Conecte-se agora

“O produtor não pode plantar só para comer; ele tem que plantar, colher e ganhar dinheiro”

Publicado

em

“Empolgado. É assim que se pode definir o novo diretor-presidente da Emarter/Acre, Tião Bocalom. Após às inúmeras tentativas frustradas de se tornar prefeito de Rio Branco ou governador do Acre, ele dá um tempo e garante que vai fazer em quatro anos da gestão Gladson Cameli, o que o PT não fez em 20: “eu sempre lutei para ser governador, para provar que a única saída que o Acre tem para se desenvolver, para gerar a economia, é através da nossa santa terra”, diz.

Ao criticar os programas executados na área da agricultura pelo PT durante os 20 anos de poder, Bocalom diz que “o produtor não pode plantar só para comer; ele tem que plantar colher e ganhar dinheiro”, completa.

Na entrevista com o jornalista Roberto Vaz, no Bar do Vaz, o velhinho amigo dos acreanos também falou de política e diz que uma candidatura a prefeitura de Rio Branco não está nos seus planos: “eu agora faço parte de um novo grupo e as decisões não estão nas minhas mãos; a decisão é do Gladson”.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas