Conecte-se agora

Governo do Acre garante realização de rodeio na ExpoJuruá 2019, em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Não estava na programação inicial, mas a ExpoJuruá terá rodeios no dias 30 e 31 de agosto.

A decisão do governador Gladson Cameli, de realizar o rodeio, fez com que e os organizadores locais do evento, buscassem, nesta segunda-feira, espaços adequados para o evento, que em Rio Branco, atraiu grande público. Há dois terrenos para escolha, que deverão ser alugados: um perto do primeiro Portal da Mâncio Lima e outro perto da agência do Banco do Brasil.

Francisco Gomes, o Chico Gatão, da assessoria de Comunicação do governo em Cruzeiro do Sul, diz que “havia uma expectativa muito grande com relação ao rodeio e o governador determinou que esteja na programação da ExpoJuruá”.

A ExpoJuruá vai começar no dia 29 de agosto e se estenderá até 1° de setembro na Avenida Mâncio Lima.

A secretária Estadual de Turismo, Eliane Sinhasique, disse que nesta terça-feira, 13, vão chegar a Cruzeiro do Sul, dois caminhões com toda a estrutura de tendas e equipamentos elétrico e hidráulico e toda a parte de madeira. “Estarei aí na segunda-feira e fico até o final da ExpoJuruá. A determinação do governador é que a ExpoJuruá seja o mesmo sucesso da ExpoAcre, em Rio Branco”.

O representante do Sebrae de Cruzeiro do Sul, Francemir França, lembra que as inscrições para quem quiser expor na ExpoJuruá serão encerradas no dia 20.

Propaganda

Cidades

Vereadores pedem que MP apure convênio para recuperação de estrada em Xapuri

Publicado

em

Os vereadores Gessi Nascimento (MDB) e Guinaldo Alves (DEM) estão contestando a qualidade da obra de recuperação da Estrada da Variante, executada este ano pelo município de Xapuri. De acordo com os representantes do parlamento municipal, a rodovia não foi piçarrada como previa o convênio federal por meio do qual os serviços foram realizados.

Em um termo de informações assinado por Gessi Nascimento na promotoria de justiça da comarca, o Ministério Público é provocado a apurar o teor do convênio. Segundo o vereador, a empresa contratada para a realização dos serviços não executou a obra a contento, o que vem causando prejuízos e dificuldades a população que vive na região cortada pela estrada.

Consultado a respeito da denúncia dos vereadores, o secretário municipal de Infraestrutura, José Cecílio Evangelista, disse que a fiscalização da obra é de responsabilidade da Caixa Econômica Federal, interveniente do convênio. Segundo ele, a empresa contratada deverá ser explicar a respeito do assunto, caso as afirmações dos vereadores sejam confirmadas.

A Estrada da Variante corta um dos mais antigos projetos de assentamentos do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), o loteamento Aquidabã, uma área superior a 7.500 hectares, que já pertenceu ao Estado do Acre. A região foi repassada ao órgão federal em 23 de outubro de 1974, no governo Francisco Wanderley Dantas.

Com aproximadamente 18 quilômetros de extensão, a estrada dá acesso a diversas comunidades rurais de Xapuri, além de também ligar a cidade à BR-317. É na Variante que está localizado um dos três polos agroflorestais do município, projeto que destinou áreas de terra a famílias que viviam na periferia da cidade, numa inversão do êxodo rural.

Também é por essa rodovia que os produtores das comunidades Morro Branco, Ribeiracre e dos seringais Albrácia e Palmari, na Reserva Extrativista Chico Mendes, escoam seus produtos. Os trabalhos de recuperação feitos pela prefeitura foram iniciados em junho deste ano. Os recursos da ordem de R$ 1 milhão, oriundos de emenda alocada pelo então senador Gladson Cameli, eram destinados apenas para os serviços de terraplanagem e piçarramento, segundo a prefeitura, não contemplando as pontes e os bueiros.

Continuar lendo

Cidades

Festival Pachamama estreia filme “Antônio & Piti” nesta quinta-feira (21)

Publicado

em

A 10ª edição do Festival Pachamama em Rio Branco estreia nesta quinta-feira, 21, uma história amazônica de um amor rebelde que rompe fronteiras morais e culturais da época. A obra será exibida às 19h30, no Cine Teatro Recreio.

O filme é narrado por Dona Piti, filha de Chico Coló, um “soldado da borracha”, e por Antônio, um Ashaninka oriundo do Peru. A narrativa cinematográfica do documentário Antônio & Piti dirigido por Vincent Carelli e Wewito Piyãko.

A obra também faz parte da Mostra Amazônia. A exibição contará com a presença dos personagens principais da obra: a liderança indígena Antônio Piyãko e dona Piti, e também do diretor Wewito Piyãko, um dos filhos do casal.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.