Conecte-se agora

Dor e tristeza marcam enterro de estudante vítima de acidente

Publicado

em

Um último adeus marcado pela comoção da perda de alguém tão jovem e de forma tão inesperada.

Sabe aquele entalo na garganta provocado por uma tragédia com alguém que as pessoas pouco conheciam ou se quer tinham visto na vida?

Essa era a percepção de sentimento durante o enterro de Kelly Pereira, 15 anos, vítima do acidente com um ônibus na BR-364.

Maria da Conceição, moradora da Estação Experimental, não era amiga da família e nem conhecia a jovem. Mesmo assim veio se despedir. “Eu tenho uma filha da mesma idade e não consigo nem imaginar o que é essa dor. Por isso, vim trazer meu abraço para esse pai e essa mãe”, afirmou.

A despedida foi comovente. Estavam presentes os familiares, os colegas de aula e as companheiras do time de basquete.

Foram as companheiras de time que protagonizaram a cena mais impactante do velório ao chegarem com uma bandeira do Colégio Acreano, a blusa número 9 que Kelly jogava, e uma bola de basquete autografada por todas as jogadoras.

Uma das músicas preferidas de Kelly foi cantada pelos presentes no velório, enquanto balões brancos ganharam os céus em sua homenagem.

FOTOS: KENNEDY SANTOS/AC24HORAS 

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas