Conecte-se agora

Revoltada, estudante denuncia descaso da Unama com primeira turma de Direito no Acre

Publicado

em

A acadêmica do curso de Direito da Unama, Caroline da Silva Brilhante, 22 anos, entrou em contato com a equipe do ac24horas denunciando o que ela chama de negligência da faculdade com os estudantes da primeira turma do curso de Direito, da Unama no Acre. A faculdade fica localizada no Via Verde Shopping.

Caroline Brilhante relata que, desde junho deste ano, os acadêmicos do curso de Direito estão enfrentando problemas para pagar as parcelas da faculdade. Caroline alega que toda vez que tentou obter os boletos para o pagamento, a faculdade afirma que vai abrir um chamado e promete encaminhar os boletos referentes as parcelas, mas não é o que acontece realmente, segundo ela.

Para Caroline, falta compromisso por parte da universidade em gerar os boletos. Ela explica que os acadêmicos deveriam pagar um valor promocional de R$ 529,00, por aluno, se pago até o dia 5 de cada mês. Devido o problema, os alunos estão sendo obrigados a pagar o valor integral de R$ 1.100,00 devido a impossibilidade do pagamento até o 5º dia do mês.

A estudante relata ainda outra negligência por parte da instituição: professores não teriam lançado as notas (N1 e N2) no portal, o que implicou na obrigatoriedade de fazerem as provas finais.

“Estamos até agora sem saber nossas notas, isso é um absurdo! Já estamos cansados de promessas, acreditamos nessa instituição quando efetuamos nossa matrícula e, agora, enfrentamos essas dificuldades absurdas, e o pior sem nenhuma solução por parte da Unama”.

A reportagem do ac24horas entrou em contato com a Unama para ouvir a versão da instituição de ensino. Em contato com atendente, que pediu para não ser identificada, relatou o seguinte: “Vocês podem fazer a matéria, no momento não haverá nenhum tipo de posicionamento. Conversei com o responsável e ele disse que futuramente vai entrar em contato e estará levando o posicionamento à imprensa”.




Propaganda

Cotidiano

Vereadores convidam comissão e gestores a prestarem esclarecimento sobre concurso

Publicado

em

Os vereadores da Câmara Municipal de Rio Branco aprovaram, por unanimidade, nesta terça-feira (19), o Requerimento de Nº (185/2019) que pede a comissão organizadora do concurso a disponibilização de cópia do contrato realizado entre a prefeitura de Rio Branco e a Fundação de Ensino, Pesquisa e Extensão (Fundape).

O objetivo é saber o formato que ocorreu a contratação da banca.

No requerimento, os responsáveis pela equipe da Fundape (Guida Aquino) e da Secretaria Municipal de Educação (Moisés Diniz) e da comissão organizadora do concurso são convidados a prestarem esclarecimentos nesta quinta-feira (21) sobre os fatos ocorridos durante a aplicação das provas no domingo (17).

O vereador e presidente da Câmara Antônio Morais (PT) disse que o Requerimento é apenas um convite e espera que os responsáveis pelo andamento do concurso apareçam para esclarecer os problemas que ocorreram durante aplicação das provas, bem como as denúncias de possíveis fraudes no concurso.




Continuar lendo

Cotidiano

Polícia Rodoviária Federal realizará ação solidária para crianças com câncer

Publicado

em

IMAGEM ILUSTRATIVA - Foto: Daiane Mendonça

Policiais Rodoviários Federais, militares do Corpo de Bombeiros e alunos da UFAC, dentre outros, proporcionarão um dia especial às crianças e adolescentes atendidos pelo Hospital do Câncer.

Uma ação solidária em prol do combate ao câncer juvenil será realizada na próxima sexta-feira (22), na capital acreana. A iniciativa integra a campanha Policiais contra o Câncer Infantil, que é desenvolvida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em todo o país.

Pela manhã, PRFs e parceiros realizarão brincadeiras, atividades lúdicas, passeio na viatura da PRF e do Corpo de Bombeiros; além de exposição de motocicletas da PRF, distribuição de lanche e, ao final, uma surpresa será destinada aos jovens.

Além do cunho festivo, o dia servirá também para chamar a atenção sobre os sinais e sintomas da doença e sobre a importância que o Hospital do Câncer representa no Acre, para o diagnóstico e tratamento da doença. De acordo com os médicos, quanto mais cedo o problema for identificado, maiores são as chances de cura.

Policiais contra o Câncer Infantil

O projeto iniciou-se no Brasil em 2014, em Goiânia, a partir de uma iniciativa da Comissão de Direitos Humanos da PRF em Goiás. A ação foi realizada pela primeira vez, com apoio de centenas de policiais e com ampla divulgação na mídia nacional.

Alguns meses depois, a ação foi realizada em Itabuna, na Bahia, por iniciativa da PRF daquela região.

Desde a implantação da Superintendência, em 2016, a ação é desenvolvida e capitaneada pela Comissão Regional de Direitos Humanos da PRF no Acre.

Com informações do núcleo de comunicação da PRF/Acre




Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.