fbpx
Conecte-se agora

Ney Amorim, Jesus Sérgio, Rosana e Neném estão na mira do PSD  

Publicado

em

O senador Sérgio Petecão (PSD) anunciou que vem mantendo conversas com lideranças políticas para encorpar o partido. Entre estas estão o ex-deputado Ney Amorim, o grupo comandado pela professora Rosana Nascimento, o deputado federal Jesus Sérgio (PDT) e o deputado Neném Almeida. “A Rosana não deve se filiar, mas está trazendo todo o seu grupo, isso já está certo. Quanto ao Ney e ao Jesus os convites estão formulados”, revela Petecão, que trabalha no sentido do seu partido chegar em 2020, com chapas de candidatos a vereador em todos os municípios, e como protagonista na capital, com presença na chapa majoritária da PMRB. Sobre ter se mantido longe do epicentro do governo, Petecão diz que prefere não dar palpite sobre os rumos da gestão do Gladson Cameli, não lhe pedir nada, preferindo se dedicar exclusivamente a fortalecer o PSD. “Quem quiser que mais na frente, na eleição, venha atrás da gente, não vou atrás de ninguém, a minha prioridade é fazer o PSD mais forte ainda”, destacou o senador Petecão. Decidiu que este ano não discute a eleição da capital.

NENÉM ALMEIDA

Quem já está certo para se filiar ao PSD é o deputado Neném Almeida, que foi convidado a deixar o SOLIDARIEDADE, por onde se elegeu. Falta somente ser definida a data da sua filiação.

CUSPINDO NO PRATO QUE COMEU

O senador Sérgio Petecão (PSD) não deixou de destacar o abandono pelo governo dos que foram aliados importantes durante a campanha. “A professora Rosana Nascimento, que brigou pelo Gladson, hoje nem é recebida pelo secretário de Educação, Mauro Sérgio”, exemplifica.

SUJO E BRUTO

Em uma postagem a professora Rosana Nascimento definiu o clima na secretária de Educação: “na SEE o jogo está bruto e sujo”. Em outro trecho: “…são incapazes de conviver com a diversidade de opiniões e críticas….”. É, de Padre, o secretário Mauro Sérgio só tem o jeitão.

DAVA-SE UM JEITO

O Petecão está coberto de razão em relação à importância que teve a professora Rosana Nascimento em direcionar o movimento sindical para apoiar o Gladson. Mas se este comportamento de desprezo fosse único, dava-se um jeito, mas é extensivo a outros aliados.

DONOS DA COCADA PRETA

A questão é que alguns secretários sentam a bunda na cadeira e se acham os donos da cocada preta, vestem a capa da soberba, e esquecem que só estão no cargo pelo voto político. Que teve candidato que ralou nas ruas pedindo votos e sem os quais não teriam ganhado a eleição.

BELA EXPOJURUÁ

É voz unânime de que a EXPOJURUÁ foi bem organizada e um sucesso. A secretária de Turismo, Eliane Sinhasique, que já tinha acertado na EXPOACRE, bisou a dose no Juruá.

DISCURSO QUEBRADO

Quando colocou em cargos de confiança do governo pessoas que não tiveram em sua campanha, ligados ao PT, o Gladson quebrou o discurso que governaria com os aliados.

LAMENTÁVEL, MAS É COMUM

A jornalista Gina Menezes fez ontem um desabafo numa postagem de que, ela chegou ao Pronto Socorro, desmaiada, com queda de pressão, e não tinha um médico para lhe atender de imediato. Lamentável, mas é comum. E, ainda acham que Saúde está no rumo certo!

NÃO ME DEIXA OTIMISTA

Acho louvável o esforço do governador Gladson Cameli em fazer um concurso simplificado para profissionais da Saúde, mas isso não me deixa otimista que com a medida o atendimento nas unidades de saúde pode melhorar, porque falta gestão, falta comando, está à deriva.

UMA MEDIDA

Gostaria que o Gladson ou o Ricardo França apontassem uma medida tomada até aqui pela nova secretária de Saúde, Mônica Feres, que possa ter melhorado o fluxo de atendimento na Saúde. Não se conhece. Não melhorou o Pronto Socorro e continuam os problemas crônicos.

A XOXOTA E O VELHINHO SALIENTE

Nada mais comentado nas redes sociais que o vídeo de estudantes da UFAC, cantando para a Reitora Guida Aquino e o corpo diretor da entidade, a música “Chupa Xoxota”, que na sua letra diz: “Chupa xoxota na maciota. Chupar xoxota é uma coisa linda. Meter a língua na sua vagina”. A Reitora Guida aparece com o semblante constrangido, mas um velhinho ao seu lado, não sei se professor, aplaude em êxtase. Que velhinho saliente! Que velhinho lúdico!

COMO ESTÁ ERUDITA A NOSSA UFAC!

