fbpx
Conecte-se agora

Gladson chuta aliados e dança ciranda com Minoru e Marina 

Publicado

em

Imaginem uma cena com o governador Gladson Cameli, a ex-senadora Marina Silva, o vice-governador Major Rocha e o ex-presidente do PT, Minoru Kinpara, de mãos dadas, brincando de roda e cantarolando na eleição para a prefeitura do próximo ano a musiquinha da meninada: – ciranda/cirandinha/vamos todos cirandar/vamos dar a meia volta/volta e meia/vamos dar… Não pense se tratar de uma imaginação do BLOG DO CRICA. A cena surreal pode acontecer depois que o Gladson deu ontem um chute aprumado no traseiro dos seus aliados de campanha que querem disputar a PMRB, e anunciou que o seu candidato pode ser o professor Minoru Kinpara, de DNA petista. Minoru é como se diz: nasceu com o c* para a Lua! Estava no ônibus adversário na última campanha, entrou no ônibus vencedor e já pegou a janela. Além de ser o queridinho da esquerda, terá o apoio da ex-senadora Marina Silva. Pelo menos dirigentes da REDE já disseram que apoiarão o Minoru onde estiver. Marina foi a principal algoz do ex-governador Orleir Cameli, tio do governador, chegou a defender o seu impeachment, e futricou o seu governo com uma denúncia atrás da outra. Convenhamos, será um palanque eclético não só com ideologias divergentes, mas com divisão no olhar do desenvolvimento: Gladson Cameli defende o agronegócio como mantra da sua administração e a Marina é visceralmente contra, tendo como pauta que não se mexe numa árvore da Amazônia. Depois ainda tem gente que não acha a política divertida, o episódio mostra ser divertidíssima! Para esta roda de ciranda/cirandinha/ só falta chamar o JV.

EU NÃO ABRIA A FANTA

Fosse o professor Minoru eu não abriria uma Fanta para comemorar o apoio (sic) do Gladson Cameli. A gente só vai saber quem será seu candidato após a convenção. Para mim, já aventou apoiar o Major Rocha, o Alan Rick e disse que seu partido terá candidato próprio à PMRB.

O PROGRESSISTA VIRA NANICO

A declaração de que apoiará o Minoru para a PMRB foi uma paulada, um desprestígio para o seu partido, o PROGRESSISTA. A lógica seria o governador escolher um nome do seu partido ou filiasse alguém para a disputa. Sem ser protagonista, o Progressista vira nanico.

CALDO GROSSO

O caldo só é bom quando é grosso. Para apimentar o debate o deputado José Bestene (PROGRESSISTA) admitiu ontem de que pode ser candidato a prefeito de Rio Branco, para atender os diversos apelos que vem recebendo. A confusão agora está formada e densa.

QUERIDO DOS FUNCIONÁRIOS

As cenas da despedida do Lúcio Brasil da FUNDHACRE divulgadas ontem nas redes sociais mostram funcionários lhe abraçando, lamentado sua demissão, o que indica ser querido.

COMENTÁRIO IRÔNICO

A demissão do Lúcio Brasil da FUNDHACRE recebeu um comentário irônico do deputado José Bestene (PROGRESSISTAS), ontem na tribuna da ALEAC: “o Gladson demitiu o diretor do único setor que funcionava bem na Saúde”. E pontuou que, em 2022 o povo dirá quem estava certo.

ATÉ AGORA SÓ CONFUSÃO

O Gladson não pode ser acusado de não estar preocupado com a Saúde. Inaugurou em oito meses o novo PS, está comprando uma partida grande de medicamentos, mas a canoa não anda porque ele rema para frente é a secretária Mônica Feres para trás.  Ficou empacado.

QUE MULHER PARA GOSTAR DE CONFUSÃO!

Macas pelos corredores, pacientes tomando soro deitados em colchões pelo chão, nada diferente das cenas dantescas já vistas nos últimos quatro anos do Tião Viana. A única marca registrada até agora da secretária Mônica Feres na Saúde foi promover confusões em série.

OPOSIÇÃO EM FESTA

Conversando ontem com deputados da oposição, o que se viu é que estes estão em festa. Pinço um comentário de um deles: “a Mônica foi o melhor presente que o Gladson podia ter dado para a oposição. A cada movimento que essa mulher faz abre brecha para as críticas”.

REPÚBLICA DOS CORONÉIS

A secretária Mônica Feres tende não melhorar o atendimento no setor estadual de Saúde, mas um tento vai conseguir marcar, por certo: transformar SESACRE na República dos Coronéis.

DIREITA, VOLVER!

Já trouxe três Coronéis para o Acre, este último para administrar a FUNDHACRE. Sentido!

APERTE O CINTO, O PILOTO SUMIU

O título acima é de um famoso filme de humor. E pelo visto o secretário de Educação, Mauro Sérgio, bisa as trapalhadas da fita. O deputado Daniel Zen (PT) foi didático ontem, ao dizer que essa demissão em massa de professores provisórios, fechamento de salas do EJA, foi falta de planejamento. Deram 8 mil e 400 contratos, número absurdo, o FPE caiu, não tem dinheiro para pagar e estão tendo que demitir, faltou ao secretário o limite do bom senso, enfatizou.

NÃO SE FAZ EDUCAÇÃO COM BRAVATA

O deputado Zen (PT), que já foi secretário da pasta, diz que não se faz Educação com bravata.

ANÁLISE PERFEITA

A análise feita pelo Daniel Zen (PT) é irretocável: faltou planejamento. Entupiram a Educação de contratos provisórios sem fazer as contas e ver se o cofre suportava o pagamento.

REI DA IRONIA

O deputado Fagner Calegário (PV) vem se tornando na ALEAC o “Rei da Ironia”. Foi ontem à tribuna para dizer que o deputado José Bestene (PROGRESSISTA) deve ter vestido a camisa do Vasco da Gama: “todo dia derrubam alguém do seu time no governo”. 

CÃOZINHO DO TECLADO

Na Roma Antiga, quando o povo estava descontente, os imperadores davam pão e circo, com lutas de gladiadores. A prefeita Marilete Vitorino é a nossa imperatriz, ele dá música. Enquanto em Tarauacá é buraco e poeira no verão e quando chove é lama, ela trará o cantor Frank Aguiar, o “cãozinho do teclado” pagando 50 mil reais de cachê. A nossa prefeita quer ver o povo dançar.

SEIS POR MEIA DÚZIA

Leio que a deputada Mara Rocha (PSDB) quer tirar da tumba política o ex-prefeito Rodrigo Damasceno, ex-PT, para ser candidato a prefeito de Tarauacá. A sua gestão foi um desastre, pois, se não fosse não tinha perdido para a Marilete. Um pelo outro é seis por meia dúzia.

MAILZA, A GRATA SURPRESA

A senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTA) tem sido uma grata surpresa. Não ficou no gabinete, ela tem visitado comunidades de ribeirinhos, produtores rurais, em lugares distantes, para buscar solução aos menos assistidos. Tem brigado por recursos para as rodovias 364 e 317, nos ministérios, para a Segurança e tem chegado até ao presidente Bolsonaro para reivindicar. O mandato da Mailza até aqui não tem deixado nada a desejar.

PRESTÍGIO EM QUEDA

O deputado Jenilson Lopes (PSB) anda vendo miragens. Sonha com a candidatura do ex-deputado federal César Messias (PSB) a prefeito de Cruzeiro do Sul. O tempo do César já passou. A sua derrota e a baixa votação naquele município mostrou um prestígio em queda.

MELHOR FICAR CALADO

O líder do governo na ALEAC, deputado Luiz Tchê (PDT), ainda ensaiou uma desculpa para a cena de pacientes tomando soro deitados no chão do Pronto Socorro. Melhor ter ficado calado. Contra fatos, também, por ele presenciados, não há como fazer o contraditório.

TUDO ESTAVA ARRUMADO

O deputado Bestene fez ontem uma revelação na ALEAC que mostrou que o ex-secretário Alysson Bestene foi engabelado, estava no cargo, mas mal sabia que a médica Mônica Feres estava a mais de semana na capital socada no PS, se inteirando para assumir o seu lugar.

PERGUNTA NO AR

O deputado José Bestene (PROGRESSISTA) deixou uma pergunta no ar: “não tem nenhum profissional no Acre com capacidade de gerenciar a FUNDHACRE?”.

DISCURSO QUEBRADO

Para o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) o discurso de campanha que os profissionais da terra seriam valorizados foi quebrado com a importação da secretária Mônica e de Coronéis.

TÁ LASCADA

Se o Coronel Lauro Melo, importado pela secretária de Saúde, Mônica Feres, para ser o novo gestor da FUNDHACRE, for tão fraco como é na política, aquele hospital está lascado. O Coronel Lauro foi candidato a vereador em Pelotas (RS) e teve 854 mirrados votos. Pegou balsa

POSIÇÃO FIRME

Algo que o senador Márcio Bittar (MDB) está mostrando é ter convicção do que defende. É a favor da Lei de Abuso de Autoridade e é contra a CPI da Toga. De cara limpa. Você até pode discordar dele, mas ninguém pode lhe acusar de ser um político sem posição. Bittar não tem arredado um milímetro do que defendeu no horário eleitoral da sua campanha. Ora, pois!

A PLANTAÇÃO DE ABACAXIS DO GLADSON

Nestes oito meses o Gladson Cameli tem sido um democrata com a imprensa, uma pessoa generosa, de bom coração, sem rancor, preocupado e até ansioso demais em acertar, mas a gana de fazer o certo não é correspondida por alguns secretários. Daqui poucos meses teremos fechado 1 ano de governo. Poderia citar bem mais nomes. Vou citar três. A secretária Mônica Feres, da Saúde, além de uma confusão atrás da outra se destacou em que? O que mudou com ela na Saúde? Nada! Até hoje o secretário de Agricultura, Paulo Wadt, além do mau humor com os liderados, não apresentou um plano de ação para o agronegócio e suas etapas. O seu secretário de Educação, Mauro Sérgio, sem planejamento, contratou 8.500 professores provisórios e agora em seguida teve que demitir boa parte, porque não há recursos para bancar. Com isso fechou salas de aula do programa EJA. Tudo isso, Gladson, não está caindo no colo deles, mas no seu. Ou cobra já ou vai crescer a plantação de abacaxis.

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas