fbpx
Conecte-se agora

Edvaldo Magalhães: “aceitamos conversar com o MDB”

Publicado

em

A declaração do deputado federal Flaviano Melo (MDB) feita no programa “BOA CONVERSA” do ac24horas de que admite discutir uma aliança com o PCdoB para a disputa da prefeitura de Rio Branco, teve fortes repercussões nos grupos das redes sociais, já que o PCdoB é um aliado histórico do PT, no Acre. O BLOG DO CRICA ouviu ontem o dirigente e deputado do PCdoB, Edvaldo Magalhães, sobre o assunto e teve uma resposta pragmática: – em política se conversa com todo mundo, já fizemos aliança com o MDB em eleição para a prefeitura de Mâncio Lima e na disputa do próximo ano há uma tendência de uma aliança em Porto Walter, revelou Magalhães. O dirigente comunista disse ainda ao BLOG que não veria como esdrúxula uma aliança deste porte na capital entre os dois partidos. “Aliança depende do momento e do contexto”, ponderou. Pela composição sonhada pelo MDB, o PCdoB poderia indicar o vice do candidato a prefeito da capital Roberto Duarte (MDB). Mas Edvaldo Magalhães ressaltou que o partido só vai abrir a discussão acerca da eleição para a PMRB, depois de ouvir da prefeita Socorro Neri se disputará ou não a reeleição, o que empurra o debate para o próximo ano.

NOME NOVO E DE POTENCIAL

A eleição para a prefeitura de Senador Guiomard, no próximo ano, caminha para ter uma candidatura forte, promissora e qualificada, a do secretário do Meio-Ambiente, Israel Milani (SD). Milani admitiu ontem ao BLOG que já vem entabulando conversas neste sentido.

NÃO É UMA AVENTURA

Uma possível candidatura a prefeito de Senador Guiomard do secretário e empresário Israel Milani não pode ser vista como uma aventura. A sua família sempre teve uma forte base eleitoral naquele município. Pesa também ao seu favor o fato de ser um nome novo no jogo.

CRESCIMENTO DO ZERO

Milani adiantou ainda ao BLOG DO CRICA que seu partido deverá ter chapas a vereador em quase todos os municípios acreanos. E em alguns candidatos a prefeito, como em Capixaba com Diego Paulista, e em Epitaciolândia com ex-prefeito Luizinho Hassem. O SD saiu do zero e elegeu um deputado estadual e a deputada federal Vanda Milani com expressiva votação.

NÃO SEJAMOS HIPÓCRITAS

Não sejamos hipócritas e misturar o grave problema das queimadas com debates ideológicos. Todo ano de fato teve queimadas no Acre, o ar ficou pesado, mas não tão sufocante como este ano. A rede pública lotou com pessoas de todas as idades com problemas respiratórios.

O PT É PASSADO

Não entro na discussão idiota que no tempo do PT também tinha queimada. Tinha sim, mas a discussão não pode retroagir, porque a discussão é sobre o problema atual. O PT é passado.

PAULADA NOS JORNAIS

O presidente Bolsonaro, com a MP baixada acabando com a obrigação das empresas publicarem os balanços nos jornais, isso podendo ser feito de graça no Diário Oficial, foi anunciado por ele, como uma ação para acabar com esta fonte de renda dos jornais impressos.

COLABORANDO COM O MEIO-AMBIENTE

Ainda na declaração do Bolsonaro sobre a MP que acaba com a obrigação de se publicar balanços das empresas nos jornais, disse que o fim dos jornais impressos está decretado, e que a sua medida colabora com o meio-ambiente, já que o papel dos jornais vem da celulose das árvores.

ABRIRAM A FORNALHA

Com esta fumaceira recorde que se abateu sobre o Acre esta semana o clima ficou quente e pesado, parece que abriram uma fornalha, e ainda tem gente relativizando esse sufoco.

NOMES PARA A PMRB

Jarbas Soster (AVANTE), Pedro Longo (PV), Jamil Asfuri (PSC), Roberto Duarte (MDB), Minoru Kinpara (sem partido), Alan Rick (DEM). Socorro Neri (DEM), José Bestene (PROGRESISTA), são alguns dos nomes mais falados até aqui para a disputa da prefeitura de Rio Branco, em 2020.

SÉRIE NEGATIVA

Capixaba vem com uma série negativa de prefeitos. O último eleito se encontra afastado por problemas com a justiça. Quem vem despontando bem no município é o candidato do SD, Diego Paulista. Se eleito, espera-se que quebre este ciclo de desastres naquela prefeitura.