Estou impressionado com a erudição musical na UFAC! Como evoluíram no gosto musical (sic)! Às favas a música erudita, a boa música popular Brasiléia, a UFAC vai é de “Funk da Xoxota.”

CUTUCANDO AMBIENTALISTAS

O senador Márcio Bittar (MDB) não perde a oportunidade de alfinetar os ambientalistas e a esquerda. Sobre as mudanças climáticas, ele foi irônico: “uma comissão parlamentar de mudanças climáticas estaria obrigada a convocar Deus para explicar as leis da natureza”.

FAZENDO O CONTRAPONTO

O senador Márcio Bittar (MDB) bate de frente com as teses defendidas pelo ex-senador Jorge Viana e pela ex-ministra do meio ambiente Marina, de que o homem provoca a devastação e implica na mudança do clima: “as mudanças do clima se dão na maioria por fatores naturais”.

PRESENÇA ILUSTRE

Na cidade, desde ontem, o ex-senador Nabor Junior (MDB), uma das figuras mais respeitáveis da política acreana. Veio para lançar o livro com a sua biografia, em Tarauacá e Rio Branco.

QUEM SERÁ O PRÓXIMO?

Com este rodízio de secretários no governo Gladson Cameli a pergunta que corria ontem nas rodas políticas é quem será o próximo a ter a cabeça na guilhotina. Os secretários devem acordar se perguntando: – será que eu serei hoje a bola da vez? 

PROTOCOLO DE BOAS INTENÇÕES

A ponte de Brasiléia continua no protocolo de boas intenções no DNIT, não há ainda verba carimbada para a obra. É bom se movimentarem para não virar promessa de campanha.

COMUNICAÇÃO INTELIGENTE

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, aproveitou o espaço da Expojuruá para mostrar os trabalhos que foram executados e as ações a serem desencadeadas pela prefeitura. Além de oferecer exames para HIV, hepatites e outras doenças. Ilderlei está sabendo se comunicar.

OPINIÃO ISENTA

Na avaliação do vice-governador Major Rocha o prefeito Ilderlei Codeiro deslanchou a sua gestão e se algum problema jurídico não o impedir de ser candidato, ele disputará a reeleição com boa chance de vitória. O crescimento do Ilderlei é reconhecido até por adversários.

SOMARIA MUITO MAIS

Caso o secretário do meio ambiente, Israel Milani, venha disputar a eleição para a prefeitura de Senador Guiomard, é uma decisão acertada do seu grupo. Se elegendo fortaleceria mais a força política da sua mãe, deputada federal Vanda Milani; para 2022, do que como secretário.

NUNCA FOI COGITADO

Figura importante do governo disse ontem ao BLOG que em momento algum o nome do ex-presidente do BASA, Marivaldo Melo, foi cogitado para assumir a secretaria da Fazenda.

ARARUTA TEM SEU DIA DE MINGAU

O governador Gladson tem algumas decisões atrapalhadas, mas acerta em outras, como esta de fazer um apelo para que a ex-secretária Semírames Dias reconsidere o seu pedido de demissão. Foi graças a sua ação para manter o equilíbrio fiscal, que obras foram realizadas.

BOA PRÁTICA

A prefeita Socorro Neri vai somando boas práticas na sua gestão, como essa do programa que levar aos doentes com dificuldade locomoção medicamentos até ás suas residências. 

FICANDO NO DISCURSO

Na campanha se falou em agronegócio como se fosse chegar ao governo, colocar em prática, e no outro dia começar a plantar milho, soja, e etc. A implantação do modelo econômico nunca se dá ao curto prazo. Até hoje não se conhece uma medida prática para a sua viabilização.

AO LARGO DA DIREÇÃO

O ex-senador Jorge Viana, ex-deputado federal Angelim e o ex-prefeito Marcus Alexandre têm se reunido para discutir os rumos do PT, com presenças apenas restritas ao trio, e distante da direção regional. Não dizem de público, mas por eles a direção regional do PT não seria a atual.

A POLÍTICA É DINÂMICA

No início do governo Orleir Cameli, este tinha maioria esmagadora de deputados estaduais e federais o apoiando. Por onde passava o “Barão” era paparicado e vivia cercado de legiões de cortejadores. Chegou ao final do governo só com o deputado federal Osmir Lima ao seu lado.

TODO PRIMEIRO ANO É DE LUA DE MEL

Cito o exemplo do tio, para o governador Gladson Cameli não ficar pensando que a lua de mel com a opinião pública e com os políticos não tem fim. No primeiro ano de governo tudo são flores e elogios. Na medida em que o governo avança o atrativo acaba e os bajuladores fogem.

EQUÍVOCO GRANDE

O Gladson comete um pecado político que só vai descobrir no futuro: no fim do governo nem o vento bate nas costas do governador. Comete um equívoco grande ao ir abandonando aliados de campanha pelo caminho, prometer e não cumprir, e ir levando na conversa.

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas