Conecte-se agora

Prefeitura de Porto Walter executa obras de R$ 5 milhões

Publicado

em

Com recursos próprios, de emendas da bancada federal e em parceria com o governo do Estado, a prefeitura de Porto Walter, executa obras de mais de R$ 5 milhões nas zonas urbana e rural, que contemplam saúde, educação, esporte e lazer e infraestrutura.

As obras incluem seis escolas com construção, ampliação e reforma, duas unidades de saúde, três quadras de esporte e modernização do Estádio Vagner Gonçalves Borges, Mercado do Peixe e pavimentação de ruas.

Além disso, a sede da Câmara Municipal está sendo erguida em Porto Walter.

O prefeito Zezinho Barbary, MDB, no segundo mandato, cita o apoio da bancada, do governo de Gladson Cameli, da Câmara Municipal e da população, como fundamentais para a execução do projeto de desenvolvimento da cidade e zona rural, que executa em Porto Walter. “As obras devem estar prontas até o final do verão”, ressalta ele.

Zona urbana e rural em igualdade

Em Porto Walter, o pavimento das ruas é feito de tijolos. No bairro da Várzea, o morador Vagner Rodrigues mostra orgulhoso a rua com calçada e acessibilidade, que acaba de ficar pronta e cita que sua casa “agora está mais valorizada”.

Algumas ruas são melhoradas por meio do governo através do Programa de Saneamento Ambiental Integrado e Inclusão Sócio econômico do Acre – Proser (nos moldes do programa Ruas do Povo).

Na comunidade rural do Besouro, Barbary garantiu a estrutura que mantém a qualidade de vida para os mais de 200 moradores: escola, unidade de saúde, água encanada e um tanque de piscicultura para cada família. Agora uma nova escola é erguida, bem como uma quadra poliesportiva. A moradora Ana Lúcia Torquato diz que “aqui ninguém pensa em ir morar na cidade porque tem tudo pra gente viver bem. Já tem uma escola e outra está sendo feita. Os jovens também já têm um campo de futebol e estão ansiosos pela quadra, que está bem adiantada já”.

Propaganda

Na rede

É boa a trafegabilidade na BR-364 de Cruzeiro do Sul a Rio Branco

Publicado

em

O serviço de manutenção e restauração da BR-364 realizado pelo DNIT, de Cruzeiro do Sul a Rio Branco, acabou com todos os pontos críticos da rodovia.

É boa a trafegabilidade de veículos ao longo dos mais de 600 kms que separam as duas maiores cidades acreanas.

O melhor trecho é de Cruzeiro do Sul à Tarauacá, onde o serviço está pronto. Nos demais , há esquipes atuando no pavimento da estrada, trechos ainda com poeira, outros com barro já compactado e em outros, o asfalto é reposto.

O tráfego é organizado pelas equipes para evitar o perigo onde as máquinas atuam.

Do trabalho programado pelo DNIT para este ano, 30 km já estão concluídos e 50 km estão em andamento.

O investimento na BR-364 é de R$ 53 milhões, oriundos de Emenda da bancada federal acreana

O taxista Narciso Souza, cita que as boas condições da Br 364, possibilita a diminuição no tempo da viagem de Cruzeiro a Rio Branco em até 4 horas. “Agora saio de Cruzeiro às 7 da manhã e chego em Rio Branco às 15h da tarde. São 8 horas de viagem e se eu correr diminuí ainda mais. Em maio, eu levava quase 12 horas. A estrada está boa”, disse o taxista.

Mas o perigo ainda existe em alguns pontos. Nas laterias da rodovia, mesmo em alguns onde o trabalho de manutenção já foi feito, há desmoronamentos. Alguns em ribanceiras.

Quanto as erosões nas laterias da rodovia, o superintendente do DNIT no Acre, Carlos Moraes, explica que está sendo feita uma contratação específica elaborada por especialista. “Porque tem erosão que já foi recuperada várias vezes pelo DERACRE e por nós pelos meios convencionais e caíram novamente. Por isso vamos fazer um serviço mais adequado e técnico”, cita.

O exército, por meio do Batalhão de Engenharia e Construção é responsável pelo trecho do Riozinho do Andirá à Sena Madureira , onde a equipe trabalha agora.

Continuar lendo

Na rede

Vizinhos pedem ajuda para evitar despejo de idosa em Cruzeiro

Publicado

em

Dona Maria, uma senhora de origem humilde, que enfrenta muitas dificuldades, precisa de um ato solidário. Ela vive com a neta, e mostra que apesar de viver numa situação de extrema pobreza, carrega a esperança de ser feliz.

A situação enfrentada pela idosa chamou atenção de vizinhos, que decidiram montar uma campanha de arrecadação para ajudar dona Maria, que é natural de Marechal Thaumaturgo e, atualmente, mora em Cruzeiro do Sul.

Preste a ser despejada na pequena casa em que reside, Maria não tem sequer uma cama, nem roupas ou alimento. Ela é deficiente física e não tem para onde ir, relataram vizinhos.

Sensibilizado, o cruzeirense Roberto Holanda, Coordenador da Regional de Saúde, no Vale do Juruá, decidiu mobilizar a sociedade em prol de Dona Maria.

“A situação dela é de extrema pobreza, não possui nada e precisa da nossa ajuda”, reforça Roberto Holanda

Se você que é de Cruzeiro do Sul, tenha interesse ou condições de ajudar, seja com alimentos, roupas, móveis ou qualquer quantia em dinheiro, você pode entrar em contato pelo número (68) 99995-8775.

Com informações do Juruaemtempo.com

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.