Conecte-se agora

Vanda Milani anuncia sua candidatura a prefeita 

Publicado

em

Novidade na sucessão municipal de 2020. A deputada federal Vanda Milani (SD)  anunciou ontem, 3, em Brasília, após reunião com a executiva do SOLIDARIEDADE, a sua decisão de aceitar o convite feito pela direção partidária para disputar a prefeitura de Rio Branco, no próximo ano. O fato, revelado agora em primeira mão pelo BLOG DO CRICA, mexe profundamente na eleição para a PMRB, pelo fato de Vanda Milani ter sido muito bem votada na capital, onde se concentra o seu maior reduto eleitoral. A sua entrada em cena também vai enriquecer o processo sucessório, por ela ser preparada para o cargo, Procuradora do Ministério Público Estadual, o que tornará a campanha mais qualificada nos debates. As conversas entre Vanda e o presidente do SD, Paulinho da Força, já vinham acontecendo há dias, tendo ontem o seu desfecho com a comunicação da parlamentar que aceitará a missão.

 

NÃO SERÁ MERA COADJUVANTE

A entrada em cena da deputada federal Vanda Milani (SD) é uma das grandes novidades para a eleição de 2020, por não ser um nome que entra apenas para buscar espaço, fazer número, mas para concorrer com chance de vitória com os candidatos mais fortes até aqui anunciados.

BOM PARA A DEMOCRACIA

Irrita quando se vê pessoas desqualificadas se lançando para disputar a prefeitura de Rio Branco, mas alegra quando se vê um nome de sólida formação jurídica como a deputada federal Vanda Milani (SD), se colocando como opção do eleitorado na disputa da PMRB.

FOGO CRUZADO

Com várias candidaturas a prefeito de Rio Branco pelos grandes partidos do seu campo político, ficará difícil ao governador Gladson Cameli escolher algum deles para colocar debaixo do braço, porque o fogo é cruzado. Sua melhor posição seria a de magistrado na disputa.

ENSAIO PARA 2022

E a eleição de 2O20 é um ensaio para a disputa estadual de 2022, quando o governador Gladson Cameli deverá ser candidato à reeleição ou ao Senado; e, em ambos os casos, ele precisará do apoio de todos os seus aliados. Por isso, na eleição municipal não pode errar.

QUAL É O PROBLEMA?

O senador Petecão (PSD) está com a estratégia correta de se fortalecer com novas adesões ao seu partido, visando 2022. Caso o Gladon não saia para a reeleição, Petecão, por ter sido o mais votado da última eleição, tem todo direito de postular a candidatura e estará pronto.

EMBAIXADA PARA A PLATÉIA

Não está errado o presidente do PT, Cesário Braga, quando diz que o partido vai ouvir lideranças como Marcus Alexandre, Angelim e Jorge Viana, antes de se pronunciar sobre a PMRB. Mas, para quem acompanha a política sabe ser jogo de cena, o PT não terá candidato à PMRB. Marcus está impedido, e Jorge Viana e Angelim vão se guardar para 2022.

CANDIDATURA DO JORGE VIANA

Vez por outra vejo manifestações nas redes sociais de petistas sonhando com a candidatura do Jorge Viana à PMRB, em 2020. Esqueçam! JV é esperto. Sabe que o PT vive um momento ruim na capital e que se for candidato e perder, junto morre o sonho de voltar ao Senado em 2022.

ACORDOU DO SONO

O empresário Jarbas Soster foi fatal em uma postagem ao comentar a ação da filha do Chico Mendes, Ângela Mendes, em ir ao MP pedir providências contra os responsáveis pelas queimadas, no Acre. Lembrou Soster que Ângela ficou muda durante 20 anos dos governos do PT, quando as queimadas devastaram vastas áreas em 2015, e só agora acordou do sono.

QUEIMAR É CRIME, DEPUTADO!

Quem também está entrando tarde no ramo de cobranças ambientais é o deputado Jenilson Lopes (PSB), ao pedir que o governo pague as multas aplicadas pelo IMAC aos flagrados fazendo queimadas em Tarauacá. Esquece o deputado que queimar sem autorização é crime, não só neste governo, mas nos governos dos últimos 20 anos, e como tal deve ser punido.

NÃO PASSOU DE UMA BRAVATA

Não passou de mais uma bravata do governador Gladson Cameli recomendar que os agricultores penalizados pelos governos passados, não pagassem as suas multas. Foi uma besteira sua. Mas longe disso ser o fato responsável pelo aumento das queimadas no Acre.

REBAIXADO PARA A SEGUNDA DIVISÃO

O Hospital paulista Sírio Libanês, referência na área médica como um dos melhores da América do Sul, depois que li uma matéria da Agência de Notícias do Acre pintando o Pronto Socorro de Rio Branco como exemplo de bom atendimento, o Sírio foi rebaixado para a segunda divisão.

NÃO ADIANTA PINTAR DE DOURADO

Um ovo será sempre um ovo, mesmo que seja pintado de dourado. Todo dias se registram casos de péssimo atendimento no Pronto Socorro de Rio Branco, e não é se divulgando uma notícia que a unidade está às mil maravilhas no atendimento, que as coisas vão melhorar. 

VAMOS JOGAR COM A REALIDADE

O Gladson tem feito um esforço para melhorar o sistema de Saúde, não se discute. As novas instalações do Pronto Socorro, a contratação de mais médicos, são exemplos. Mas vamos ser sinceros: ficou na boa intenção, não melhorou, e o inferno está cheio de bem intencionados.

ACABOU A PAZ

Depois de um período de calmaria voltaram a acontecer execuções e tentativas de homicídios todos os dias e também o assalto a ônibus. E não é por falta de ação das forças de segurança, que, diariamente, têm prendido bandidos, recuperados bens, mas  a violência continua alta.

QUESTÃO DECIDIDA

O MDB ter candidato a prefeito de Rio Branco no próximo ano é questão partidária decidida. O deputado federal Flaviano Melo (MDB) não ia deixar o Glorioso de mero espectador, no maior colégio eleitoral do Estado. E deverá mesmo apostar no deputado Roberto Duarte (MDB).

DECISÃO MAIS IMPORTANTE

A escolha do novo secretário da Fazenda é sem dúvida uma das decisões mais importantes e sérias a ser tomada pelo governador Gladson Cameli  neste início de governo. Não pode ser uma escolha política, mas, estritamente técnica. Estará em jogo o equilíbrio fiscal do Estado.

ESTAVAM NO PURGATÓRIO?

Parece que nos últimos vinte anos não aconteceu nenhuma queimada no Acre. E também eram raros os que levantavam bandeiras pela preservação ambiental. Mas este ano, aconteceu um fenômeno interessante, o surgimento de uma horda de ambientalistas a apontar dedos.

MULHERES NA ELEIÇÃO

O debate da sucessão municipal não ficará sem a presença feminina. A prefeita Socorro Neri (PSB) deverá disputar a eleição pelo campo da esquerda. E a deputada federal Vanda Milani (SD), no campo dos partidos que apoiaram o governador Gladson Cameli.

SABE SER POLÍTICO

Num município pequeno não é fácil derrotar um prefeito numa disputa da reeleição. Primeiro, que a máquina municipal tem um peso muito forte; e segundo, se o prefeito for político é que ficará mais duro aos adversários lhe tirar. É o caso do prefeito Tião Flores, em Epitaciolândia.

OPOSIÇÃO COM SABEDORIA

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) tem feito na ALEAC uma oposição com sabedoria. Com a sua experiência sabe que o momento certo de fustigar quem governa não é nos primeiros meses, quando a gestão ainda está forte, rescaldo da vitória. Mas, no segundo ano.

FORA DA DISPUTA

Os fatos caminham para a ex-prefeita Toinha Vieira (PSDB) não ser candidata a prefeita de Sena Madureira, no próximo ano. O próprio vice-governador Major Rocha, reconhece. A Toinha teve o seu auge na política, ainda é forte, mas perdeu muito da força com as derrotas.

NÃO É HORA DE FALAR

A estratégia do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, de não se manifestar se disputará ou não a reeleição, deixando para se pronunciar no próximo ano é acertada. Se disser que é candidato agora, ele antecipará o debate e vai misturar eleição com gestão, o que seria ruim.

BAQUE POLÍTICO

Não sei qual a posição jurídica do ex-prefeito de Brasiléia, Aldemir Lopes, no processo que responde na justiça. Mas se o desfecho for negativo e ficar de fora do comando da eleição no município, no próximo ano, a oposição perderia o seu mais competente articulador.

 

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas