Conecte-se agora

Mototaxistas protestam em frente a Câmara de Vereadores de Rio Branco

Publicado

em

Dezenas de mototaxistas voltaram a ocupar a Câmara de Vereadores para exigir o fim do mototaxímetro. Semana passada a direção da categoria vai ao Legislativo pedir o uso do equipamento.

Eles alegam que a concorrência com os táxis e os carros de aplicativos é desleal. Enquanto um Uber cobra corridas de sete oito reais, os que usam o mototaxímetro iniciam a corrida com dez reais.

Segundo um diz líderes do movimento, Leildo Patrício da Silva, o uso do mototaxímetro se tornou obsoleto. “O Acre é o único que usa esse aparelho, para renovar a permissão temos que ter o aparelho”, uma das razões do protesto na Câmara.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas