Conecte-se agora

Agente penitenciário reage assalto, se joga do veículo para escapar e fere dois bandidos

Publicado

em

Um agente penitenciário, que também trabalha como motorista de aplicativo, reagiu a uma tentativa de assalto na noite desde domingo, 08, e conseguiu evitar o roubo de seu veículo.

O motorista, que por ser agente de segurança terá sua identidade preservada, foi chamado para uma corrida onde embarcaram três homens, que solicitaram que o motorista parasse mais à frente para pegar mais duas pessoas.

Quando transportava os passageiros, na Avenida Ceará, nas proximidades da rotatória da AABB, o assalto foi anunciado e o agente penitenciário, que estava armado, se jogou do veículo em movimento e reagiu, efetuando diversos disparos contra os criminosos.

Dois bandidos foram baleados, um deles pediu socorro ao SAMU e foi preso no Pronto-Socorro, após ser atendido. Um outro acusado foi peso na região do bairro Esperança.

A polícia procura os outros três envolvidos na tentativa de assalto que conseguiram fugir do local.

O veículo desgovernado só parou ao colidir com a parede de uma drogaria.




Propaganda

Na rede

Ilderlei Cordeiro traça novas estratégias de combate à dengue

Publicado

em

O prefeito Ilderlei Cordeiro se reuniu na manhã desta segunda-feira, 20, com os gestores das secretarias de Saúde, Meio Ambiente e Obras, para traçar novas estratégias de enfrentamento e combate à dengue, em Cruzeiro do Sul.

Na ocasião, o prefeito conversou por telefone com o secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene, a quem informou que o governo federal vai distribuir os inseticidas e sugeriu que o governo se antecipe, mandando buscar os produtos com urgência.

Mesmo não sendo competência da Prefeitura, Ilderlei realizou a compra de larvicidas, que foram aplicados nas residências da cidade. Em 2014, Cruzeiro do Sul confirmou oficialmente 27 mil casos dengue, enquanto em 2019. o número caiu 2.726 casos da doença. A redução é resultado das ações de enfrentamento traçadas de consolidadas pela gestão de Ilderlei.

“Temos realizado os nossos mutirões de limpeza, retirada de entulhos e roçagem das vias públicas. Realizado campanhas de conscientização, pois precisamos da ajuda de todos nesse enfrentamento contra a dengue. Nos solidarizamos com todas as famílias, que perderam entes queridos, e reafirmamos o nosso compromisso de continuar atuando contra a dengue”, endossou o prefeito.

Segundo a secretária de Saúde, Juliana Pereira, as três secretarias vão continuar atuando em conjunto. “Continuamos e intensificamos as mesmas estratégias: educação e saúde, educação ambiental, por meio dos arrastões de limpeza, conscientização e aplicação dos produtos de combate ao mosquito”, salientou.

O Município oferece atendimento em duas unidades especiais das 7 às 19 horas, além das demais que ficam das 7 às 17 horas, bem como o Centro de Diagnóstico que está a todo vapor e sete unidades com exames de coleta, para diagnosticar os casos e tantas outros serviços para que não haja óbitos ou agravamento dos casos.

“Vamos continuar com os mutirões de limpeza e remoção de entulhos, nossas campanhas de educação ambiental, integrada a de saúde. Orientando os moradores, que são fundamentais nesse processo de enfrentamento à dengue”, destacou a secretária de Meio Ambiente, Suzana Farias.




Continuar lendo

Cotidiano

Médicos se reúnem nesta segunda para exigir segurança nas unidades de saúde

Publicado

em

O sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed/AC) irá se reunir com o Promotor de Justiça de Defesa da Saúde na noite desta segunda-feira, 20, para tratar de alguns assuntos que estão incomodando a categoria no ambiente de trabalho. Um deles é a questão da segurança. O objetivo é encaminhar ao Promotor do Ministério Público do Estado, Gláucio Shiroma, o pedido de garantia da segurança dos profissionais e a continuidade dos serviços em unidades afetadas pela violência, como a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) situada no bairro Cidade do Povo – que teve o atendimento ambulatorial suspenso após um homicídio na entrada do hospital.

Segundo a diretoria do Sindmed no Acre, “é inadmissível que profissionais que trabalham diuturnamente para salvar vidas sejam coagidos, ameaçados e tenham suas vidas em risco”. De acordo com a categoria, em menos de três dias, dois casos de violência foram registrados contra servidores da UPA na Cidade do Povo. Após o homicídio que provocou danos à infraestrutura do local, na tarde desse domingo, 19, eles afirmam que houve uma tentativa de invasão e intimidação aos profissionais após o serviço ambulatorial ter sido suspenso. “Sofrem terror por medo de invasão à unidade de saúde”, diz o sindicato.

Os médicos dizem já ter pedido providência junto a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) e garante que irá recorrer às demais autoridades para que o problema seja solucionado.




Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas