Conecte-se agora

Saúde pública de Tarauacá vive drama: “sem ambulância, médicos e insumos”, diz deputado

Publicado

em

Diferente do que ocorria há pouco tempo, a saúde do município de Tarauacá não está mais disponibilizando médicos anestesistas para realização de cirurgias de emergência. Isso porque, conforme afirmações do deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), não há anestesista para atender a demanda do hospital. Além disso, faltam insumos e materiais hospitalares e sobram as deficiências.

O parlamentar sentiu na pele as dificuldades de receber atendimento médico no município, numa situação que envolveu seu pai na última semana. Leite ressalta que apesar de ter profissionais de saúde dedicados no quadro, a cidade não oferece condições adequadas de trabalho. “(…) Nem ambulância existe. Todos os meses médicos anestesistas iam para Tarauacá operar pacientes que não conseguiam TFD pra Rio Branco ou Cruzeiro do Sul. Agora, anestesistas não estão mais indo para a cidade”, relata.

Os médicos que atuam no município operam, mas não são aptos a fazer anestesia. A situação do hospital, nas palavras do deputado, é sinistra. “Falta água, alimento, ambulância. Estavam transportando pacientes em carroceria de caminhonetes”, garantiu Leite.

Para ele, a atual situação da saúde no município “é resultado de problemas que se arrastam pela inércia do governo. Não adianta dizer que vai resolver o problema, se a sinalização é de piora. O hospital está numa situação triste”, lamenta.

O pai do deputado conseguiu chegar a Cruzeiro do Sul e passou por duas cirurgias. “Evoluiu com problema renal, está na UTI, mas apresenta sinais de melhoras”, disse Jenilson.

Propaganda

Destaque 6

Atendimento jurisdicional do TJAC está entre os mais céleres do país

Publicado

em

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) analisou o tempo de tramitação dos processos em todos os tribunais brasileiros. O resultado comprovou que o Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC) está entre os mais céleres do país. O tempo médio do início do processo até a sentença no Acre é abaixo da média nacional, o que representa a atuação efetiva do Judiciário Acreano em dar resposta aos anseios da sociedade.

O diagnóstico foi documentado na publicação Justiça em Números 2019, que foi lançada nesse segundo semestre, tendo como ano base 2018. O relatório é a principal fonte das estatísticas oficiais do Poder Judiciário. Nesse detalhamento, o TJAC está em quarto lugar no ranking relacionado às fases de execução e conhecimento, nos processos em 1º grau.

Celeridade

De acordo com o CNJ, a fase de conhecimento e execução são essenciais para o andamento do processo judicial. Na primeira, o juiz recebe os fatos e os fundamentos jurídicos dos envolvidos na causa. A fase de conhecimento é o momento em que são apresentadas as provas e reunidos elementos disponíveis, bem como realizadas audiências para ouvir as partes e testemunhas.

Em outros tribunais, a fase de conhecimento dura em média um ano e nove meses. Aqui, menos de um ano, sendo a média do TJAC aferida em 11 meses. Havendo, claro, processos que duram mais ou menos que a média, mas a regra é um atendimento ágil.

Já a execução processual é considerada a principal fonte de morosidade do Poder Judiciário, nessa etapa ocorre o cumprimento da decisão judicial. O tempo médio nacional foi estipulado em quatro anos e 10 meses. Segundo o comparativo, no Acre, a média é um ano e dois meses.

Em ambos os critérios, quando se refina o indicador pelas regiões brasileiras, o TJAC também está com performance positiva, sendo o  segundo lugar da Região Norte.

Produtividade

O corregedor-geral da Justiça, desembargador Júnior Alberto, afirmou que o balanço retrata o perfil da gestão administrativa, na qual o desempenho está focado nos resultados. “Essa é uma conjugação de esforços entre a administração, magistrados e servidores. Anualmente, tem sido essa nossa meta: o aprimoramento da qualidade da prestação jurisdicional para a população”, explicou.

O desembargador assinalou ainda que há uma série de medidas planejadas, que justificam o destaque do TJAC no balanço difundido pelo CNJ. “Temos feito uma análise constante dos desempenhos de cada unidade jurisdicional. A Corregedoria utiliza como ferramenta os Sistema SAJ Insigths e JusPlan, no qual os dados locais podem ser verificados de forma constante. Deste modo, é possível identificar os locais que estão com processos represados, por exemplo, e agir, estabelecendo diálogos e estratégias para solucionar esse tipo de questão”.

Outras ações desenvolvidas direcionadas para a manutenção do andamento normal dos serviços têm sido a realização de intervenções, inclusive, como está ocorrendo na Comarca de Tarauacá e Feijó, que foi necessário designar mais um magistrado para atender a demanda. Além dos mutirões de audiência, que concentram esforços para garantir e promover os direitos fundamentais do cidadão.

A produtividade alcançou progresso com a instituição da assessoria virtual. A assessoria virtual é uma realidade para varas criminais, em que uma equipe técnica colabora na elaboração das sentenças.  O trabalho ocorre ainda de forma sequencial, pois quando esgota uma unidade, segue para a próxima que necessita de atenção. “Com poucos recursos, estamos buscando soluções que tem rendido bons frutos”, concluiu o corregedor-geral.

Continuar lendo

Destaque 6

Moradores da Cohab do Bosque reclamam de água suja do Depasa

Publicado

em

Os moradores da região da Cohab do Bosque, mais precisamente da travessa Amélia Araripe, estão denunciando as péssimas condições da água que chega nas residências naquela região.

Em vídeos e fotos, os moradores comprovam que a água que chega nas torneiras do Depasa parece ser uma água sem tratamento algum e que está chegando nas residências da mesma forma que foi captada no Rio Acre.

Segundo os moradores o problema persiste desde a semana. De aspecto barrento, os moradores estão receosos de usar a água para tomar banho e fazer comida.

O ac24horas comunicou a reclamação ao diretor presidente do Depasa, Zenil Chaves, que afirmou está determinando uma equipe para verificar e resolver a situação da comunidade da Cohab do Bosque o quanto antes.

Veja o vídeo:

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.