NÃO ACREDITO

Não acredito que o deputado José Bestene (PROGRESSISTA) venha a disputar a prefeitura de Rio Branco, o lançamento do seu nome foi para dar uma sacudida na sucessão. Só seria candidato se fosse por uma candidatura única no campo do governo, o que é impossível.

NOME DE PESO

O senador Sérgio Petecão (PSD) tem um nome de peso para colocar na discussão sobre a sucessão municipal para uma composição como vice: a sua mulher Marfisa Galvão (PSD).

NOME MUITO FORTE

Caso o governador Gladson Cameli não saia para a reeleição em 2022, o senador Sérgio Petecão (PSD) entra como um dos nomes mais fortes para disputar o governo estadual.

DE NENHUM DOS DOIS

Uma pena ver a situação do Rio Acre, que virou um filete de água, numa espécie de morte lenta. E não se pode debitar neste caso nenhuma culpa ao Gladson e ao Jair Bolsonaro.

A NÃO SER QUE FILIE

O partido PROGRESSISTA, mesmo estando no comando do governo, não tem nenhum nome com forte densidade eleitoral na capital que possa ser candidato a prefeito no próximo ano. Ao não ser que venha a filiar alguém com este potencial.

NÃO MEDE AS PALAVRAS

A declaração do governador Gladson criticando as multas ambientais e acenando com a possibilidade de anistia, pode até não ter sido a causa principal do aumento das queimadas no Estado, com reflexo maior em Rio Branco, mas a bravata jamais poderia ter sido dita, porque soou como incentivo. O problema do Gldson é não medir o que vai falar e as conseqüências.

O ÚNICO CAMINHO

A prefeita Socorro Neri se de fato vai disputar a reeleição tem que aliar o seu trabalho, as boas iniciativas, a uma ação política. O problema da prefeita Socorro não é de gestão, mas de não conversar mais com as lideranças políticas. A sua vista ao mercado Elias Mansour, semana passada, pode parecer um ato simples, mas teve efeito político positivo, porque seus fiscais, sem o seu aval, causaram terror a ambulantes dias antes, prejudicando a sua imagem.

SOMA NA ARTICULAÇÃO

O deputado Jenilson Lopes, que se filiou ao PSB, volto a repetir no BLOG, de fato em termos de votos não acrescenta muito á prefeita na capital, por não ser aqui a sua base eleitoral, mas soma como conselheiro político por ser centrado nas suas decisões e é um hábil articulador.

FORA DE 2020

Ter a ex-deputada Leila Galvão (PT) como candidata a prefeita de Brasiléia é o sonho de consumo do MDB, mas vai ficar no sonho. Leila tem dito a amigos que estará fora do processo eleitoral do próximo ano, não sendo candidata a nada. Sua meta é a ALEAC em 2022.

COMENDO E CHORANDO

Por mais que os dirigentes do MDB tentem explicar que não se sentem representados com as secretárias Eliane Sinhasique e Maria Alice no governo, não convencem ninguém, ambas são da nata do partido. Só acredito que é isso mesmo o que dizem se pedirem para as duas secretárias, para o diretor Pádua Bruzugu e outros, a entregar os cargos e estes obedecerem.

MAZINHO SERAFIM

Para o deputado federal Flaviano Melo (MDB) se há um município onde tem como certa a eleição de um filiado como prefeito é em Sena Madureira. Melo dá como favas contadas a reeleição do prefeito Mazinho Serafim. “É estourado, mas o Mazinho é trabalhador”, diz.

NEM PAPEL HIGIÊNICO

Quer dizer que o Gladson quer a ajuda da Venezuela para combater as queimadas no Acre? Piada de mau gosto! Maduro quebrou o país, onde falta até o papel higiênico para vender.

BRAVATA QUE PREJUDICA

O problema do presidente Bolsonaro são as suas bravatas, como estas das brigas com os presidentes da França, Noruega e Alemanha. Não atentou ainda ao que parece que, não é mais candidato, ganhou a eleição, e como presidente do Brasil tem de seguir a liturgia do cargo.

TUDO COMO ANTES

Na capital, voltaram as execuções, arrastões nos ônibus, roubos de celulares estão desenfreados, funcionários da ENERGISA não podem nem andar nos bairros que são assaltados, ou seja: tudo como antes no quartel de Abrantes. O preço da violência.

 

  

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas