o Sindicato da categoria, o Sinteac, apesar de uma nova rodada de negociação ocorrida na última quinta-feira, 5, no gabinete da Casa Civil, a equipe do governo do estado não apresentou nenhuma contraproposta de reajuste salarial.

“A categoria reivindica um reajuste salarial de, pelo menos, 12,99%, em parcela única no começo do ano (em janeiro de 2020)”. De acordo com a sindicalista Rosana Nascimento, não é somente a incorporação da VDP, pois é um recurso da categoria. “As reivindicações ainda não foram atendidas pela equipe do governo. Queremos fechar os pontos pendentes e avançar nas negociações”, disse o sindicato.

A convocatória do movimento sindical se deu por conta do não pagamento do prêmio de Valorização de Desempenho Profissional (VDP) dos professores provisórios, inclusive de alguns professores efetivos que ficaram fora do benefício, alegam.

O Sinteac destaca que durante encontro com o secretário estadual de Educação, professor Mauro Cruz, ele chegou a confirmar o pagamento do VDP dos professores provisórios, inclusive antecipou a incorporação do benefício no vencimento dos trabalhadores em educação no próximo ano, mas não esclareceu se o benefício será extensivo aos provisórios.

“Falta definir como vai ser incorporada a VDP aos vencimentos, inclusive o reajuste de 12,99% mais o valor do auxílio alimentação e a equiparação dos vencimentos dos provisórios com efetivos da carga horária e a revisão da tabela dos funcionários de escolas, que os pisos são vergonhosos e humilhantes, abaixo do salário mínimo”, garantiu Nascimento.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas