Conecte-se agora

Programa incentiva a capacitação de jovens através de Fóruns Internacionais

Publicado

em

Desde 2011, mais de 350 brasileiros participaram de programas internacionais através do Instituto Global

Com a missão de engajar jovens brasileiros na agenda mundial por meio de capacitação e coordenação de delegações para conferências internacionais, o Instituto Global Attitude desenvolveu um programa que iniciativa que futuros líderes tenham voz ativa. Jovens com qualquer formação acadêmica e idade entre 18 e 35 anos podem se inscrever no programa Diplomacia Civil. 

Desde 2011, mais de 350 brasileiros já participaram de programas internacionais através do Instituto Global. Hoje, a iniciativa está com inscrições abertas para duas delegações, com data de início para outubro e novembro deste ano.

Os interessados podem se inscrever até o dia 25 de agosto, através dos links: WGES e Nairobi – os links de inscrição também dão acesso aos editais. Em 18 de outubro, a primeira delegação será enviada ao World Green Economy Summit 2019, um dos principais fóruns globais sobre economia verde, em Dubai, Emirados Árabes Unidos. O evento conta com especialistas de setores críticos de todo o mundo para debater os avanços da economia verde global e da agenda sustentável. 

Já em 10 de novembro, a segunda delegação embarca para Nairobi, no Quênia. Os participantes poderão participar do The Nairobi Summit 2019, conferência de alto nível que tem o objetivo de mobilizar ações políticas e econômicas dedicadas ao alcance dos direitos da mulher e da saúde reprodutiva e sexual, promovido pelo Fundo de População da ONU em conjunto com os governos do Quênia e da Dinamarca. 

“É uma oportunidade única. Uma maneira de aprendizado inovador. É imersivo. Eles vivenciam essa experiência internacional, na qual têm a chance de estar em locais com tomadores de decisões, com chefes de estados, ministros, diplomatas… Vivenciam tudo isso, não só de um ponto de vista acadêmico, mas também de um ponto de vista profissional”, destaca Rodrigo Reis, Diretor Executivo e Fundador do Instituto Attitude, que originou o programa Diplomacia Civil.  

Gabriel Miceli é advogado e é um dos 350 jovens que já participaram do programa. Com pensamentos de mudança no setor público do seu país, integrou a delegação que embarcou para a European Development Days, em Bruxelas, e, desde então, tenta viabilizar que outros jovens tenham a mesma possibilidade de passar pela experiência.  

“Acho importante que os jovens participem, para que eles se mantenham conectados com outras realidades, entendam como outros países enfrentaram as suas desigualdades e, de alguma forma, pensem soluções locais para os nossos problemas. Foi assim que eu voltei de lá, muito motivado”, garante Gabriel que além de participante, é titular do Conselho Municipal da Juventude, que tem a proposta de parceria com o Instituto Global Attitude para permitir a ida de outros jovens. 

Como participar

Basta acessar o link de inscrição de cada delegação aberta, preencher um formulário eletrônico e anexar currículo. O critério de seleção leva em conta diversos fatores como a trajetória acadêmica e profissional, nível de inglês, motivação pessoal para participar e engajamento com temáticas relacionadas ao fórum. 

Além disso, o participante precisa investir, em média, R$10 mil. A partir da realização do pagamento, o participante terá acesso ao credenciamento no evento, passagens aéreas de ida e volta, seguro saúde, acomodação em hotel, supervisão e orientação para redação do artigo de pesquisa, workshops de capacitação e certificado de participação. 

Através dos editais, é possível conferir quais são os outros benefícios concedidos, saber mais informações sobre os fóruns, conhecer as etapas de seleção e esclarecer outras dúvidas sobre as delegações. Mais informações sobre o Diplomacia Civil poder ser obtidas através do e-mail [email protected] ou do telefone (11) 3957-0488.

Agência Educa Mais Brasil 

Anúncios

Extra Total

Motorista que atropelou e matou funcionária do Araújo já foi preso por roubo

Publicado

em

O fisioterapeuta Ícaro José da Silva Pinto, 33, que matou Jonhliane Paiva de Souza, de 30 anos, quando disputava um racha na Avenida Antônio da Rocha Viana na manhã de quinta-feira, 6, já tem passagem pela polícia.

Ícaro foi preso em 29 de agosto de 2018, junto com Vandré Alves da Silva e Jerdeson de Oliveira Dantas, suspeito de roubo, crime previsto nos artigos 157, § 2º, inciso II, combinado com o 14, inciso II, do Código Penal.

A prisão em flagrante chegou a ser convertida pela justiça em prisão preventiva. No pedido de habeas corpus que o colocou em liberdade à época, os advogados de Ícaro argumentaram que nenhuma arma foi encontrada com ele ou com os demais presos.

LEIA TAMBÉM:

>>> Funcionária do Araújo morre ao ser atropelada por BMW que fazia racha em avenida

>>> Condutor de BMW que matou jovem durante racha é filho de advogado e da presidente do SinproAcre

O rapaz contou nos autos do processo que firmou um contrato de compra e venda de um veículo com Thales Fernandes Aguiar que iria comprar o veículo. Ao se dirigir até a casa de Thales, junto com seus dois empregados em um posto de lavagem para receber a quantia referente ao negócio, avistaram o suposto comprador. Os seus dois empregados desceram do carro que conduzia, pedindo que o mesmo parasse. Assustado e pensando se tratar de um assalto, o comprador arrancou com o carro e se dirigiu para o local onde estava em curso uma operação policial, noticiando

uma suposta tentativa de roubo com emprego de arma de fogo. Mesmo os policiais não encontrando nenhuma arma durante a abordagem, os três foram presos.

FIQUE POR DENTRO

BMW que matou mulher em racha tem documento atrasado há 2 anos e condutor possui 28 multas e 2 processos por inadimplência

Ícaro afirmou que não cometeu nenhum crime, tendo sido uma falsa impressão da suposta vítima.

O habeas corpus foi concedido pelo Desembargador Samoel Evangelista no dia 31 de agosto que afirmou em sua decisão. “Embora existam indícios de autoria, não está clara a configuração dos crimes de roubo com causa de aumento de pena ou exercício arbitrário das próprias razões – que não admite prisão preventiva -, na forma tentada. Isto é, não está demonstrado se a intenção dos presos era a subtração de coisa alheia móvel ou fazer justiça com as próprias mãos”.

O habeas corpus beneficiou também Vandré Alves da Silva, um dos homens que estava na companhia de Ícaro. O outro, Jerdeson de Oliveira Dantas, não foi solto por que se descobriu que havia um pedido de prisão decretado em seu nome.

O processo foi encerrado em janeiro do ano passado e ficou comprovado que a acusação de assalto não era verdadeira. . Como Ícaro era réu primário, nenhuma arma foi encontrada e não se encontrou provas da suposta tentativa de roubo, o Ministério Público optou pela transação penal, que é um acordo onde o processo é extinto antes da análise do mérito. Ou seja, a culpabilidade de Ícaro nem chegou a ser analisado por conta do acordo com o MP.

Continuar lendo

Cotidiano

Bope fecha “boca de fumo” e prende traficante no São Francisco

Publicado

em

Uma ação dos Policiais Militares do Choque do Batalhão de Operações Especiais (Bope) resultou na prisão de um traficante de 21 anos e na apreensão de entorpecentes na noite deste sábado (8) em uma residência localizada na rua Santa Inês, no bairro São Francisco, em Rio Branco.

A Polícia estava fazendo um patrulhamento de rotina na região quando recebeu uma denúncia anônima que havia uma casa que estava sendo usada para venda de tráfico de drogas. A guarnição policial se deslocou até o local. O traficante foi abordado e durante uma revista nos cômodos da residência foi encontrado 5kg de oxidado de cocaína pura, 165 gramas de skunk, material para embalo dos entorpecentes, balança de precisão e uma quantia de R$ 765,00 reais em espécie oriundo das vendas das drogas.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão e o traficante foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes Defla (Defla) para os devidos procedimentos.

Continuar lendo

Acre 01

Goleiro acreano Weverton pega dois pênaltis e Palmeiras é Campeão Paulista 2020

Publicado

em

Em uma final emocionante e com destaque para um acreano, o Palmeiras conquistou na tarde deste sábado, 8, o Campeonato Paulista 2020.

O jogo do título foi de matar o torcedor do coração. O Palmeiras vencia até os 50 minutos do segundo tempo, quando o Corinthians empatou. Com a igualdade no placar, a decisão foi para os pênaltis.

E foi nas penalidades máximas que mais uma vez Weverton, goleiro nascido em Rio Branco e revelado pelo Atlético Clube Juventus, se consagrou mais uma vez. Ao pegar os pênaltis cobrados por Michel e Cantillo, o Palmeiras conquista o título e Weverton levanta mais um troféu em sua vitoriosa carreira.

O goleiro acreano, de 32 anos, é hoje considerado um dos melhores do país em sua posição. Não é à toa que constantemente é convocado para a Seleção Brasileira. Em seu currículo, Weverton tem a medalha de ouro das Olimpíadas de 2016, foi campeão brasileiro em 2018 pelo próprio Palmeiras, além de ter sido campeão paranaense e também tem o título da série B pela Portuguesa em 2011.

No ano de 2018 ganhou o reconhecido troféu Bola de Prata como o melhor goleiro do país na temporada.

Continuar lendo

Destaque 2

Policia e MP investigam pastor Nelson por praticar intolerância contra gays

Publicado

em

O pastor evangélico Nelson de Freitas Correia, conhecido como Nelson da Vitória, também empresário no ramo de autoescola, nomeado em agosto do ano passado em uma CEC-6 na secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para Mulheres (SEASDHM), deverá responder por crime de racismo na justiça.

Segundo informações repassadas ao ac24horas, o Centro de Atendimento a Vítimas do Ministério Público recebeu uma denúncia na última quinta-feira, 06, acerca das postagens e publicações de Nelson que incitava a disseminação de ódio e a intolerância às pessoas transgênero.

Em 2019, os Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) consideraram que atos preconceituosos contra homossexuais e transexuais devem ser enquadrados no crime de racismo. A pena prevista é de um a três anos, podendo chegar a cinco anos em casos mais graves.

Segundo informações repassadas, a Promotoria de Defesa dos Direitos Humanos, do Ministério Público do Acre e a Corregedoria de Polícia Civil deverão abrir uma investigação contra Nelson por crime de intolerância.

De acordo com informações, a Secretária de Direitos Humanos Ana Paula Lima, foi notificada acerca da conduta de Nelson nas redes sociais, mas até o momento não houve qualquer tipo de manifestação oficial.

Em uma das publicações, Nelson da Vitória compartilhou um post em afirmava que só acredita na ideologia de gênero no dia em que Tammy Miranda fizer um filho no cantor Pabllo Vittar.

Em outra publicação compartilhada por Nelson da Vitória, faz o seguinte questionamento: “Alô, operadores de direito. Se eu der um pau na cara da Thamy eu respondo pela Lei Maria da Penha? Ou melhor, agressão contra a mulher?”.

Para Germano Marino, presidente do Fórum de Ongs LGBT do Acre, o comportamento de Nelson da Vitória, enquanto ocupante de cargo público na secretaria de Direitos Humanos, é “inadmissível”.

“Um gestor público que trabalha em uma secretaria que tem por objetivo buscar os direitos para todas as pessoas, resguardando os direitos constitucionais, não pode cometer crime de transfobia, que no Brasil é equiparado ao crime de racismo. Mesmo sendo em uma rede social privada é inadmissível que um gestor público incite a disseminação do ódio e da intolerância às pessoas trans”, diz Germano.

Recentemente, o ac24horas conversou com Nelson da Vitória e, em uma nota, o pastor e pré-candidato a vereador afirmou que sua página na rede social expõe suas opiniões pessoais, que não possuem relação com o seu vínculo de trabalho e garantiu que respeita a opinião de todos, mesmo sem concordar. Nelson ainda pediu desculpas no caso de alguém ter se sentido ofendido.

“Quando escrevo em minha página no facebook exponho ali minha opinião pessoal como cidadão independente de cor, raça, credo religioso ou vínculo empregatício. Se em minhas postagens alguém se sentir ferido ou machucado desculpem não é essa a intenção, mas opinião cada um tem a sua. No dia a dia trato todos com o devido respeito, mas não sou obrigado a concordar todos assim como nem todos concordam comigo. Saúde e paz a todos”, declarou Nelson.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas